Concurso TRF1: edital publicado para a área de apoio; saiba tudo!

O concurso TRF1 está aberto e oferta 17 vagas imediatas mais cadastro de reserva para técnico e analista judiciário.

Concursos Abertos
Autor:Júlia Sestero
Publicado em:31/01/2024 às 07:00
Atualizado em:17/06/2024 às 16:13
Baixe o Edital do Concurso TRF - 1ª REGIÃO

O Tribunal Regional Federal da 1ª Região divulgou o edital do concurso TRF1 para a área de apoio. Sob a organização da Fundação Getúlio Vargas, serão ofertadas 17 vagas, com ganhos de até R$14 mil iniciais.


A seleção é destinada aos cargos de técnico e analistas judiciários, em diversas especialidades.


O regime de contratação do TRF1 é o estatutário, que assegura a estabilidade empregatícia ao servidor.


CONFIRA O EDITAL AQUI!


O TRF1 abrange o Distrito Federal e diversos estados do Norte, Nordeste e Centro-Oeste, sendo eles: Acre, Amapá, Amazonas, Bahia, Goiás, Maranhão, Mato Grosso, Minas Gerais, Pará, Piauí, Rondônia, Roraima e Tocantins.


O que você verá nessa matéria:


>>>Participe agora do nosso Grupo do Telegram e fique por dentro das principais notícias do mundo dos concursos!

Edital do concurso TRF1 oferece 17 vagas imediatas mais cadastro de reserva para técnicos e analistas

(Foto: Ascom/TRF1)


Resumo do concurso TRF1

  • Instituição: Tribunal Regional Federal da 1ª região - TRF1
  • Status: edital publicado
  • Banca: Fundação Getulio Vargas (FGV)
  • Cargos: técnicos e analistas
  • Escolaridade: nível superior
  • Remuneração: de até R$16.035,69
  • Vagas: 17 vagas + CR
  • Inscrição: 19 de junho a 27 de julho
  • Taxa: R$90 e R$120
  • Provas: 29 de setembro


Cadastre-se gratuitamente e resolva questões para o concurso


Cargos e vagas do concurso TRF1

No total, o concurso TRF1 oferece 17 vagas imediatas mais cadastro de reserva, nos cargos de técnico e analista judiciário.


Ambas as carreiras exigem a formação de nível superior.


A seguir, veja a distribuição das vagas para cada carg:


Técnico Judiciário:

  • área Administrativa: sete vagas + cadastro de reserva
  • agente da polícia judicial: cadastro de reserva
  • Contabilidade: cadastro de reserva
  • Desenvolvimento de Sistemas de Informação: duas vagas + cadastro de reserva
  • Edificações: cadastro de reserva
  • Enfermagem: cadastro de reserva
  • Suporte Técnico: cadastro de reserva
  • Tecnologia da Informação: duas vagas + cadastro de reserva


Analista Judiciário:

  • área Administrativa: uma vaga;
  • inspetor da polícia judicial: cadastro de reserva;
  • Análise de Dados: cadastro de reserva;
  • Análise de Sistemas de Informação: cadastro de reserva;
  • Arquitetura: uma vaga;
  • Contabilidade: uma vaga;
  • Enfermagem: cadastro de reserva;
  • Engenharia Civil: cadastro de reserva;
  • Engenharia de Segurança do Trabalho: cadastro de reserva;
  • Engenharia Elétrica: cadastro de reserva;
  • Engenharia Mecânica: cadastro de reserva;
  • Fisioterapia: cadastro de reserva;
  • Governança e Gestão de TI: cadastro de reserva;
  • Medicina (Cardiologia): cadastro de reserva;
  • Medicina (Clínica Geral): cadastro de reserva;
  • Medicina (do Trabalho): cadastro de reserva;
  • Medicina (Ortopedia): cadastro de reserva;
  • Odontologia: cadastro de reserva;
  • Psicologia: cadastro de reserva;
  • Segurança da Informação: cadastro de reserva;
  • Serviço Social: cadastro de reserva;
  • Suporte em TI: cadastro de reserva;
  • TI: cadastro de reserva;
  • área Judiciária: duas vagas + cadastro de reserva; e
  • área Judiciária – oficial de justiça e avaliador federal: uma vaga + cadastro de reserva.


Apesar do órgão trazer apenas 17 vagas imediatas, o histórido dos tribunais é realizar muitas convocações e utilizar o cadastro de reserva. Portanto, a expectativa é que muitos aprovados sejam chamados durante todo o prazo de validade do concurso.


O prazo de validade da seleção terá duração de dois anos, podendo ser prorrogado por igual período, a critério da administração.


Cargos Vagos

Segundo dados do Tribunal Regional Federal da 1ª Região, do mês de novembro de 2023, os cargos vagos na área de apoio do tribunal são os seguintes: 


  • Analista – Nível Superior: 10 cargos vagos
  • Técnico – Nível superior: 31 cargos vagos


Requisitos das carreiras do TRF1

Para investir em um cargo do TRF1, o candidato deverá atender aos seguintes requisitos:


a) ter sido aprovado no Concurso Público;

b) ter nacionalidade brasileira ou portuguesa;

c) possuir os requisitos exigidos para o cargo;

d) ter idade mínima de 18 anos completos;

e) estar no gozo dos direitos políticos, quite com as obrigações eleitorais e, se do sexo masculino, também com as militares;

f) ter aptidão física e mental para o exercício do cargo;

g) cumprir as determinações do Edital


O concurso do TRF1 será somente para graduados. A Lei 14.456/2022, publicada em 2022, exige o ensino superior completo para ingresso no cargo de técnico judiciário da União. Esse novo requisito já será cobrado nos próximos concursos públicos.


Os Tribunais Regionais Federais integram o Poder Judiciário da União, dessa forma, o nível superior é exigido para técnico no novo concurso do TRF da 1ª Região.


Salários e benefícios do concurso TRF1

A carreira de técnico judiciário do TRF possui salários iniciais de R$8.529,65 e R$9.773,56, sendo o último para o cargo de agente da Polícia Judicial.


O salário inicial de analista judiciário do TRF1 é de R$13.994,78, com exceção do oficial de justiça avaliador federal, que recebe R$16.035,69 iniciais.


A remuneração é composta pela soma do vencimento básico com a Gratificação de Atividade Judiciária (GAJ).


Além do salário, os aprovados no concurso TRF1 fazem jus aos seguintes benefícios:

  • auxílio-alimentação: R$1.393,10;
  • assistência pré-escolar: R$1.178,82;
  • auxílio-natalidade: R$718,58; e
  • auxílio-saúde: R$579,39.


O servidor ainda tem direito ao Adicional de Qualificação (AQ), que possui valores variáveis, de acordo com a titulação.


Como fazer a inscrição no concurso TRF1?

Para se inscrever no concurso TRF1, o candidato deve acessar o site da Fundação Getulio Vargas (FGV), no período das 16h do dia 19 de junho até as 16h do dia 22 de julho de 2024.


Ao acessar o portal da banca, basta preencher o requerimento de inscrição com todos os dados solicitados e escolher o cargo/área/especialidade/localidade para lotação.


Em seguida, quitar a taxa de inscrição no valor de R$120 para os cargos de Analista Judiciário e de R$90 para os cargos de Técnico Judiciário. O prazo para pagar a taxa encerra em 23 de julho de 2024.


* O candidato poderá realizar mais de uma inscrição, desde que não haja coincidência nos turnos de aplicação das provas. Neste caso, deverão ser realizadas inscrições para cada cargo, com o pagamento das respectivas taxas de inscrição.


Poderá solicitar a isenção no período de 19 e 21 de junho, o candidato que estiver inscrito no Cadastro Único (CadÚnico) e doadores de medula óssea, mediante solicitação e comprovação, conforme as regras do edital.



Provas do concurso TRF1

O concurso TRF1 compreenderá as seguintes etapas de seleção:


  1. Prova Objetiva, de caráter eliminatório e classificatório, para todos os cargos;
  2. Prova Discursiva, de caráter eliminatório e classificatório, para todos os cargos;
  3. Teste de Avaliação Física, de caráter eliminatório, para Analista Judiciário - Área Administrativa - Inspetor de Polícia Judicial e para Técnico Judiciário - Área Administrativa - Agente da Polícia Judicial;
  4. Procedimento de Heteroidentificação para os candidatos que concorrerem à reserva de vagas para negros ou indígenas;
  5. Perícia médica para aqueles que concorrerem à reserva de vagas para candidatos com deficiência.


Todas as etapas serão realizadas nas seguintes capitais:

  • Belém PA;
  • Boa Vista RR;
  • Brasília DF;
  • Cuiabá MT;
  • Goiânia GO;
  • Macapá AP;
  • Manaus AM;
  • Palmas TO;
  • Porto Velho RO;
  • Rio Branco AC;
  • Salvador BA;
  • São Luís MA; e
  • Teresina PI.


Conheça o perfil das bancas e saia na frente nos concursos! Qconcursos Folha Dirigida disponibiliza o e-book "Perfil das Banca Organizadoras". Baixe gratuitamente e confira as características da FGV e mais!


Data e hora das provas objetivas e discursivas do TRF1

As provas objetivas e discursivas do concurso TRF1 serão aplicadas no dia 29 de setembro em dois momentos, sendo:


Analista Judiciário

Turno: manhã

Horário: das 8h às 13h


Técnico Judiciário

Turno: tarde

Horário: das 15h às 20h


Provas objetivas

As provas objetivas serão compostas de 80 questões de múltipla escolha, divididas entre conteúdos de Conhecimentos Gerais e Específicos.


Cada questão de múltipla escolha valerá 1 ponto, sendo 80 pontos a pontuação máxima da prova.


Veja os conteúdos cobrados em cada cargo:


Cargos: Analista Judiciário – área Administrativa – sem especialidade; técnico judiciário – sem especialidade; analista judiciário – área Judiciária; analista – oficial de justiça.

  • Língua Portuguesa: 20 questões;
  • Raciocínio Lógico e Matemático: seis questões;
  • Noções de Sustentabilidade: seis questões;
  • Noções de Direitos Humanos e Fundamentais e de Acessibilidade: oito questões; e
  • Conhecimentos Específicos: 40 questões.


Cargos: demais carreiras

  • Língua Portuguesa: 15 questões;
  • Raciocínio Lógico e Matemático: cinco questões;
  • Noções de sustentabilidade: cinco questões;
  • Noções de Direito Administrativo: oito questões;
  • Noções de Direito Constitucional: sete questões; e
  • Conhecimentos Específicos: 40 questões.


Será considerado aprovado nesta etapa, o candidato que acertar, no mínimo, 12 questões de Conhecimentos Gerais, 20 uestões de Conhecimentos Específicos e 40 questões do total da prova objetiva.


Em relação aos candidatos indígenas, negros e pessoas com deficiência, serão considerados aprovados os candidatos que alcançarem 20% inferior à nota mínima estabelecida para aprovação dos candidatos da ampla concorrência.


Prova discursiva

A prova discursiva será aplicada para todos os cargos e constará de uma redação, que valerá 20 pontos na soma da classificação final do candidato.


A redação deverá ter entre 15 e 20 linhas, escrita no gênero dissertativo-argumentativo.


Será atribuída nota 0 à prova de redação que for escrita de forma diversa daquelas especificadas no edital; estiver em branco; e/ou apresentar letra ilegível.


Teste de Avaliação Física (TAF)

Esta etapa será cobrada somente aos candidatos aos cargos de analista judiciário na especialidade inspetor de Polícia Judicial; e técnico judiciário na especialidade de agente da Polícia Judicial.


O TAF consistirá nos seguintes testes:

  1. Flexão de braço na barra fixa (homens): 3 repetições em 60 segundos
  2. Suspensão na barra fixa (mulher): 10 segundos
  3. Abdominal remador: 38 repetições em 60 segundos (homens) e 29 repetições em 60 segundos (mulheres)
  4. Corrida de 12 minutos: 2.400m (homens) e 2.000m (mulheres)


Classificação no concurso

A nota final consistirá na soma das notas obtidas na prova objetiva e siscursiva, sendo a classificação final definida após os critérios de desempate.


Os candidatos aprovados serão ordenados em classificação, de acordo com os valores decrescentes das notas finais no concurso.


Último concurso TRF1 

O último concurso do Tribunal Regional Federal da 1ª Região teve o edital publicado em 2017. O edital ofertou 20 vagas imediatas, além da formação de cadastro de reserva. 


A banca organizadora foi o Cebraspe e as etapas do concurso foram as seguintes: 


  • Prova objetiva, de caráter eliminatório e classificatório, para todos os cargos;
  • Prova discursiva, de caráter eliminatório e classificatório, para os cargos de nível superior
  • Prova prática de apanhamento taquigráfico, de caráter eliminatório e classificatório, somente para os cargos de Analista Judiciário – Área: Apoio Especializado – Especialidade: Taquigrafia e Técnico Judiciário – Área: Administrativa.
  • Prova de aptidão física, de caráter eliminatório, somente para o cargo de Técnico Judiciário – Área: Administrativa – Especialidade Segurança e Transporte.


As provas objetivas foram compostas por 120 questões do tipo certo ou errado. Já as provas discursivas, aplicadas apenas para o cargo de analista, foi composta por um texto dissertativo. 


Os candidatos inscritos para o cargo com especialidade em taquigrafia, aprovados nas etapas anteriores, foram convocados para a realização de prova prática. 


Enquanto isso, os candidatos inscritos para o cargo na área de segurança e transporte, foram convocados para o teste de aptidão física. 

Logo Qconcursos
Conteúdo Qconcursos
InstitutoTribunal Regional Federal da 1ª Região

Salário

Até R$ 16.035,69

Cargos

34

Vagas

19
AO VIVOVer todas
Imagem do vídeo principal

Concurso TSE Unificado tem data da prova alterada | Notícias de Concurso de Hoje #aovivo

Equipe Qconcursos