Mapa envia pedido de concurso com 857 vagas em vários cargos

O Ministério da Agricultura e Pecuária encaminhou um novo pedido de concurso Mapa ao MGI, para 857 vagas de níveis médio e superior. Confira!

Concursos Previstos
Autor:Mateus Carvalho
Publicado em:29/04/2024 às 14:52
Atualizado em:30/04/2024 às 10:59

O Ministério da Agricultura e Pecuária encaminhou um ofício que solicita a autorização para um novo concurso Mapa. O pedido visa ao preenchimento de 857 vagas em cargos de níveis médio e superior.


O ofício foi encaminhado pelo ministro da Agricultura e Pecuária, Carlos Fávaro, à ministra da Gestão e Inovação, Esther Dweck.


O objetivo do Mapa é preencher cargos vagos do Plano Geral de Cargos do Poder Executivo (PGPE).


De acordo com a pasta, é grande a carência de pessoal nas carreiras Administrativas.

"Todavia, constata-se que o quadro de pessoal administra vo nesta Pasta encontra-se com defasagem de mão de obra, em virtude do crescente número de aposentadorias, bem como do aumento do volume de trabalho. Vale destacar que não houve a realização de novos concursos voltados a essas a vidades administra vas nos úl mos 10 anos."

Conforme acessado pela Folha Dirigida por Qconcursos, a nota técnica encaminhada confirma a seguinte distribuição:

  • Administrador - 39 vagas;
  • Agente administrativo - 500 vagas;
  • Analista técnico administativo - 107 vagas;
  • Arquiteto - três vagas;
  • Arquivista - três vagas;
  • Assistente social - 13 vagas;
  • Bibliotecário - 17 vagas;
  • Contador - 14 vagas;
  • Engenheiro - 92 vagas;
  • Estatístico - dez vagas;
  • Nutricionista - duas vagas;
  • Médico - 24 vagas;
  • Psicólogo - nove vagas; e
  • Técnico em assuntos educacionais - 24 vagas.

Com exceção do agente administrativo, que requer somente o nível médio completo, todos os demais cargos têm como requisito o nível superior.


Na justificativa apresentada pelo Mapa para o novo concurso, a pasta alega que as carreiras da área finalística são predominantes no quadro de cargos, sendo PGPE com a segunda maior demanda, representando 29,4% dos cargos atualmente ocupados.


Entretanto, há uma grande parcela de cargos em extinção ou passíveis de provimento na tabela apresentada.


Veja dados disponibilizados pelo Mapa:


Além disso, o Mapa alega que, dentre os 1.578 servidores ativos do PGPE, um total de 709 já recebem abono de permanência.


Destaca-se, ainda, que nos últimos sete anos, 1.693 servidores se aposentaram dentro do plano geral.


Está estudando para concursos? Use o cupom Folha5 e garanta 5% de desconto na Ilimitada do Qconcursos!

Concurso Mapa: cronograma prevê edital em 2025

Se autorizado pelo Governo Federal ao longo deste ano, o Mapa pretende realizar o seu novo concurso em 2025. Inclusive, a nota técnica traz um cronograma previsto.


De acordo com o Ministério da Agricultura e Pecuária, a previsão é contratar a banca organizadora em janeiro. Já o edital, se o prazo for cumprido, sairá em fevereiro do próximo ano.


A aplicação das provas está programada para agosto, enquanto a nomeação dos aprovados está prevista para dezembro de 2025. Veja as previsões a seguir:


No ano passado, o MGI autorizou mais de 500 vagas do Plano Geral de Cargos do Poder Executivo (PGPE) para quatro ministérios, sendo eles: o próprio Ministério da Gestão e da Inovação em Serviços Públicos (MGI); o MDIC; o MPO; e o MPI.


As oportunidades foram inseridas no Concurso Nacional Unificado, cujas provas serão aplicadas em 5 de maio.


O Mapa também tem vagas no CNU, autorizadas em 2023, porém para os cargos de auditor e da carreira de Ciência e Tecnologia.


>>>Participe agora do nosso Grupo do Telegram e fique por dentro das principais notícias do mundo dos concursos!

Mapa solicita novo concurso com mais de 800 vagas para suprir carência de pessoal

(Foto: Roque de Sá/Agência Senado)


Mapa oferece 520 vagas no Concurso Unificado

Neste ano, o Mapa vai preencher, pelo menos, 520 vagas por meio do Concurso Público Nacional Unificado. A pasta foi contemplada com autorizações no último ciclo e vai preencher cargos de níveis médio/técnico e superior.


As chances para o Mapa estão agrupadas em 5 dos 8 blocos temáticos disponíveis, de acordo com afinidades dos cargos e temas de atuação.


Deste total, 440 estão destinadas ao Ministério da Agricultura e 80 para o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet).


Confira a seguir confira como ficou a distribuição por bloco dos cargos do concurso do Mapa:


Veja as vagas da Mapa por bloco temático:

Bloco 1: Infraestrutura, Exatas e Engenharias: duas vagas

  • analista em ciência e tecnologia - Engenharia Elétrica ou Eletrônica: duas vagas

Bloco 2: Tecnologia, Dados e Informação: 20 vagas

  • analista em ciência e tecnologia - Tecnologia da Informação: 20 vagas; 

Bloco 3: Trabalho e Saúde do Servidor: 240 vagas

  • auditor-fiscal federal agropecuário - Engenheiro Agrônomo (com registro no Conselho de Classe): 116 vagas;
  • auditor-fiscal federal agropecuário - Médico Veterinário (com registro no Conselho de Classe): 55 vagas;
  • auditor-fiscal federal agropecuário - Químico (com registro no Conselho de Classe): 12 vagas;
  • auditor-fiscal federal agropecuário - Farmácia: 11 vagas;
  • auditor-fiscal federal agropecuário - Zootecnista (com registro no Conselho de Classe): 6 vagas;
  • tecnologista - Meteorologista ou Ciências Atmosféricas: 40 vagas.

Bloco 7: Gestão Governamental e Administração Pública: 18 vagas

  • analista em Ciência e Tecnologia - qualquer área de conhecimento: 18 vagas

Bloco 8: Nível intermediário: 240 vagas

  • agente de atividades agropecuárias - Curso Técnico Agrícola com registro Conselho de Classe: 100 vagas;
  • agente de inspeção sanitária e industrial de produtos de origem animal - Curso Técnico Agrícola com registro Conselho de Classe - 100 vagas;
  • técnico de laboratório - Curso Técnico em Biotecnologia, Análise Clínicas, Metrologia, Química, Agroindústria, Alimentos, Farmácia, Viticultura e Enologia, com registro em Conselho de Classe: 40 vagas. 

Para ingressar nas carreiras, o candidato deve possuir a formação na respectiva área desejada.


No bloco intermediário, a exigência é o curso de nível médio/técnico, enquanto os demais exigirão o nível superior.


Para a carreira de analista em ciência e tecnologia, a formação poderá ser em qualquer área.


Em entrevista exclusiva à Folha Dirigida por Qconcursos, o vice-presidente do Anffa Sinfical, Ricardo Nascimento, falou sobre a lotação dos aprovados e a expectativa de mais convocações. Assista todos os detalhes:

Acelere sua aprovação! Baixe aqui o E-BOOK de "Técnicas de estudos para concursos", com dicas do diretor de Mentorias do Qconcursos, aprovado em 14 concursos públicos, Fernando Mesquita. Acesse gratuitamente!

Logo Qconcursos
Conteúdo Qconcursos
InstitutoMinistério da Agricultura e Pecuária

Salário

Até R$ 15.897,33

Cargos

12

Vagas

520
AO VIVOVer todas
Imagem do vídeo principal

Concurso TRF: Principais Erros e Como Evitá-los

Equipe Qconcursos