Concurso PRF: 'há demanda por mais efetivo', diz diretor-geral

Diretor-geral Antônio Fernando confirma o desejo por mais efetivo e reforça que aumento da validade do concurso PRF é para ampliar quadro.

Concursos Previstos
Autor:Mateus Carvalho
Publicado em:08/04/2024 às 15:29
Atualizado em:08/04/2024 às 15:48

O diretor-geral da Polícia Rodoviária Federal, Antônio Fernando Oliveira, confirmou que a prorrogação da validade do concurso PRF tem o objetivo de receber mais efetivo. Ele reforçou, ainda, o desejo de aumentar o quadro da corporação.


Em entrevista à Globo News, o chefe da corporação comentou sobre a captura dos foragidos em Mossoró RN e destacou a questão do efetivo.

"É preciso um efetivo. Inclusive, nós temos uma demanda junto ao governo para que possamos aumentar o nosso efetivo, completando o número de cargos vagos que temos. Há um cadastro de reserva do último concurso, que está válido, pois eu prorroguei a validade deste concurso, para que tivéssemos o aumento do efetivo tão necessário hoje para a Polícia Rodoviária Federal - principalmente em regiões de difícil fixação (...) é uma demanda do governo, aumentar o policiamento na região de fronteira", disse.

Vale lembrar que, conforme apurado pela Folha Dirigida por Qconcursos, o último pedido da PRF para a chamada de excedentes foi negado pelo Ministério da Gestão e Inovação (MGI).


Em março, o próprio diretor-geral da PRF, Antônio Fernando, chegou a informar que a solicitação de excedentes estaria em negociação. No entanto, ao que tudo indica, não houve avanço para um desfecho positivo.


Atualmente, a intenção da PRF é chamar 238 aprovados, que aguardam convocação para o curso de formação (CFP), nomeá-los e e chegar ao limite permitido em lei de 13.098 policiais rodoviários federais.


Para isso, o último concurso PRF teve o prazo de validade prorrogado até dezembro de 2025.


Dados da comissão de aprovados revelam que ainda existem cerca de 1.400 aprovados no último concurso PRF, realizado em 2021, que ainda podem ser convocados.


Portanto, mesmo que a PRF consiga o aval para preencher os 238 cargos que ainda estão vagos e permitidos em lei, ainda restariam mais de mil excedentes no cadastro de reserva.


+ Assista a aulas gratuitas e antecipe seus estudos para o próximo concurso PRF. Conquiste a sua aprovação!

Antônio Fernando é diretor-geral da PRF e confirma desejo por aumento do efetivo e prorrogação do concurso

(Foto: Governo Federal)


PRF precisará criar novos cargos

Caso atinja o permitido em lei, a PRF não terá mais como chamar aprovados - seja eles excedentes ou provimentos de um novo concurso público. Para isso, será necessária a criação de novos cargos.


A Polícia Rodoviária Federal encaminhou uma proposta de ampliação do quadro legal de cargos ao Ministério da Justiça. Nela, são considerados aspectos técnicos e contingenciais relacionados, principalmente, à redução do poder de fiscalização e policiamento.


Sem as devidas autorizações, a PRF já confirmou que não será possível tomar quaisquer providências, seja no tocante ao aumento de cargos de policial ou da convocação de candidatos excedentes aprovados no concurso.


O envio da proposta para aumento do efetivo foi confirmado em documento acessado pela Folha Dirigida por Qconcursos, que está assinado pelo diretor-executivo da Polícia Rodoviária Federal, Antônio Azevedo


>>> Participe agora do nosso Grupo do Telegram e fique por dentro das principais notícias do mundo dos concursos!

Concurso PRF tem pedido para edital com 4.902 vagas

Em 2023, a corporação ainda enviou um pedido de autorização de novo concurso PRF para a área Policial. O objetivo era o de preencher 4.902 vagas na sua única carreira, de policial rodoviário federal.


Mas, você pode estar se perguntando: "Como isso é possível, se a PRF não tem cargos vagos suficientes?"


Simples! A partir deste pedido, a corporação já levou em consideração a aprovação da proposta para aumento do quadro.


Segundo a PRF, o desejo é chegar ao efetivo máximo de 18 mil policiais e, se autorizado o concurso para o total de vagas, a formação ocorrerá em oito turmas.


A PRF, no entanto, pondera que não há uma previsão para a realização destes concursos, pois depende da autorização.

"(...) a Divisão de Seleção e Provimento, esclarece que houve solicitação ao Ministério da Justiça de novos concursos para os cargos de Policial Rodoviário Federal e de Agente Administrativo, mas não há previsão de publicação e/ou de data estabelecida para a divulgação de novo edital, tampouco autorização."

Também foi solicitado um edital com 219 vagas para agente, de nível médio.

O que é preciso para ser um PRF?

A carreira de policial rodoviário federal da PRF é destinada a candidatos com nível superior em qualquer área. Além disso, é preciso ter Carteira Nacional de Habilitação (CNH) na categoria B ou superior.


A PRF exige que o candidato tenha, na data da matrícula no Curso de Formação Profissional, idade mínima de 18 anos e máxima de 65 anos. Podem concorrer candidatos de ambos os sexos.


O concurso costuma ser de âmbito nacional, ou seja, traz oportunidades em todo o Brasil.


Realizado em 2021, o último concurso da PRF trouxe oferta de 1.500 vagas imediatas.


As oportunidades foram destinadas à carreira de policial rodoviária federal, com iniciais de R$10.357,88, já somada com o auxílio-alimentação de R$458 (valor da época), para jornada de horas.


Antecipe seus estudos para a Polícia Rodoviária Federal. Veja dicas de Legislação:


O processo de um concurso público é cheio de termos técnicos e específicos. Baixe o e-book gratuito “Dicionário dos concursos e compreenda exatamente o que está escrito nos editais. Acesse aqui!

Logo Qconcursos
Conteúdo Qconcursos
InstitutoPolícia Rodoviária Federal

Salário

Até R$ 9.899,87

Cargos

2

Vagas

9804
PRÓXIMA LIVEVer todas
Imagem do vídeo principal

CNU - Bloco 8: Aula de Direito Constitucional | #maratonaqc

Equipe Qconcursos