Concurso Unificado: confira as 220 cidades de aplicação de provas

As provas do Concurso Nacional Unificado serão realizadas em 220 municípios. Confira a relação completa das cidades confirmadas!

Concursos Previstos
Autor:Mateus Carvalho
Publicado em:13/01/2024 às 08:00
Atualizado em:15/01/2024 às 13:01

O Concurso Público Nacional Unificado (CPNU), ou Enem dos Concursos como vem sendo chamado, teve seus editais publicados.


Além da estrutura de provas definida, agora, os interessados também podem conferir a lista oficial dos 220 municípios de aplicação de provas.


Veja a seguir a lista completa!


O Concurso Público Nacional Unificado será composto pelas seguintes fases:

  • 1ª fase: provas objetivas e discursivas;
  • 2ª fase: perícia médica (avaliação biopsicossocial);
  • 3ª fase: procedimento de verificação da condição declarada: reserva de vagas para pessoas negras; e
  • 4ª fase: procedimento de verificação documental complementar: reserva de vagas a indígenas. 

Haverá ainda avaliação de títulos para alguns cargos.


As provas objetivas e discursivas serão realizadas no dia 5 de maio, em dois turnos, nas seguintes cidades:


Região Norte

Acre

  • Cruzeiro do Sul; e
  • Rio Branco.

Amazonas

  • Coari;
  • Itacoatiara;
  • Lábrea;
  • Manaus;
  • Manicoré;
  • Parintins;
  • São Gabriel da Cachoeira;
  • Tabatinga: e
  • Tefé.

Amapá

  • Laranjal do Jari;
  • Macapá; e
  • Oiapoque.

Pará

  • Ananindeua;
  • Altamira;
  • Belém;
  • Bragança;
  • Breves;
  • Cametá;
  • Itaituba;
  • Marabá;
  • Monte Alegre;
  • Oriximiná;
  • Paragominas;
  • Parauapebas;
  • Redenção;
  • Santana do Araguaia;
  • Santarém;
  • São Félix do Xingu; e
  • Tucuruí.

Rondônia

  • Ariquemes;
  • Ji-Paraná;
  • Porto Velho; e
  • Vilhena.

Roraima

  • Boa Vista; e
  • Rorainópolis.

Tocantins

  • Araguaína;
  • Gurupi; e
  • Palmas.

Região Nordeste

Alagoas

  • Arapiraca; e
  • Maceió.

Bahia

  • Barreiras;
  • Bom Jesus da Lapa;
  • Brumado;
  • Camaçari;
  • Eunápolis;
  • Feira de Santana;
  • Guanambi;
  • Ilhéus;
  • Irecê;
  • Itaberaba;
  • Jacobina;
  • Jequié;
  • Lauro de Freitas;
  • Paulo Afonso;
  • Ribeira do Pombal;
  • Salvador;
  • Teixeira de Freitas; e
  • Vitória da Conquista.

Ceará

  • Caucaia;
  • Crateús;
  • Fortaleza;
  • Iguatu;
  • Juazeiro do Norte;
  • Maracanau;
  • Quixadá;
  • Sobral.

Maranhão

  • Bacabal;
  • Balsas;
  • Caxias;
  • Chapadinha;
  • Imperatriz;
  • Pinheiro;
  • Presidente Dutra;
  • Santa Inês; e
  • São Luís.

Paraíba

  • Campina Grande;
  • João Pessoa;
  • Patos; e
  • Sousa.

Pernambuco

  • Caruaru;
  • Garanhuns;
  • Jaboatão dos Guararapes;
  • Olinda;
  • Petrolina;
  • Recife; e
  • Serra Talhada.

Piauí

  • Bom Jesus;
  • Corrente;
  • Floriano;
  • Parnaíba;
  • Picos;
  • São Raimundo Nonato; e
  • Teresina.

Rio Grande do Norte

  • Caicó;
  • Mossoró;
  • Parnamirim; e
  • Natal.

Sergipe

  • Aracaju; e
  • Itabaiana.

Região Centro Oeste

Distrito Federal

  • Brasília.

Goiás:

  • Aparecida de Goiânia;
  • Catalão;
  • Goianésia;
  • Goiânia;
  • Iporá;
  • Itumbiara;
  • Mineiros;
  • Porangatu; e
  • Rio Verde.

Mato Grosso do Sul

  • Campo Grande;
  • Corumbá;
  • Dourados; e
  • Três Lagoas.

Mato Grosso

  • Alta Floresta;
  • Barra do Garças;
  • Cáceres;
  • Cuiabá;
  • Rondonópolis;
  • Sinop;
  • Tangará da Serra; e
  • Várzea Grande.

Região Sudeste

Espírito Santo

  • Cachoeira do Itapemirim;
  • Colatina;
  • São Mateus;
  • Serra;
  • Vitória; e
  • Vila Velha.

Minas Gerais

  • Almenara;
  • Araçuaí;
  • Araxá;
  • Belo Horizonte;
  • Betim;
  • Contagem;
  • Curvelo;
  • Diamantina;
  • Divinópolis;
  • Governador Valadares;
  • Ipatinga;
  • Ituiutaba;
  • Janaúba;
  • Januária;
  • Juiz de Fora;
  • Lavras;
  • Montes Claros;
  • Muriaé;
  • Paracatu;
  • Passos;
  • Patos de Minas;
  • Pirapora;
  • Pouso Alegre;
  • Teófilo Otoni;
  • Uberaba; e
  • Uberlândia.

Rio de Janeiro

  • Belford Roxo;
  • Cabo Frio;
  • Campos dos Goytacazes;
  • Duque de Caxias;
  • Niterói;
  • Nova Iguaçu;
  • Petrópolis;
  • Rio de Janeiro;
  • São Gonçalo;
  • São João de Meriti; e
  • Volta Redonda.

São Paulo

  • Araçatuba;
  • Bauru;
  • Caçapava;
  • Campinas;
  • Guarulhos;
  • Hortolândia;
  • Itapeva;
  • Jacareí;
  • Mauá;
  • Marília;
  • Mogi das Cruzes;
  • Osasco;
  • Paulínia;
  • Piracicaba;
  • Presidente Prudente;
  • Ribeirão Preto;
  • Santo André;
  • São Bernardo do Campo;
  • São Caetano do Sul;
  • São José do Rio Preto;
  • São José dos Campos;
  • São Paulo;
  • Santos;
  • Sorocaba;
  • Taboão da Serra;
  • Valinhos; e
  • Vinhedo.

Região Sul

Paraná

  • Cascavel;
  • Curitiba;
  • Guarapuava;
  • Londrina;
  • Maringá;
  • Paranaguá;
  • Ponta Grossa; e
  • Umuarama.

Rio Grande do Sul

  • Bagé;
  • Caxias do Sul;
  • Passo Fundo;
  • Pelotas;
  • Porto Alegre;
  • Santa Cruz do Sul;
  • Santa Maria;
  • Santo Ângelo; e
  • Uruguaiana.

Santa Catarina

  • Blumenau;
  • Caçador;
  • Chapecó;
  • Criciúma;
  • Florianópolis;
  • Joinville; e
  • Lages.


Os destaques são os Estados de Minas Gerais e São Paulo, que receberão a aplicação das provas do CPNU em 26 e 27 municípios, respectivamente.


Inicialmente, a previsão eram aplicar provas em 180 cidades. Em seguida, foram incluídas mais 40 cidades, totalizando 220 municípios.


Ainda segundo a da Gestão e da Inovação em Serviços Públicos, Esther Dweck, é possível que novos locais sejam incluídos, caso o concurso ultrapasse a previsão de inscritos do governo.


Vale destacar que a cidade de prova não necessariamente será o local de lotação do servidor, em caso de aprovação.


Neste caso, a escolha será feita pelo órgão e conforme seus respectivos locais de lotação expostos nos editais.


Prepare-se para o Concurso Nacional Unificado. Confira aqui material exclusivo e as últimas informações sobre os editais!

Concurso Nacional Unificado terá provas aplicadas em 220 cidades do país

(Foto: Edilson Rodrigues/Agência Senado)

Concurso Unificado oferece mais de 6 mil vagas

O Concurso Unificado consiste em um projeto inovador do governo para centralizar os editais federais autorizados em 2023, com um único dia de provas.


A proposta é democratizar o acesso ao serviço público. Uma vez que as provas serão capilarizadas, no estilo do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), e não somente nas capitais dos estados e no Distrito Federal.


As mais de 6 mil vagas do Concurso Unificado estão distribuídas por mais de 20 órgãos do Poder Executivo Federal.


Tais oportunidades estão agrupadas em 8 blocos temáticos (cada um teve seu próprio edital publicado):

Cada bloco temático conta com diferentes órgãos e carreiras. Confira aqui a lista completa!


Uma mesma pessoa poderá concorrer a diferentes vagas, pagando apenas uma taxa de inscrição.

Como fazer a inscrição no Concurso Unificado?

As inscrições ficarão abertas de 19 de janeiro a 9 de fevereiro, pela página do Concurso Público Nacional Unificado.


A inscrição será feita por meio da conta GOV.BR, em qualquer nível (ouro, prata e bronze). Depois de autenticar a conta, o candidato será redirecionado ao site da Fundação Cesgranrio, banca organizadora do concurso, para concluir o processo.


A taxa será de R$60, para cargos de nível médio, e de R$90, para os de nível superior.


Será permitida a inscrição para apenas um bloco temático.


Primeiro, o candidato deverá escolher o bloco e, em seguida, fazer um ranking de preferência. Isto é, elencar as carreiras que deseja concorrer por ordem de prioridade, desde que tenha os requisitos necessários.


Veja como funcionará o ranking de preferência:

  • escolher o bloco temático;
  • escolher os cargos;
  • ordenar preferência entre os cargos; e
  • ordenar preferência das especialidades.

ATENÇÃO! O candidato poderá concorrer a todos os cargos dentro do bloco temático! A aprovação ocorrerá conforme a indicação de preferência do candidato. Ele será alocado da maior preferência à menor preferência, caso tenha nota suficiente.


Quem for convocado para a segunda ou terceira opção, continuará na lista de espera dos cargos que listar com maior prioridade. 


Haverá isenção da taxa para quem se enquadrar em uma das seguintes situações:

  • inscritos no programa Cadastro Único (CadÚnico);
  • doadores de medula óssea;
  • seja ou tenha sido bolsista do ProUni; e
  • seja ou tenha sido financiado pelo Fies.

Os pedidos de isenção poderão ser feitos de 19 a 26 de janeiro, pela página do Concurso Público Nacional Unificado, mediante envio da documentação comprobatória.


Não esqueça! Durante o período de solicitação de inscrição, o candidato poderá realizar alteração do bloco temático, da opção de atendimento especial/sistema de concorrência de vagas reservadas e da cidade de realização das provas, sem custo adicional.


Resumo do Concurso Público Nacional Unificado

  • Instituto: mais de 20 órgãos do Executivo Federal
  • Situação atual: editais publicados
  • Banca: Fundação Cesgranrio
  • Cargos: diversos
  • Escolaridade: níveis médio e superior
  • Vagas: 6.640
  • Remuneração: até R$23.579,71
  • Inscrições: 19 de janeiro a 9 de fevereiro de 2024
  • Data da prova objetiva: 5 de maio

Saiba mais e comece a estudar para o concurso.


Quer ficar por dentro da banca do Concurso Público Nacional Unificado? Então baixe agora, gratuitamente, o E-BOOK do perfil da CESGRANRIO, com todas as informações sobre o chamado Enem dos Concursos. Clique aqui!

Como serão as provas do Concurso Unificado?

O Concurso Público Nacional Unificado será composto pelas seguintes fases:

  • 1ª fase: provas objetivas e discursivas;
  • 2ª fase: perícia médica (avaliação biopsicossocial);
  • 3ª fase: procedimento de verificação da condição declarada: reserva de vagas para pessoas negras; e
  • 4ª fase: procedimento de verificação documental complementar: reserva de vagas a indígenas. 

Haverá ainda avaliação de títulos para alguns cargos.


As provas objetivas e discursivas serão realizadas no dia 5 de maio, em dois turnos. A aplicação ocorrerá de forma simultânea em 220 cidades brasileiras.


Confira como será a aplicação por turno:

Turno da manhã (2h30 de prova)

  • cargos de nível médio: provas objetivas (20 questões) + redação;
  • cargos de nível superior: provas objetivas de Conhecimentos Gerais (20 questões) + prova discursiva de Conhecimento Específico do bloco.

Turno da tarde (3h30 de prova)

  • cargos de nível médio: provas objetivas (40 questões);
  • cargos de nível superior: provas objetivas de Conhecimentos Específicos (50 questões).

Será eliminado o candidato que obtiver aproveitamento inferior a 40% da pontuação nas provas objetivas de Conhecimentos Gerais e Específicos ou nota zero na prova discursiva.

Logo Qconcursos
Conteúdo Qconcursos

Salário

Até R$ 22.921,71

Cargos

9

Vagas

13280
PRÓXIMA LIVEVer todas
Imagem do vídeo principal

Concurso TRE Unificado - Aula de Direito Penal: Conflito aparente de leis penais

Equipe Qconcursos