Concursos MEC e MME têm 250 nomeações autorizadas pelo governo

Após a homologação dos resultados, o MGI autorizou as nomeações de aprovados nos concursos MEC e MME, para o preenchimento das vagas imediatas.

Autor:Mateus Carvalho
Publicado em:17/04/2024 às 08:15
Atualizado em:17/04/2024 às 09:21

O Ministério da Gestão e Inovação (MGI) autorizou as nomeações dos aprovados no concurso MEC e no concurso MME. Ao todo, os dois órgãos poderão realizar o provimento de 250 vagas imediatas.


As portarias com os avais constam no Diário Oficial da União desta quarta-feira, 17.


Ambos os concursos já tiveram seus resultados finais divulgados e estão homologados. Portanto, com o aval do MGI, os dois ministérios já podem proceder com a posse desses aprovados, de acordo com a clasificação.


Em março, Folha Dirigida por Qconcursos apurou que a nomeação dos aprovados estava em análise no MGI, restando este aval para as pastas iniciarem o processo de admissão.

Concurso MEC terá 220 nomeações

Para o Ministério da Educação, a portaria autoriza 220 nomeações, o equivalente ao total de vagas imediatas previsto no edital do concurso público.



Com o concurso MEC homologado, o prazo de validade de dois anos já começou a contar, ou seja, a seleção segue vigente até dezembro de 2025.


Durante esse tempo, o MEC ainda poderá usar o cadastro de reserva e chamar mais aprovados.


Para esses excedentes, se a pasta resolver solicitar, o permitido em lei é chamar 25% das vagas imediatas (cerca de 63 aprovados a mais), mediante autorização do Ministério da Gestão e Inovação.


Se restarem mais candidatos na lista de espera, o MEC poderá realizar o provimento mediante decreto presidencial.


Está estudando para concursos? Use o cupom Folha5 e garanta 5% de desconto na Ilimitada do Qconcursos!


A seleção visa preencher vagas efetivas na carreira de técnico em assuntos educacionais. A oferta total de 220 vagas foi dividida da seguinte forma:

  • 165 para disputa em ampla concorrência;
  • 11 para candidatos com deficiência; e
  • 44 para negros.

A remuneração da carreira pode chegar a R$6.913,90, se somado o auxílio-alimentação de R$658 reajustado este ano pelo Governo Federal.


O cargo de técnico em assuntos educacionais foi destinado a candidatos de nível superior em qualquer área de formação.


Os selecionados cumprirão jornada de trabalho de 40 horas. Todas as vagas são para lotação em Brasília DF, no próprio MEC.


>>>Participe agora do nosso Grupo do Telegram e fique por dentro das principais notícias do mundo dos concursos!

Ministério da Educação recebe aval do MGI para realizar as nomeações do concurso MEC

(Foto: Divulgação)

Concurso MME realizará a nomeação de 30 aprovados

Já para o Ministério de Minas e Energia, a portaria concede aval para a nomeação dos 30 candidatos aprovados. O quantitativo também equivale ao total de vagas imediatas previsto no edital do concurso MEC.



O concurso público do MME também já foi homologado e, por isso, o prazo de validade segue vigente por dois anos, ou seja, até janeiro de 2026.


Nesse período, a pasta poderá solicitar a nomeação de mais aprovados por meio do cadastro de reserva.


Assim como o MEC, o permitido em lei é chamar 25% das vagas imediatas (cerca de sete aprovados a mais), após autorização do MGI.


Se houver mais candidatos na lista de espera, o órgão poderá realizar o provimento adicional, mediante decreto assinado pelo presidente da República.


O concurso MME oferece vagas efetivas para o cargo de administrador. Para ingressar na carreira, foi requisitado o nível superior na área.


O processo de um concurso público é cheio de termos técnicos e específicos. Baixe o e-book gratuito “Dicionário dos concursos e compreenda exatamente o que está escrito nos editais. Acesse aqui!

Logo Qconcursos
Conteúdo Qconcursos
InstitutoMinistério da Educação

Salário

Até R$ 6.255,90

Cargos

1

Vagas

220
PRÓXIMA LIVEVer todas
Imagem do vídeo principal

Concurso Escrevente TJ SP - Gabarito do Simulado

Equipe Qconcursos