Concurso IBGE terá chamada imediata de aprovados, diz coordenador

Coordenador de Recursos Humanos do IBGE confirma chamada imediata de aprovados e pedido para excedentes no concurso. Confira!

Concursos Abertos
Autor:Bruna Somma
Publicado em:12/02/2024 às 15:28
Atualizado em:12/02/2024 às 15:29

O concurso IBGE tem 895 vagas abertas para ingresso de novos servidores em caráter efetivo. A seleção dos candidatos é feita pelo Concurso Público Nacional Unificado (CPNU), também chamado de Enem dos Concursos.


Em entrevista exclusiva à Folha Dirigida por Qconcursos, o coordenador de Recursos Humanos do IBGE, Bruno Malheiros falou sobre a previsão de chamada dos aprovados.


O resultado final do Concurso Unificado está previsto para ser divulgado em julho. Questionado sobre quando o IBGE deseja começar a convocação dos aprovados, o coordenador de RH respondeu que "imediatamente". 

“A nossa ideia é convocá-los imediatamente. É claro que tem o tempo para as pessoas fazerem os exames médicos e separarem os documentos. Mas a gente quer chamar as pessoas imediatamente”, afirmou Bruno Malheiros.

A proposta do instituto é para que os aprovados nas 895 vagas sejam chamados juntos. 


Em 2024, querer é poder! Com o Qconcursos sua aprovação não é um sonho. É o próximo passo. Assine já!

IBGE terá chamada imediata de aprovados no concurso

(Foto: GOV BR)


O coordenador de RH também confirmou que o IBGE fará um pedido para a chamada de 25% de excedentes, previsto na legislação.

“A ideia é que a gente solicite os 25% adicionais das vagas. E certamente tão logo a gente veja que esse edital está perdendo a validade, a gente vai solicitar novo concurso. O ideal seria que os concursos públicos acontecessem de forma mais rotineira”, destacou.

Vagas do concurso IBGE têm diferentes lotações

O edital do concurso traz diferentes lotações para os cargos, em todo país. Há destaque, por exemplo, para o Rio de Janeiro. O coordenador de RH explicou que isso se deve ao fato da sede do IBGE estar no Rio. 

“Hoje em torno de 40 a 42% dos servidores do IBGE estão lotados no Rio de Janeiro, que é onde a gente de fato faz a análise das pesquisas, faz a parte mais central. É como se fosse a matriz do IBGE, então a gente acaba tendo sempre mais vagas no Rio de Janeiro”, esclareceu.

Cada cargo do concurso tem sua própria lista de cidades onde há disponibilidade para lotação.


De acordo com Bruno Malheiros, a ideia é que os aprovados escolham sua lotação conforme a ordem de classificação. Isso significa que quem estiver em primeiro lugar terá prioridade na escolha.

“A ideia é tentar atender o interesse do IBGE em lotar essas pessoas nas áreas que a gente tem necessidade, mas também atender ao interesse do candidato de acordo, claro, com a sua colocação no concurso, para que ele vá para a localidade que ele tenha maior interesse”, detalhou o coordenador.

No caso das 300 vagas para cargos de nível médio, a lotação será direcionada para as agências que compõem a rede de coleta do IBGE.


“São as nossas agências que compõem a nossa rede de coleta e a grande maioria desses futuros servidores que vão entrar nas vagas de nível médio serão os responsáveis por essas agências. São eles que estarão lá na ponta, fazendo com que a gente capte da melhor forma possível os dados e informações estatísticas e geocientíficas para que elas possam ser trabalhadas, disse Bruno Malheiros.


Ele ainda completou: “os servidores de nível médio têm um papel estratégico no IBGE porque eles fazem parte da cadeia de produção e são uma parte essencial de coleta das informações. De forma a garantir que a gente tenha diferencial estratégico que é a nossa capilaridade, capaz de cobrir todo território brasileiro”.

Concurso IBGE tem salários iniciais de até R$10 mil

Os cargos do IBGE têm salários iniciais que variam de R$4.008,24 a R$10.223,67.


As 895 vagas disponíveis estão agrupadas em diferentes blocos temáticos. Só é possível se inscrever para um deles.


Confira os cargos e vagas disponíveis em cada bloco temático do CPNU:


Bloco 1: Infraestrutura, Exatas e Engenharias: 727 vagas

  • Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) - analista de gestão e infraestrutura em Informações Geográficas e Estatísticas (para as especialidades de Arquitetura, Engenharia Civil, Engenharia Elétrica, Engenharia Mecânica, Geoprocessamento): 13 vagas;
  • Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) - tecnologista em informações geográficas e estatísticas (para as especialidades de Geoprocessamento, Engenharia de Produção, Gestão em Pesquisa, Cartografia e Geodésia): 120 vagas.

Bloco 2: Tecnologia, Dados e Informação: 597 vagas

  • Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) - analista de planejamento, gestão e infraestrutura em Informações Geográficas e Estatísticas (para as especialidades de Desenvolvimento e Tecnologia da Informação; Redes e Telecomunicações; infraestrutura e suporte de Tecnologia da Informação): 70 vagas;
  • Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) - pesquisador em Informações Geográficas e Estatísticas - Estatística: 4 vagas;
  • Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) - tecnologista em informações geográficas e estatísticas (para as especialidades de Métodos Quantitativos; Ciência de Dados; Web Design e Produção Gráfica; Estatística): 48 vagas.

Bloco 3: Ambiental, Agrário e Biológicas: 530 vagas

  • Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) - pesquisador em Informações Geográficas e Estatísticas - Geografia: 2 vagas;
  • Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) - Tecnologista em Informações Geográficas e Estatísticas (para as especialidades de Análise Florestal; Análise Agrícola e Pecuária; Análise Ambiental; Biologia; Geografia): 27 vagas;

Bloco 5: Educação, Saúde, Desenvolvimento Social e Direitos Humanos: 1.016 vagas

  • Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) - analista de planejamento, gestão e infraestrutura em informações geográficas e estatísticas - Psicopedagogia: 1 vaga;
  • Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) - pesquisador em informações geográficas e estatísticas - Demografia: 2 vagas;
  • Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) - tecnologista em informações geográficas e estatísticas - Demografia: 1 vaga;

Bloco 6: Setores Econômicos e Regulação: 359 vagas

  • Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) - Analista de Planejamento, Gestão e
  • Infraestrutura em Informações Geográficas e Estatísticas - Relações Internacionais: 3 vagas;
  • Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) - Tecnologista em Informações Geográficas e Estatísticas - Economia: 29 vagas;

Bloco 7: Gestão Governamental e Administração Pública: 1.748 vagas

  • Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) - Analista de Planejamento, Gestão e Infraestrutura em Informações Geográficas e Estatísticas - Ciências Contábeis e Gestão de Pesquisa: 26 vagas;
  • Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) - Analista de Planejamento, Gestão e Infraestrutura em Informações Geográficas e Estatísticas - Planejamento, Orçamento e Gestão Administrativa, Auditoria e Corregedoria: 152 vagas;
  • Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) - Analista de Planejamento, Gestão e Infraestrutura em Informações Geográficas e Estatísticas - Letras (português-inglês): 4 vagas;
  • Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) - Analista de Planejamento, Gestão e Infraestrutura em Informações Geográficas e Estatísticas - Educação Corporativa e Administração Escolar: 6 vagas;
  • Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) - Tecnologista em Informações Geográficas e Estatísticas - Planejamento e Gestão Técnica, Planejamento e Gestão Administrativa: 41 vagas;
  • Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) - Tecnologista em Informações Geográficas e Estatísticas - Arquivologia: 2 vagas;
  • Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) - Tecnologista em Informações Geográficas e Estatísticas - Biblioteconomia: 4 vagas;
  • Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) - Tecnologista em Informações Geográficas e Estatísticas - Comunicação Social: 28 vagas;
  • Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) - Tecnologista em Informações Geográficas e Estatísticas - História: 2 vagas;
  • Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) - Tecnologista em Informações Geográficas e Estatísticas - Produção Audiovisual e Publicidade e Propaganda: 10 vagas;

Bloco 8: Nível intermediário: 300 vagas

  • técnico em informações geográficas e estatísticas: 300 vagas.

A contratação será pelo regime estatutário, que garante a estabilidade empregatícia.


Os servidores do IBGE ainda têm direito a retribuição de titulação e aos benefícios concedidos a todos os servidores federais, como auxílio-saúde, auxílio-alimentação, auxílio-transporte, auxílio-creche.


A evolução na carreira é feita por tempo e por desempenho. 

Resumo concurso IBGE

  • Instituto: Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística
  • Situação atual: inscrições encerradas
  • Banca: Fundação Cesgranrio
  • Cargos: diversos
  • Escolaridade: níveis médio e superior
  • Vagas: 895 (oferecidas no Concurso Público Nacional Unificado)
  • Remuneração: até R$10 mil
  • Inscrições: 19 de janeiro a 9 de fevereiro
  • Data da prova objetiva: 5 de maio

Saiba mais e comece a estudar para o concurso!

Veja detalhes sobre as provas do Concurso Unificado

O Concurso Público Nacional Unificado será composto pelas seguintes fases:

  • 1ª fase: provas objetivas e discursivas;
  • 2ª fase: perícia médica (avaliação biopsicossocial);
  • 3ª fase: procedimento de verificação da condição declarada: reserva de vagas para pessoas negras; e
  • 4ª fase: procedimento de verificação documental complementar: reserva de vagas a indígenas. 

Haverá ainda avaliação de títulos para alguns cargos.


As provas objetivas e discursivas serão realizadas no dia 5 de maio, em 220 cidades espalhadas pelo país, divididas em dois turnos. Confira:


Turno da manhã (2h30 de prova)

  • Para cargos de nível médio: provas objetivas (20 questões) + redação; e
  • para cargos de nível superior: provas objetivas de Conhecimentos Gerais (20 questões) + prova discursiva Específica do bloco.

Turno da tarde (3h30 de prova)

  • Para cargos de nível médio: provas objetivas (40 questões); e
  • para cargos de nível superior: provas objetivas de Conhecimentos Específicos (50 questões).

Para os cargos de nível médio, do Bloco 8, as provas objetivas terão questões de Língua Portuguesa, Noções de Direito, Matemática e Realidade Brasileira. Nesse caso, a discursiva será uma redação. 


Já para os cargos de nível superior, na parte objetiva, os concorrentes deverão responder a questões sobre Políticas Públicas e Conhecimentos Específicos, a depender do bloco temático escolhido. Na discursiva, será cobrada uma questão sobre Conhecimentos Específicos.


Quer ficar por dentro das notícias sobre concursos? Acompanhe o nosso canal no Telegram!