Concurso MP TO registra 15,7 mil inscritos; veja concorrência!

O concurso público do MP TO registrou mais de 15,7 mil inscritos para os cargos de técnico e analista, de níveis médio e superior. Veja a demanda!

Autor:Mateus Carvalho
Publicado em:27/02/2024 às 16:07
Atualizado em:27/02/2024 às 16:21

O Ministério Público de Tocantins registrou mais de 15,7 mil inscritos no concurso MP TO para a área de Apoio. A próxima etapa serão as provas, marcadas para março.


A carreira mais procurada foi a de técnico ministerial, com foco no cargo de assistente administrativo, sendo 9.705 concorrentes para 20 vagas imediatas. A carreira também conta com 50 oportunidades em cadastro de reserva.


Para o analista ministerial, a área mais buscada foi Pedagogia, com 1.057 inscritos.


Ao todo, são 15.708 concorrentes na disputa por 62 vagas imediatas, além de 270 para a formação de um cadastro de reserva. As oportunidades são em cargos de níveis médio e superior


+ Veja aqui a concorrência completa!


As inscrições foram recebidas até janeiro.


Veja as principais datas do concurso público para o Ministério Público do Tocantins:

  • término das inscrições: 19 de janeiro;
  • último dia para pagamento da taxa: 26 de janeiro;
  • divulgação do edital que informará a disponibilização da consulta aos locais de provas: 19 de fevereiro;
  • aplicação das provas objetivas e discursivas: 3 de março;
  • divulgação dos gabaritos: a partir do dia 5 de março;
  • prazo recursal contra os gabaritos e questões da prova: entre 6 e 7 de março; e
  • divulgação do resultado: 26 de março.

A convocação para as provas já está disponível para os candidatos.


Os concorrentes devem acessar o site do Cebraspe para acessar o cartão de convocação, com todas as informações.

Concurso MP TO terá provas em março

Os candidatos do concurso MP TO serão avaliados por meio de provas objetivas e discursivas no dia 3 de março.


Os candidatos vão responder a 120 questões do tipo "certo" ou "errado", sendo elas de:

  • Língua portuguesa; 
  • Legislação aplicada ao MPTO;
  • Noções de direito administrativo;
  • Noções de direito constitucional; 
  • Atualidades (apenas para prova discursiva dos cargos de nível médio); e
  • Conhecimentos Específicos. 

Já as provas discursivas serão compostas por duas questões, para os cargos de nível superior, e uma redação, para os de nível médio. 


> Participe agora do nosso Grupo do Telegram e fique por dentro das principais notícias do mundo dos concursos!

Concurso MP TO tem aplicação das provas objetivas e discursivas marcadas para março

(Foto: Divulgação)


Resumo do concurso MP TO

  • Instituto: Ministério Público do Tocantins
  • Situação atual: edital publicado 
  • Banca: Cebraspe
  • Cargos: analista e técnico ministerial
  • Escolaridade: níveis médio e superior
  • Vagas: 54
  • Remuneração: de R$4.657,34 a até R$10.056,33
  • Inscrições: de 5 a 19 de janeiro de 2024
  • Data da prova objetiva: 3 de março de 2024

+ Saiba mais e comece a estudar para o concurso MP TO

O que precisa para ser aprovado nas provas?

Para ser aprovado na prova objetiva do concurso MP TO, o candidato deverá:

  • obter, pelo menos, dez pontos na prova objetiva de Conhecimentos Gerais P1;
  • obter, pelo menos, 21 pontos na prova objetiva de Conhecimentos Específicos P2; e
  • obter, pelo menos, 36 pontos no conjunto das provas objetivas.

Somente os aprovados na prova objetiva terão a correção na discursiva.


Prepare-se para o concurso MP TO com dicas de Língua Portuguesa

MP TO poderá chamar 332 aprovados

Publicado em janeiro, o edital do concurso MP TO trouxe uma oferta de 54 vagas, mas teve a sua oferta elevada para 62 oportunidades.


Além dessas vagas imediatas, estão previstos mais 270 provimentos por meio do cadastro de reserva, que poderão ocorrer ao longo do prazo de validade do concurso.


Veja abaixo as vagas e salários oferecidos no concurso MP TO:


Nível Médio

Técnico ministerial especializado: técnico em fotografia

Requisitos: certificado de conclusão de curso de nível médio (antigo segundo grau), expedido por instituição de ensino reconhecida pelo MEC, com habilitação na área técnica de Fotografia. 

Remuneração: R$5.184,60

Vagas: 1 + 5CR


Técnico ministerial especializado: técnico em contabilidade

Requisitos: certificado de conclusão de curso de nível médio, expedido por instituição de ensino reconhecida pelo MEC, com habilitação na área técnica em Contabilidade. 

Remuneração: R$5.184,60

Vagas: 4 + 20CR


Técnico ministerial especializado: técnico em eletricidade

Requisitos: certificado de conclusão de curso de nível médio, expedido por instituição de ensino reconhecida pelo MEC, com habilitação na área técnica em Eletricidade. 

Remuneração: R$5.184,60

Vagas: 1 + 5CR


Técnico ministerial especializado: técnico em informática

Requisitos: certificado de conclusão de curso de nível médio (antigo segundo grau), expedido por instituição de ensino reconhecida pelo MEC, com habilitação na área técnica de Informação – Programação. 

Remuneração: R$5.184,60

Vagas: 9 + 45CR


Técnico ministerial especializado: técnico em eletricidade

Requisitos: certificado de conclusão de curso de nível médio, expedido por instituição de ensino reconhecida pelo MEC, com habilitação na área técnica em Eletricidade 

Remuneração: R$5.184,60

Vagas: 1 + 5CR


Técnico ministerial especializado: técnico em telecomunicações

Requisitos: certificado de conclusão de curso técnico profissionalizante em Telecomunicações, equivalente ao Ensino Médio, certificado por Instituição de ensino legalmente habilitada na área. 

Remuneração: R$5.184,60

Vagas: 1 + 5CR


Técnico ministerial: assistente administrativo

Requisitos: certificado de conclusão de curso de nível médio (antigo segundo grau), expedido por instituição de ensino reconhecida pelo MEC.

Remuneração: R$4.657,34

Vagas: 20 + 50CR


Nível superior

Analista ministerial especializado: Administração de Banco de Dados

Requisitos: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação de nível superior na área de Tecnologia da Informação (Sistemas de Informação, Ciências da Computação ou equivalente), fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC). 

Remuneração: R$10.056,33

Vagas: 1 + 10CR


Analista ministerial especializado: Administração de Infraestrutura de Tecnologia da Informação

Requisitos: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação de nível superior na área de Tecnologia da Informação (Sistemas de Informação, Ciências da Computação ou equivalente), fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC.

Remuneração: R$10.056,33

Vagas: 1 + 10CR


Analista ministerial especializado: Administração e Segurança de Redes

Requisitos: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação de nível superior na área de Tecnologia da Informação (Sistemas de Informação, Ciências da Computação ou equivalente), fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC.

Remuneração: R$10.056,33

Vagas: 1 + 10CR


Analista ministerial especializado: Análise de Sistemas

Requisitos: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de nível superior na área de Computação e Informática (Sistemas de Informação, Ciências da Computação ou equivalente), fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC.

Remuneração: R$10.056,33

Vagas: 2 + 15CR


Analista ministerial especializado: Arquitetura e Urbanismo

Requisitos: diploma, devidamente registrado, de curso de graduação de nível superior em Arquitetura e Urbanismo, fornecido por instituição de ensino superior oficialmente reconhecida pelo MEC, e registro profissional no Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Brasil (CAU BR).

Remuneração: R$10.056,33

Vagas: 1 + 5CR


Analista ministerial: Assistência Social

Requisitos: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação de nível superior em Serviço Social, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC, e registro no Conselho Regional de Serviço Social

Remuneração: R$10.056,33

Vagas: 2 + 15CR


Analista ministerial especializado: Biblioteconomia

Requisitos: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação de nível superior em Biblioteconomia, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC, e registro no Conselho Regional de Biblioteconomia.

Remuneração: R$10.056,33

Vagas: 1 + 5CR


Analista ministerial especializado: Ciências Contábeis

Requisitos: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação de nível superior em Ciências Contábeis, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC, e registro no órgão de classe específico

Remuneração: R$10.056,33

Vagas: 2 + 10CR


Analista ministerial especializado: Engenharia Civil

Requisitos: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação em Engenharia Civil, fornecido por instituição oficial de ensino reconhecida pelo MEC, e registro no órgão de classe correspondente

Remuneração: R$10.056,33

Vagas: 1 + 5CR


Analista ministerial especializado: Jornalismo

Requisitos: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação em Jornalismo ou Comunicação Social, fornecido por instituição oficial de ensino reconhecida pelo MEC.

Remuneração: R$10.056,33

Vagas: 1 + 5CR


Analista ministerial especializado: Letras 

Requisitos: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação em Letras, fornecido por instituição oficial de ensino reconhecida pelo MEC.

Remuneração: R$10.056,33

Vagas: 1 + 5CR


Analista ministerial especializado: Medicina

Requisitos: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação em Medicina, fornecido por instituição oficial de ensino reconhecida pelo MEC, e registro no órgão de classe correspondente.

Remuneração: R$10.056,33

Vagas: 10CR


Analista ministerial especializado: Odontologia

Requisitos: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação em Odontologia, fornecido por instituição oficial de ensino reconhecida pelo MEC, e registro no órgão de classe correspondente.

Remuneração: R$10.056,33

Vagas: 1 + 5CR


Analista ministerial especializado: Pedagogia

Requisitos: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação em Pedagogia, fornecido por instituição oficial de ensino reconhecida pelo MEC.

Remuneração: R$10.056,33

Vagas: 1 + 15CR


Analista ministerial especializado: Psicologia

Requisitos: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação de nível superior em Psicologia, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC, e registro no Conselho Regional de Psicologia

Remuneração: R$10.056,33

Vagas: 2 + 15CR.


Fique por dentro dos concursos!