Aprovado no concurso TJ SP, Ricardo Baronovsky conta trajetória

Ricardo Baronovsky soma 8 anos prestando concursos e dezenas de reprovações, até colecionar 23 aprovações e assumir um cargo no TJ SP.

Aprovados em Concursos
Autor:Júlia Sestero
Publicado em:24/05/2024 às 14:07
Atualizado em:10/06/2024 às 11:42

Conquistar um cargo público não é fácil. Afinal, requer muito estudo e foco. E a chave para ser aprovado, é não desistir. É o que ensina a trajetória do Coordenador de Educação do Qconcursos, Mentor e Assistente Jurídico do TJ SP, Ricardo Baronovsky.


Exemplo de resiliência, Ricardo Baronovsky, tem uma história de superação significativa no mundo dos concursos. 


Até conquistar mais de 20 aprovações em concursos públicos, Ricardo enfrentou dezenas de reprovações. 


A motivação, determinação e resiliência foram o divisor de águas para ele trilhar uma carreira profissional de sucesso no setor público.


O começo da jornada de Baronovsky no serviço público

Ao todo, foram 8 anos prestando concursos, muitos erros no caminho e muito aprendizado para que hoje Ricardo colecionasse 23 aprovações.


“Comecei muito cedo, na época da faculdade, porque vi meu pai na iniciativa privada com muita dificuldade, toda hora desempregado. Até que falei: ‘preciso parar e me organizar, preciso ter caderno, um bom PDF, assistir vídeo-aula e resolver questões’. Isso em 2012, foi quando conheci o Qconcursos e sou usuário até hoje”, disse Baronovsky.


Naquele ano, em 2012, Ricardo foi aprovado no cargo de escrevente técnico judiciário do concurso TJ SP e, hoje, atua como Assistente Jurídico, um cargo de confiança do órgão. 


Apesar de trabalhar no TJ SP, as aprovações de Baronovsky foram diversas. Ele também foi aprovado para o cargo de delegado de São Paulo e promotor de justiça, mas optou por continuar no Tribunal de Justiça de São Paulo devido as vantagens do órgão e a trajetória profissional que construiu no tribunal.


“Não tem nenhum outro concurso que tenha tantas funções de confiança quanto o TJ de São Paulo. O TJ SP só tem concurso para escrevente, quando você passa no cargo, assume algumas funções de confiança, como chefe de sessão, coordenado, assistente judiciário e assistente jurídico, o meu cargo hoje”


Para o coordenador de Educação do Qconcursos, o começo não foi fácil, mas após algumas aprovações aprendeu com o tempo: "a gente não estuda para passar, a gente estuda até passar”.


Hoje, o Assistente Jurídico do Tribunal de Justiça de São Paulo também orienta os candidatos rumo à aprovação no órgão. Junto a Fernando Mesquita, especialista em Aprendizagem Acelerada, Ricardo Baronovsky ministra a Mentoria TJ-SP. Conheça a Mentoria e receba orientação personalizada!


Ricardo Baronovsky foi aprovado em mais de 20 concursos e hoje atua no TJ SP

(Foto: Qconcursos)

Principais erros enfrentados durante os estudos para concurso

Quem já está inserido no mundo dos concursos, sabe que estudar para concurso requer tempo, dedicação e muita persistência. Acima de tudo, é preciso ter um bom planejamento de estudos, organização e uma rotina bem definida para que o resultado final seja positivo.


O coordenador de educação do Qconcursos, Baronovsky, contou que um dos primeiros erros foi ter começado o estudo de forma desorganizada, sem foco. 


Um dos pontos principais para aprovação é uma boa estratégia. Não adianta mirar em diversas áreas e concursos e sem ter um objetivo em mente.


“Eu comecei estudando de uma maneira totalmente desorganizada, até que um dia, eu já acumulava 50 reprovações em concurso e meu pai me deu um tapinha no ombro e falou assim ‘filho você é bom para um monte de coisa, mas isso de prestar concurso não é a sua praia’. Aquilo foi um choque para mim, eu poderia ter desistido naquele momento. Mas não parei e resolvi persistir", compartilhou o professor.


Por mais que haja aquelas pessoas que conquistaram a aprovação de primeira, é muito normal ter reprovações no histórico. O que faz o concurseiro ser aprovado é não desistir. Continuar, apesar das dificuldades e do quão desgastante pareça.


Afinal, o ato de estudar, está além dos materiais e conteúdos, é uma preparação psicológica.


“Você entra numa fila chamada concurso público e você não pode fazer duas coisas: querer encontrar uma fórmula mágica para ir para primeira colocação; e sair da fila, porque vai chegar a sua vez. Pode demorar, mas uma hora vai chegar”, disse Ricardo Baronovsky.


5 passos para conquistar a aprovação por Ricardo Baronovsky

Com uma grande jornada no mundo dos concursos, o professor Ricardo Baronovsky sintetizou os seus aprendizados em cinco passos para conquistar a aprovação. São eles:

  1. Ter um material de qualidade
  2. Organização (montar um cronograma de estudos)
  3. Conhecer o edital
  4. Resolva questões
  5. Cuide do psicológico


O psicológico costuma ser negligenciado por muitos concurseiros durante os estudos, mas é o pilar de todo resulto positivo.


“A jornada de concurso é uma jornada solitária e desgastante. Só você sabe o quanto você estuda. Estudar é um ato sem testemunhos. Ninguém sabe o que você passa. Chega uma hora que você acumula tanto estresse que você espana. Estudo não é isso, é constância, rotina! Saber que você não vai ser aprovado amanhã. Descansar não é perda de tempo, é se recuperar para poder estudar com mais eficiência", aconselhou Ricardo Baronovsky.


Se assim como Baronovsky você deseja trilhar uma carreira promissora no TJ SP, precisa estudar com foco e direcionamento. Para isso, conheça a mentoria que irá transformar você em um candidato de elite no concurso do TJ SP: acesse AGORA!

Logo Qconcursos
Conteúdo Qconcursos
InstitutoTribunal de Justiça de São Paulo

Salário

Até R$ 5.480,54

Cargos

1

Vagas

400
AO VIVOVer todas
Imagem do vídeo principal

Concurso PRF - Aula de Atualidades (redação): Conjuntura internacional

Equipe Qconcursos