Concurso Unificado: banca é anunciada para mais de 6 mil vagas

Foi definida a banca organizadora do novo Concurso Unificado, ou Enem dos Concursos, que contará com mais de 6 mil vagas federais.

Concursos Previstos
Autor:Juliana Goes
Publicado em:24/11/2023 às 08:23
Atualizado em:24/11/2023 às 11:47

Foi definida a banca organizadora do Concurso Unificado, ou Enem dos Concursos como vem sendo chamado. Conforme informações do Ministério da Gestão e Inovação em Serviços Públicos (MGI), a Fundação Cesgranrio ficará à frente da seleção.


A banca participou do processo e chegou à fase final com a Fundação Getulio Vargas (FGV) e o Cebraspe, sendo declarada vencedora pelo govermo.


Segundo a diretora de Provimento e Movimentação de Pessoal do MGI, Maria Aparecida Chagas Pereira, como as três empresas tinham as qualificações necessárias, a escolha ocorreu pelo critério da economicidade, ou seja, por aquela que cobrou o menor valor pelo serviço.

“O Governo Federal tem a experiência do Enem, mas é a primeira vez que estamos fazendo uma prova de concurso público desse vulto, envolvendo 21 órgãos. Por isso, buscamos o apoio dos órgãos de controle desde o princípio, para que todas as etapas do concurso estejam em conformidade com as melhores práticas de gestão, transparência, legalidade e impessoalidade”, informou Maria Aparecida Chagas Pereira.

Agora, a Fundação Cesgranrio deverá divulgar o edital com requisitos, vagas, salários, conteúdo programático, formas de inscrição, critérios de seleção, data e local das provas.


A seleção da empresa ocorreu no começo da semana, seguindo o cronograma divulgado inicialmente, mas o Ministério da Gestão optou por aguardar o parecer jurídico final da Advocacia Geral da União para dar início ao contrato e fazer a divulgação.


A assinatura do contrato entre a Fundação Cesgranrio e o MGI deve ser realizada até o fim de novembro.


Ainda não se sabe, no entanto, se os blocos temáticos serão os mesmos anunciados anteriormente ou se haverá mudanças.


Além disso, com a banca definida, os interessados podem ter uma noção de como serão as provas, considerando o padrão da organizadora.


Os editais do Concurso Nacional Unificado estão previstos para serem publicados em dezembro deste ano, no dia 20.


A banca organizadora escolhida ficará responsável pela aplicação das provas objetivas e discursivas, simultaneamente, em cerca de 180 cidades do país.


A operação do CNU será nos moldes do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). 


VEJA DETALHES SOBRE O ANÚNCIO DA BANCA


Quer ficar por dentro da banca do Concurso Nacional Unificado? Então baixe agora, gratuitamente, o E-BOOK do perfil da CESGRANRIO, com todas as informações sobre o chamado "Enem dos Concursos". Clique aqui!

Concurso Unificado tem 6 mil vagas confirmadas

Concurso Nacional Unificado ofertará 6.640 vagas, em carreiras de níveis médio e superior, com salários que chegam a R$23.579,71 (no caso de auditor-fiscal do trabalho).


Ao todo, são 22 órgãos e entidades do Executivo Federal assinaram o termo de adesão e estarão no Enem dos Concursos. 


Veja a lista a seguir:

  • IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística): 895 vagas;
  • Funai (Fundação Nacional dos Povos Indígenas): 502 vagas;
  • Incra (Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária): 742 vagas;
  • Mapa (Ministério da Agricultura e Pecuária): 440 vagas;
  • Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia): 80 vagas;
  • MTE (Ministério do Trabalho e Emprego): 900 vagas;
  • Ministério da Saúde: 220 vagas;
  • AGU (Advocacia Geral da União): 400 vagas;
  • Previc (Superintendência Nacional de Previdência Complementar): 40 vagas;
  • Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica): 40 vagas;
  • Antaq (Agência Nacional de Transportes Aquaviários): 30 vagas;
  • ANS (Agência Nacional de Saúde Suplementar): 35 vagas;
  • MDIC (Ministério do Desenvolvimento, Indústria, Comércio e Serviços): 110 vagas;
  • MCTI em partes (Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação): 296 vagas;
  • MJSP (Ministério da Justiça e Segurança Pública): 130 vagas;
  • MinC (Ministério da Cultura): 50 vagas;
  • MEC (Ministério da Educação): 70 vagas para ATPS;
  • MDHC (Ministério dos Direitos Humanos e da Cidadania): 40 vagas;
  • MPI (Ministério dos Povos Indígenas): 30 vagas;
  • MPO (Ministério do Planejamento e Orçamento): 60 vagas;
  • MGI (Ministério da Gestão e Inovação em Serviços Públicos) e as carreiras transversais: 1.480 vagas;
  • Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira): 50 vagas.

A adesão do CNU foi voluntária. Isto é, os órgãos e entidades públicas, que receberam aval para o preenchimento de vagas, puderam escolher participar ou não da seleção unificada.


A MAIOR novidade do mundo dos concursos! Prepare-se para a Black Friday da Folha Dirigida por Qconcursos. Nesta sexta, 24/11, às 9h. Cadastre-se gratuitamente e concorra a ofertas, prêmios e muito mais. Clique aqui!

Governo Federal define banca do novo Concurso Unificado

 (Foto: Ana Volpe/Agência Senado)

Vagas por blocos temáticos

O Governo Federal já confirmou que as vagas do Concurso Nacional Unificado serão distribuídas entre blocos temáticos. A princípio, foram informados oito blocos: 

  • Administração e Finanças Públicas;
  • Setores Econômico, Infraestrutura e Regulação;
  • Agricultura, Meio Ambiente e Desenvolvimento Agrário;
  • Educação, Ciência, Tecnologia e Inovação;
  • Políticas Sociais; Justiça e Saúde;
  • Trabalho e Previdência;
  • Dados, Tecnologia e Informação Pública; e
  • Nível intermediário.

No entanto, este número de blocos está em revisão após a adesão de todos os órgãos e entidades públicas ao CNU, e pode ainda ser alterado.

"Vão ser seis, sete blocos ou um pouco mais talvez. A lógica é que esses blocos tenham afinidade temática", explicou a ministra Esther Dweck, no programa 'Bom dia, ministra'.

O secretário de Gestão de Pessoas do MGI, José Celso Pereira Cardoso Júnior, também já adiantou que será publicado um edital por bloco temático

Enem dos Concursos terá provas objetivas e discursivas

O Concurso Unificado terá, na sua primeira etapa, a aplicação de provas objetivas (de Conhecimentos Gerais e Específicos) e discursivas (Específicas).


Essas provas ocorrerão em um único dia, até março de 2024, simultaneamente em cerca de 180 municípios do país. As avaliações serão compostas por:

  • provas objetivas de aplicação comum a todos os candidatos e candidatas; e
  • provas objetivas e dissertativas específicas por blocos temáticos.

Segundo o Guia Referencial para concursos públicos, desenvolvido pelo Escola Nacional de Administração Pública (Enap), as disciplinas de Língua Portuguesa e Raciocínio-Lógico Quantitativo são recomendadas. 


Porém, a lista de todas as disciplinas do CNU só será definida pela comissão organizadora com a banca organizadora definida. 


A previsão é de que as provas sejam realizadas ainda no primeiro trimestre de 2024, ou seja, em março.


Quer ficar por dentro das notícias que rolam no mundo dos concursos? Acompanhe o nosso canal no Telegram e fique por dentro de tudo!

Logo Qconcursos
Conteúdo Qconcursos

Salário

Até R$ 22.921,71

Cargos

9

Vagas

13280
AO VIVOVer todas
Imagem do vídeo principal

Concurso PRF - Aula de Direitos Humanos: Status dos tratados internacionais de direitos humanos

Equipe Qconcursos