Em entrevista, superintendente revela detalhes do concurso Anac

Superintendente de Gestão de Pessoas da Anac traz, em entrevista exclusiva, informações sobre o novo concurso com 70 vagas. Veja!

Concursos Abertos
Autor:Bruna Somma
Publicado em:03/01/2024 às 17:48
Atualizado em:03/01/2024 às 17:48

As inscrições do concurso Anac seguem abertas até a próxima quinta, 4 de janeiro. A Agência Nacional de Aviação Civil oferece 70 vagas para o cargo de especialista em regulação de aviação civil, de nível superior e com iniciais de R$16 mil


Em entrevista exclusiva à Folha Dirigida por Qconcursos, a superintendente de Gestão de Pessoas da Anac, Mariana Dalcanale, trouxe detalhes sobre a seleção. Ela falou sobre o cargo, requisitos, salários, benefícios, prazos e chamada de excedentes. Confira a seguir!


A Anac não realiza concursos públicos desde 2015. Por isso, a chegada de novos servidores é muito aguardada pela Agência. 

“São quase nove anos sem concurso. A gente está sem reposição da nossa força de trabalho nesse tempo todo. E é claro que isso demonstra a urgência, a importância deste concurso para a Anac. Estamos lidando com a preparação deste concurso com bastante carinho e bastante relevância para receber esses 70 novos servidores o mais rápido possível”, afirmou a superintendente.

As oportunidades do concurso estão distribuídas entre três áreas. A primeira delas, com 25 vagas, é para pilotos que já trabalham com aviação civil. 


“Você tem que ter como requisito uma licença e habilitação de piloto válidas. Seja piloto comercial de helicóptero ou de avião, ou piloto de linha aérea de helicóptero ou avião, além do certificado médico aeronáutico válido e curso superior completo em qualquer área”, explicou Mariana Dalcanale.


Já a segunda área, também com 25 vagas, é voltada para engenheiros.”É possível ter qualquer formação em Engenharia, desde que em instituição de nível superior reconhecida pelo MEC (Ministério da Educação)”, disse a superintendente de Gestão de Pessoas da Anac. 


A terceira e última área tem 20 vagas disponíveis para quem tem nível superior em qualquer área. De acordo com a superintendente da Anac, o diploma de tecnólogo será aceito para comprovação da escolaridade


Em 2024, querer é poder! Com o Qconcursos sua aprovação não é um sonho. É o próximo passo. Assine já!

Superintendente de Gestão de Pessoas da Anac explica pontos do novo concurso

(Foto: ASCOM/Anac)

Carreira tem iniciais de R$16 mil mais benefícios

O especialista em aviação civil tem salário inicial de R$16.413,35. Com as progressões, o valor pode chegar a R$22.929,74, ao final da carreira. 


Os servidores também têm direito a uma série de benefícios, como:

  • auxílio-alimentação de R$658;
  • auxílio pré-escolar de R$321 por filho menor de 6 anos.
“Se você contrata no particular o seu plano de saúde, você também pode solicitar reembolso parcial”, destacou a superintendente de Gestão de Pessoas da Anac.

A cada cinco anos trabalhados, o servidor ainda adquire o direito de tirar três meses para fazer estudos. “E claro que esse esse direito é negociado junto a chefia para chegar a um momento mais oportuno”, explicou Mariana Dalcanale.


Os aprovados serão contratados pelo regime estatutário, para atuação no Distrito Federal ou em São Paulo, com jornada de 40 horas. 

Concurso Anac pode ter chamada de excedentes

O concurso Anac poderá ter até 246 aprovados, conforme o Anexo III do Decreto nº 9.739/2019. Isso significa que, além das 70 vagas imediatas, haverá formação de cadastro reserva. 


A superintendente de Gestão de Pessoas da Anac, Mariana Dalcanale, explicou que o cadastro de reserva tem duas utilidades. 

“A primeira é para quando algum classificado dentro das vagas imediatas, por alguma razão, desiste do concurso e não toma posse. Então a gente pode usar o cadastro de reservas para ir puxando os próximos colocados para preencher essas vagas originais do concurso”, disse. 

Mariana ainda ressaltou que a Agência pode solicitar a chamada de até 25% de excedentes ao Ministério da Gestão e Inovação em Serviços Públicos (MGI). 

“Há também a possibilidade de negociar com o Ministério da Gestão e Inovação uma autorização para chamar excedentes. A regra atual é de até 25% de excedentes e a gente fica com esse cadastro válido durante todo o período de validade do concurso”, esclareceu.

No vídeo abaixo, confira a entrevista na íntegra com a superintendente da Anac:

Inscrições do concurso Anac ficam abertas até dia 4

As inscrições do concurso Anac ficam abertas até a próxima quinta-feira, 4 de janeiro, pelo site do Cebraspe


A taxa de inscrição é de R$160 e pode ser quitada até o dia 23 de janeiro. 


Na hora de fazer o cadastro, o candidato deve escolher qual área deseja disputar e onde realizará a prova, a ser aplicada nas capitais dos 26 estados brasileiros e no Distrito Federal.  


A superintendente de Gestão de Pessoas da Anac, no entanto, alerta:

“O local que você vai fazer a prova não quer dizer onde vai trabalhar. A distribuição de vagas vai ser no interesse da Administração da Anac. Pode ser em Brasília, onde é a nossa sede, ou no Estado de São Paulo, onde a Anac tem duas regionais: uma na capital, São Paulo, e outra em São José dos Campos”, explicou.

Segundo Mariana Dalcalane, a definição da cidade de lotação só ocorrerá no momento da posse. 

“Entre a divulgação do resultado do concurso e as providências de posse, a gente sempre conversa com os servidores, fazendo um processo de designação nas diversas unidades da agência. A gente espera conseguir equacionar os interesses das pessoas com os interesses da administração”, afirmou.

Resumo concurso Anac

  • Instituto: Agência Nacional de Aviação Civil
  • Situação atual: inscrições abertas
  • Banca: Cebraspe
  • Cargos: especialista em regulação de aviação civil
  • Escolaridade: nível superior
  • Vagas: 70 vagas
  • Remuneração: R$16.413,35
  • Inscrições: de 13 de dezembro de 2023 a 04 de janeiro de 2024
  • Data da prova objetiva: 3 de março de 2024

+ Saiba mais e comece a estudar para o concurso!

Concurso Anac terá diferentes etapas

O concurso para a Anac será composto por provas objetivas, provas discursivas e avaliação de títulos. 


As provas objetivas e discursivas serão aplicadas na mesma data: 3 de março.


Na parte objetiva, os candidatos deverão responder a questões sobre Conhecimentos Básicos e Específicos. 

“Minha primeira dica é dominar o edital. Ali você entende como são distribuídos os pontos e quais são as regras do jogo. Assim, você consegue traçar uma estratégia para valorizar os seus pontos fortes e, eventualmente, dedicar tempo para suplantar os seus pontos fracos”, revelou Mariana Dalcanale, servidora pública aprovada em concurso.

Para as três áreas, a prova discursiva será sobre Segurança Operacional, que está ligada à missão institucional da agência reguladora. 

“Vai ser uma situação problema em que o candidato terá que aplicar conhecimentos que estão no manual da Organização Internacional de Aviação Civil, que pode ser acessado pela internet. A Anac segue padrões internacionais para aplicar aqui, na nossa realidade no Brasil, e garantir uma aviação segura”, explicou a superintendente. 

Curso de formação será uma etapa do concurso

O concurso ainda prevê que os candidatos passem por um curso de formação, considerado uma etapa de caráter eliminatório. Isso significa que o candidato pode ser eliminado caso não faça sua parte ou descumpra alguma regra.


“No curso de formação, a gente consegue treinar determinados conhecimentos e habilidades e verificar se as pessoas são capazes de aplicar esses conhecimentos para desempenhar suas funções aqui na agência”, descreveu Mariana.


O curso deve durar em torno de um mês, com uma parte virtual e outra presencial, em Brasília, no Centro de Treinamento da Anac. 

“Durante o curso de formação, os candidatos têm direito a uma bolsa que equivale a 50% do salário do especialista em regulação, o salário inicial. Todo mundo que vai para o curso de formação, fazendo sua parte, já tem vaga garantida”, afirmou Mariana.

A partir do dia 19 de setembro, a gerência da Anac planeja já ter a classificação definitiva e condições de homologar o concurso. 


“Depois que o concurso termina, a gente ainda precisa de uma autorização do Ministério da Gestão e Inovação para poder fazer a nomeação. Às vezes, isso não é muito claro para o candidato, ele acha que fica tudo na mão da agência que é só terminar a homologação”.


A superintendente de Gestão de Pessoas completou: “a gente precisa colocar essas pessoas na folha de pagamento. Tem que ter dotação orçamentária para isso. Então a gente tem a expectativa que essas autorizações não demorem e nós faremos tudo que tiver ao nosso alcance para chamar todos os 70 de uma vez só”.

Novos concursos Anac estão no radar 

Frente à necessidade de mais servidores, a Anac já enviou um pedido para autorização de um novo concurso com 256 vagas, para os cargos de especialista, analista administrativo e técnico em regulação de aviação civil

“Nós já fizemos pedido para mais vagas de especialistas em regulação, mas também para técnico em regulação, de nível médio, e para analista administrativo, de nível superior. Estamos na expectativa de o Ministério da Gestão e Inovação avaliar o nosso pleito e nos dar um retorno ao longo do primeiro semestre de 2024”. 

Por fim, Mariana Dalcanale deixou a seguinte mensagem a todos que desejam trabalhar na Anac: 

“Nós temos aqui um ambiente excelente de trabalho. Nós temos investido nos servidores, fazemos de tudo aqui pra que as pessoas trabalhem satisfeitas e consigam desempenhar no seu melhor as atribuições de um especialista em regulação de aviação civil”, finalizou.

Quer ficar por dentro das notícias sobre concursos? Acompanhe o nosso canal no Telegram!

Logo Qconcursos
Conteúdo Qconcursos
InstitutoAgência Nacional de Aviação Civil

Cargos

4
PRÓXIMA LIVEVer todas
Imagem do vídeo principal

CNU - Bloco 8: Aula de Direito Constitucional | #maratonaqc

Equipe Qconcursos