Concurso Mapa: sindicato explica lotação e prevê mais aprovados

Em entrevista exclusiva à Folha Dirigida por Qconcursos, vice-presidente do Anffa Sindical fala sobre o concurso Mapa via CNU. Confira!

Concursos Abertos
Autor:Mateus Carvalho
Publicado em:29/01/2024 às 18:00
Atualizado em:30/01/2024 às 15:07

O Ministério da Agricultura e Pecuária oferece mais de 500 vagas por meio do Concurso Público Nacional Unificado. Dessas, 200 são destinadas ao cargo de auditor-fiscal federal agropecuário.


A carreira tem uma forte atuação e importância dentro do quadro do Mapa, mas há anos não contava com um concurso para todas as suas especialidades.


O último concurso para todas as áreas ocorreu em 2014, ou seja, o ministério estava dez anos sem realizar uma seleção para a carreira.


Em 2017, houve um concurso Mapa para auditor-fiscal agropecuário, porém com vagas somente para a especialidade de Medicina Veterinária.


Folha Dirigida por Qconcursos realizou uma entrevista exclusiva com o vice-presidente do Anffa Sinfical, Ricardo Nascimento.


O Sindicato Nacional dos Auditores Fiscais Federais Agropecuários deu detalhes sobre a carreira e falou sobre a adesão do Mapa ao Concurso Unificado.

"Essa é uma carreira relativamente nova no governo, mas com ações que vêm desde a origem do ministério. É importante ressaltar que trata-se de uma carreira bem específica", diz.

A carreira de auditor-fiscal federal agropecuária conta com profissionais nas seguintes áreas: Engenharia Agronômica; Medicina Veterinária; Química; Farmácia e Zootecnista.


De acordo com o representante do Anffa Sindical, a atuação do auditor-fiscal é muito relevante, sendo possível dimensionar a sua força de trabalho dentro do próprio Ministério da Agricultura e com ênfase na Economia Nacional.

Quais os impactos da carreira de auditor do Mapa?

Para Ricardo Nascimento, os impactos da carreira de auditor-fiscal do Mapa estão em toda a cadeira produtiva agropecuária nacional.


Eles atuam com foco na produção de alimentos e controle de insumos, assim como na agropecuária, nos controles de fronteira, portos, aeroportos, nos laboratórios, bem como nas diversas áreas de fomento e fiscalização do Ministério da Agricultura.

"Então, são carreiras que trazem uma característica importante, é uma carreira de Estado, onde as ações do auditor-fiscal federal agropecuário, conforme as especificações da sua formação, traz resultados para a sociedade brasileira preservando, principalmente alimentos que são consumidos no Brasil e que são exportados aí pra mais de duzentos países", explica o representante do Anffa Sindical.

A carreira é destinada a quem tem o nível superior na respectiva área.


ATENÇÃO! O candidato poderá concorrer a todos os cargos dentro do bloco temático! A aprovação ocorrerá conforme a indicação de preferência do candidato. Ele será alocado da maior preferência à menor preferência, caso tenha nota suficiente.

Vagas de auditor não suprem a necessidade

Embora o edital do CNU traga 200 vagas para o cargo de auditor-fiscal federal agropecuário, este número não é insuficiente e não supre a necessidade, de acordo com o vice-presidente do Anffa Sindical.

"Atualmente, nós temos 1.281 vagas disponíveis para o cargo de auditor-fiscal federal. Mas é uma expectativa importante, porque já são 200 vagas", afirma Ricardo Nascimento.

No último concurso, de 2017, cuja oferta foi apenas para a especialidade de Medicina Veterinária, ele informa que a maior parte dos auditores só ingressaram em 2018 e em 2019.


No entanto, revela que foi possível ocupar lacunas importantes para a atuação do médico veterinário - sobretudo em frigoríficos e indústrias que tinham produtos de origem animal.


Para este concurso Mapa, por meio do edital unificado, ele comenta que o sindicato trabalha com a possibilidade de ministério conseguir uma autorização adicional para chamar mais aprovados e, pelo menos, dobrar o quantitativo.


Ele relembra o concurso de 2017, que contou com 300 vagas mas garantiu a chamada de 539 médicos veterinários.

Assista a entrevista completa:


Concurso Mapa aliviará sobrecarga, mas aposentadorias preocupam

Segundo Ricardo Nascimento, o fato deste novo concurso contemplar vagas nas cinco formações melhora a distribuição dentro do próprio Ministério da Agricultura, que já está sobrecarregado nas suas ações.


Ele comenta que atuar com o quadro reduzido e sem auditores suficientes traz bastante dificuldade e sobrecarga de trabalho.

"O concurso poderá tirar um pouquinho essa pressão, mas o número é insuficiente. Isso porque nós já temos, aproximadamente, em torno de 500 colegas que poderiam se aposentar imediatamente. Então, as 200 vagas não substituem sequer os 500 colegas que podem se aposentarem, se assim desejarem", diz.

Neste concurso unificado, as vagas do auditor-fiscal do Mapa estão presentes no bloco temático 3 do CNU, chamado de "Ambiental, Agrário e Biológicas".


As oportunidades estão divididas da seguinte forma:

  • auditor-fiscal federal agropecuário - Engenheiro Agrônomo (com registro no Conselho de Classe): 116 vagas;
  • auditor-fiscal federal agropecuário - Médico Veterinário (com registro no Conselho de Classe): 55 vagas;
  • auditor-fiscal federal agropecuário - Químico (com registro no Conselho de Classe): 12 vagas;
  • auditor-fiscal federal agropecuário - Farmácia: 11 vagas; e
  • auditor-fiscal federal agropecuário - Zootecnista (com registro no Conselho de Classe): 6 vagas.

Os ganhos da carreira serão de R$16.555,33, já somado com o auxílio-alimentação de R$658 dos servidores federais.

Lotação dos aprovados no concurso Mapa

Sobre a lotação dos futuros auditores-fiscais agropecuários, o vice-presidente do Anffa Sindical revela que ainda não há uma definição clara para a ocupação dessas vagas.


Segundo Ricardo Nascimento, há possibilidade de todas as áreas contemplarem o país, mas as regiões de fronteira têm sempre uma necessidade maior.

"As regiões de fronteiras são mais sensíveis e, muitas vezes, são supridas com força tarefa. Tem áreas que são sensíveis. A falta de engenheiros agrônomos, por exemplo, que envolve áreas de exportação de frutas., no Nordeste. Tem as áreas da Região Norte tanto de fronteira, quanto de frigoríficos também. A gente tem demandas que estão localizadas no sul do país."

Ricardo explica que algumas regiões serão mais prioritárias, porque já têm pouquíssimos servidores em atuação.


Prepare-se para o Concurso Nacional Unificado. Confira aqui material exclusivo e as últimas informações sobre os editais!

Ricardo Nascimento é vice-presidente do Anffa Sindical e dá detalhes a respeito do Concurso Mapa

(Foto: Divulgação/Anffa Sindical)


Resumo concurso Mapa

  • Instituto: Ministério da Agricultura
  • Situação atual: edital publicado
  • BancaCesgranrio
  • Cargos: agente, auditor e técnico
  • Escolaridade: níveis médio, técnico e superior
  • Vagas: 520 vagas
  • Remuneração: até R$16.555,33
  • Inscrições: 19 de janeiro a 9 de fevereiro
  • Data da prova objetiva: 5 de maio de 2024

+ Prepare-se para o concurso Mapa com materiais exclusivos

Anffa Sindical explica críticas ao Concurso Unificado

Antes do concurso unificado ser lançado, o Anffa Sindical já fazia algumas manifestações e solicitava uma cobrança mais específica para beneficiar a carreira. Após a publicação edital, o pedido foi reforçado.


Vice-presidente do sindicato que defende a categoria, Ricardo elogia a proposta do CNU e explica os motivos que levaram o Anffa Sindical pedir a impugnação do edital.

"Nosso pedido de impugnação foi no quesito de distribuição, principalmente de pesos, que nós não considerávamos adequado", diz.

O representante do Anffa Sindical comenta que a divisão pelos cinco eixos temáticos e a distribuição dos pesos não foi feita corretamente, de acordo com o conteúdo programático apresentado.

"Então, nós entramos com esse pedido solicitando uma revisão pra que haja melhor equilíbrio nessa distribuição de acordo com as atribuições que a gente realiza, como carreira de auditor-fiscal federal agropecuário", explica.

Além do Anffa Sindica, o Conselho Federal de Medicina Veterinária (CFMV) também questionou alguns pontos em ofício encaminhado ao Ministério Público Federal.


Na última sexta-feira, 26, o edital do Concurso Unificado foi retificado. O Ministério da Gestão e Inovação acatou o pedido do sindicato quanto à distribuição dos eixos e dos pesos para a realização das provas do auditor agropecuário.


No entanto, a mudança foi apenas para duas áreas: Química e Farmácia.

"Para o Anffa Sindical, o MGI demonstra altivez e sensibilidade ao acatar o pedido do Sindicato, ainda que de forma incompleta, tendo em vista que permanecem as distorções para as demais especialidades: medicina veterinária, zootecnia e engenharia agronômica", diz.

O Anffa Sindical informa que continuará insistindo na adequação do edital para as demais especialidades.


O objetivo do sindicato é que as mudanças possam ser feitas antes da aplicação das provas. Os exames estão marcados para o dia 5 de maio, em 220 cidades,

Mapa quer concursos anuais

De acordo com o presidente do Anffa Sindical, o desejo do Ministério da Agricultura e da categoria é que possam ocorrer concursos regulares, anualmente.


Além disso, Ricardo Nascimento afirma que a expectativa é enviar um novo pedido este ano ao Ministério da Gestão e Inovação, para reforçar a necessidade. Afinal, o quantitativo autorizado não supre a realidade da carreira.


Ricardo Nascimento informa que são cerca de 2.300 servidores na ativa. Porém, o mercado brasileiro é recordista de exportações e o Mapa precisa de mais auditores para dar conta de todas as atividades com eficácia.

"É importante destacar que é o trabalho que traz resultado de satisfação para a sociedade brasileira. Você que passar no concurso estará trabalhando no ministério e numa carreira que a gente deseja que seja cada vez mais forte, equiparado às melhores carreiras de atuação no serviço público federal. Estudem bastante, assumam esse desafio novo, dediquem horas a essa nova parte de estudo e mantenham calma no dia da prova. Em breve estaremos todos juntos aqui como colegas. Bons estudos!", finaliza.


Entre no nosso grupo do WhatsApp e tenha acesso às aulas e curso gratuito do Concurso Nacional Unificado. Acesse aqui!

Logo Qconcursos
Conteúdo Qconcursos
InstitutoMinistério da Agricultura e Pecuária

Salário

Até R$ 15.897,33

Cargos

12

Vagas

520
PRÓXIMA LIVEVer todas
Imagem do vídeo principal

CNU - Bloco 8: Aula de Direito Constitucional | #maratonaqc

Equipe Qconcursos