Concurso PMERJ tem quase 50% de faltosos nas provas; veja números

Aplicadas no domingo, 7, as provas objetivas do concurso PMERJ apresentaram 48% de faltosos. Confira os números segundo a banca organizadora!

Autor:Bruna Somma
Publicado em:08/04/2024 às 16:15
Atualizado em:08/04/2024 às 17:57

As provas objetivas do concurso PMERJ, aplicadas no domingo, 7, apresentaram 48% de faltosos. Do total de 117.638 inscritos para o cargo de soldado:

  • 60.748 estiveram presentes na prova; e
  • 56.890 não compareceram aos locais de realização da etapa.

Os dados foram confirmados à Folha Dirigida por Qconcursos nesta segunda-feira, 8, pela Fundação Getulio Vargas (FGV), banca organizadora, em conjunto com a Polícia Militar do Rio de Janeiro.


Candidatos já tinham relatado à reportagem sobre o alto nível de abstenção nas salas.

"18 pessoas faltaram a prova da PMERJ só na minha sala", relatou um participante.
"Muitos candidatos faltosos. Grande chance de convocação", disse outra candidata.
"Só tinha eu e mais seis meninas. Desistiram real da prova da PMERJ", afirmou mais um candidato.

Essa foi a segunda vez que as provas objetivas do concurso para soldado da PMERJ foram aplicadas. A primeira ocorreu em agosto de 2023, mas acabou anulada após diversas irregularidades.


Diante da situação, o contrato com o Instituto Brasileiro de Apoio e Desenvolvimento Executivo (Ibade), então organizador do concurso, foi rescindido e a Fundação Getulio Vargas (FGV) foi a escolhida para seguir com a aplicação da nova prova.


Antes mesmo da reaplicação das provas pela FGV, quase 2 mil candidatos dos 119.599 inscritos já haviam optado por não seguir na seleção, solicitando assim a devolução das taxas.


> Participe agora do nosso Grupo do Telegram e fique por dentro das principais notícias do mundo dos concursos!

Provas do concurso PMERJ tem mais de 56 mil faltosos

(Foto: Marcos Santos/USP Imagens)


Os candidatos destacaram que as provas de domingo, 7, estavam organizadas e com nível de cobrança esperado para a FGV.

"Prova bem mais tranquila do que a anterior. De fato, nível médio. Nota de corte será provavelmente alta", analisou um inscrito no concurso. 

Prisão de foragidos e tiroteio também marcaram as provas

Depois do encerramento das provas, foi divulgada a informação sobre a prisão de nove candidatos. Eles tinham mandados de prisão em aberto por diferentes crimes e já estavam sendo monitorados pela pela Polícia Militar do Rio de Janeiro.


Um dos presos era procurado por homicídio. O crime ocorreu em 2016, no município de Belford Roxo, na Baixada Fluminense.


Em nota, a PMERJ afirmou que os agentes da Subsecretaria de Inteligência (SSI) fizeram uma operação em conjunto com a Diretoria de Recrutamento e Seleção de Pessoal (DRSP) e com os Batalhões das Áreas para cumprir os mandados.


Todos os nove foram conduzidos a delegacias após o término da prova.


Outra situação foi relatada por um candidato nas redes sociais da Folha Dirigida por Qconcursos. Segundo ele, um tiroteio ocorreu próximo ao seu local de prova, no CIEP 097 Carlos Chagas, em Duque de Caxias RJ.


Diante do ocorrido, a organização do concurso concedeu mais 40 minutos para que os candidatos desse local de prova finalizassem a prova. Leia o relato do participante:

"No CIEP 097, onde fiz a prova, teve até tiroteio no meio do certame e os candidatos tiveram que se jogar no chão. A solução que a banca deu foi a de 40 minutos a mais do horário previsto para o término da prova. Vale ressaltar que o concurso foi feito ao lado de comunidade e de frente a uma penitenciária de menor infrator. A bala voou no meio da prova! Já foi um teste psicológico?", disse.

A FGV, em comunicado publicado nesta segunda, 8, confirmou que houve paralisação das provas por alguns minutos, em apenas um local, em razão de uma troca de tiros na comunidade do lado externo da instituição CIEP 097 Carlos Chagas, em Duque de Caxias, onde estavam 216 candidatos presentes, distribuídos em 15 salas.

"Durante a paralisação de cerca de 40 minutos, alguns candidatos em atitude irresponsável fizeram imagens do local de prova. Os candidatos que, naquele momento, violaram os envelopes que lacravam os celulares já foram identificados pela coordenação local e serão sumariamente eliminados, bem como serão adotadas as providências de monitoramento dos resultados dos candidatos. Todos os procedimentos de prova do CIEP 097 Carlos Chagas em Duque de Caxias foram prontamente retomados após a referida ocorrência, os celulares foram novamente lacrados e realizadas as devidas inspeções com detectores de metais e de ponto eletrônico, e o tempo de 40 minutos foi compensado ao final da aplicação", disse a banca, em nota.

A banca ainda reforçou que a situação foi causada por fato alheio à responsabilidade da PMERJ e da FGV e rapidamente contornada sem qualquer prejuízo ao concurso e sem qualquer tipo de vazamento de informações durante a aplicação das provas.


"Medidas adicionais de monitoramento dos resultados também serão adotadas para garantir a segurança e a isonomia do certame", afirmou a FGV. 

Gabaritos das provas objetivas serão divulgados terça, 9

Os gabaritos oficiais das provas objetivas serão disponibilizados a partir das 12h de terça-feira, 9, pelo site da FGV, banca organizadora do concurso.


Se forem contrários aos gabaritos fornecidos, os candidatos poderão entrar com recurso nos dias 10 e 11 de abril, pelo portal da banca.


As provas objetivas foram compostas por 50 questões sobre as seguintes disciplinas:

  • Língua Portuguesa;
  • Matemática Básica;
  • Noções de Direitos Humanos;
  • Noções de Direito Administrativo e Legislação Aplicada à PMERJ; e
  • Noções de Direito Penal e Processual Penal. 

A prova tem uma escala zero a 100 pontos, sendo que cada questão possui dois pontos.


Será considerado aprovado o participante que obtiver, no mínimo, 60% de pontos da prova objetiva e não zerar em qualquer uma das disciplinas.


Os classificados serão convocados para a prova discursiva, que consistirá em uma redação. A aplicação dessa etapa está prevista para o dia 7 de julho.


A Polícia Militar do Rio de Janeiro também aplicará outras sete etapas no concurso, sendo elas:

  • preenchimento do Formulário de Informações Confidenciais (FIC) do exame social e verificação dos requisitos para inscrição no concurso;
  • exame antropométrico;
  • Teste de Aptidão Física (TAF);
  • exame psicológico;
  • exames médicos;
  • exame social e toxicológico; e
  • avaliação documental.

Resumo concurso PMERJ soldado

  • Instituto: Polícia Militar do Rio de Janeiro
  • Situação atual: aplicação das provas
  • Banca: FGV
  • Cargos: soldado
  • Escolaridade: nível médio
  • Vagas: 2.000
  • Remuneração: R$5.233,88 (após o curso de formação)
  • Inscrições: 14 de junho a 12 de julho de 2023
  • Data da prova objetiva: 7 de abril de 2024

Concurso PMERJ tem oferta de 2 mil vagas para soldados

O concurso da Secretaria de Polícia Militar do Rio de Janeiro oferece 2 mil vagas para soldados. 


Não há mais divisão entre os gêneros, após acordo e decisão do Supremo Tribunal Federal (STF). O cargo de soldado tem como requisitos:

  • nível médio completo;
  • idade entre 18 e 32 anos, até o primeiro dia de inscrição do concurso (14 de junho), considerando a idade compreendida até a véspera do trigésimo terceiro aniversário;
  • altura de 1,65m para o sexo masculino e 1,60m para o sexo feminino; e
  • Carteira Nacional de Habilitação (CNH), exceto somente categoria A.

Os aprovados terão ganhos conforme o momento da carreira. No Curso de Formação de Soldado da Policial Militar (CFSD), que tem duração de 12 meses, os alunos receberão R$2.956,41 (valor bruto).


Depois da formatura, os soldados passarão para o salário inicial de R$5.233,88. A contratação será feita pelo regime estatutário, que garante a estabilidade do militar.


No vídeo abaixo, saiba como é a carreira de um soldado da PM do Rio de Janeiro:


Logo Qconcursos
Conteúdo Qconcursos
InstitutoPolícia Militar do Estado do Rio de Janeiro

Salário

Até R$ 5.233,88

Cargos

1

Vagas

2000
PRÓXIMA LIVEVer todas
Imagem do vídeo principal

Concurso TRE Unificado - Aula de Direito Constitucional: Princípio da Separação dos Poderes

Equipe Qconcursos