Exclusivo! Concurso Unificado pode ter provas dia 18 de agosto

Folha Dirigida por Qconcursos apurou, com exclusividade, que o governo trabalha com a possibilidade de aplicar as provas do CNU em 18 de agosto. Veja!

Autor:Mateus Carvalho
Publicado em:06/05/2024 às 12:01
Atualizado em:06/05/2024 às 12:48

O dia 18 de agosto é a data mais provável, até o momento, para a aplicação das provas do Concurso Nacional Unificado. A informação foi apurada, com exclusividade, pela Folha Dirigida por Qconcursos.


Segundo fontes do Governo Federal, o Ministério da Gestão e Inovação (MGI) estaria trabalhando com essa possibilidade, inicialmente.


No entanto, essa foi a primeira data cogitada e ainda não está certo que as provas serão remarcadas para este dia.


De todo modo, o mês de agosto é visto pelo governo com bons olhos. Mesmo que atrase o cronograma inicial, daria tempo para refazer a logística e garantir iguais condições para os candidatos de todo país.


Inclusive, remarcando provas para agosto, o MGI não afetaria o cronograma de outros órgãos públicos. Até o momento, somente o concurso TCE PA tem provas agendadas, porém será em outra data, no dia 11.


Outro ponto a ser destacado é que a remarcação das provas em agosto ainda permite ao MGI iniciar a posse dos aprovados em 2024.


De acordo com o cronograma inicial do concurso, as provas seriam em maio, com o início da convocação para posse e cursos de formação a partir de 5 de agosto. Ou seja, um prazo de exatos três meses.


Caso as provas se confirmem para agosto, e se mantenha o prazo de três meses entre provas e convocação, os aprovados poderiam tomar posse ou iniciarem o curso de formação a partir de 18 de novembro.


Vale lembrar que as provas do Concurso Nacional Unificado foram adiadas na última sexta-feira, 3, durante coletiva de imprensa realizada no Planalto.


Juntamente do ministro-chefe da Secretaria de Comunicação, Paulo Pimenta, e de membros da Fundação Cesgranrio, a ministra Esther Dweck anunciou o adiamento das provas, que seriam realizadas no último domingo, 5 de maio.


O adiamento das provas se deu em função das fortes chuvas que atingiram o Estado do Rio Grande do Sul


QC on Fire! Ilimitada Vitalícia + Mentoria por tempo limitado. Acesse!

Nova data deve ser anunciada em duas semanas

A ministra Esther Dweck informou que os esforços serão para anunciar uma nova data em duas semanas. Este seria o prazo considerado 'ideal' pelo MGI, para avaliar a logística e garantir a maior segurança possível na realização das provas.


De acordo com a chefe da pasta, durante este período o MGI estará monitorando a situação no Rio Grande do Sul, além da disponibilidade de locais nos demais estados.

"O que eu posso dizer é que eu acho que, em duas semanas, a gente já vai ter uma nova data. Mas, se ela vai ser em maio, junho ou julho, realmente não posso dizer agora, nesse momento, porque realmente depende muito das condições. Só queria reforçar a dificuldade que a gente tem. Primeiro, o próprio Rio Grande do Sul, pois a gente precisa saber quando os locais de provas estarão disponíveis e que já tenhamos retomado uma normalidade. Mas não é só o Rio Grande do Sul, que é um ponto importantíssimo de atenção, mas também o restante do país. Eu preciso garantir os locais de provas e que as pessoas que fariam a aplicação estarão disponíveis. Então a gente precisa de umas duas semanas para fazer todo esse processo de garantia da logística e estabelecer uma nova data", disse.

A fala da ministra Eshter Dweck foi dada em entrevista ao UOL News. Segundo ela, os órgãos que têm vagas no CNU já foram avisados que haverá um atraso no ingresso desses novos servidores.


Com o "Manual das Provas CNU", você tem acesso a informações compiladas e a um checklist para as provas. BAIXE GRATUITAMENTE AQUI!

Governo Federal estuda melhor data para remarcar provas do Concurso Unificado

(Foto: Agência Senado)


Resumo do Concurso Nacional Unificado

  • Instituto: mais de 20 órgãos do Executivo Federal
  • Situação atual: provas adiadas
  • Banca: Fundação Cesgranrio
  • Cargos: diversos
  • Escolaridade: níveis médio e superior
  • Vagas: 6.640
  • Remuneração: até R$23.579,71
  • Inscrições: 19 de janeiro a 9 de fevereiro
  • Data da prova objetiva: a definir

Saiba mais e estude para o concurso gratuitamente.

Veja como serão as provas do CNU

Quando forem remarcadas, as provas objetivas e discursivas do Concurso Unificado serão realizadas em dois turnos, sendo manhã e tarde. Confira os horários:


Turno da manhã

  • Abertura dos portões: 7h30
  • Fechamento dos portões: 8h30
  • Início da aplicação: 9h
  • Término da aplicação: 11h30
  • Término da aplicação para candidatos que necessitem de tempo adicional para realização das provas e tenham solicitado no ato da inscrição: 12h30
  • Duração da prova: 2h30

Turno da tarde

  • Abertura dos portões: 13h
  • Fechamento dos portões: 14h
  • Início da aplicação: 14h30
  • Término da aplicação: 18h
  • Término da aplicação para candidatos que necessitem de tempo adicional para realização das provas e tenham solicitado no ato da inscrição: 19h.
  • Duração da prova: 3h30

No turno da manhã, os inscritos nos blocos de nível superior (1 a 7) deverão responder a 20 questões objetivas de Conhecimentos Gerais e a uma questão dissertativa de Conhecimento Específico.


Para o bloco de nível médio (8), os participantes farão 20 questões de múltipla escolha e uma redação.  


No período da tarde, para os blocos de nível superior (1 a 7), serão cobradas 50 questões objetivas de Conhecimentos Específicos.


Já os candidatos no bloco de nível médio (8) farão mais 40 questões objetivas.


Será eliminado quem obtiver aproveitamento inferior a 40% da pontuação nas provas objetivas de Conhecimentos Gerais e Específicos ou nota zero na prova discursiva.

Logo Qconcursos
Conteúdo Qconcursos

Salário

Até R$ 22.921,71

Cargos

9

Vagas

13280
PRÓXIMA LIVEVer todas
Imagem do vídeo principal

Concurso TRE Unificado - Aula de Direito Constitucional: Princípio da Separação dos Poderes

Equipe Qconcursos