Concurso Unificado: veja os inscritos por bloco, estados e cargos

O Governo Federal divulgou oficialmente o número total de inscrições do Concurso Unificado dividido por estado, cidade, bloco, gênero e mais. Confira!

Concursos Abertos
Autor:Mateus Carvalho
Publicado em:23/02/2024 às 11:48
Atualizado em:23/02/2024 às 16:56

O Ministério da Gestão e da Inovação em Serviços Públicos (MGI) realizou coletiva nesta sexta, 23, em Brasília DF, para detalhar as inscrições do Concurso Público Nacional Unificado (CPNU). Ao todo, a seleção registrou mais de 2,1 milhões de inscritos.


A entrevista foi conduzida pela ministra da Gestão e da Inovação em Serviços Públicos, Esther Dweck, que esteve acompanhada pela equipe do MGI e por membros da Fundação Cesgranrio, a banca organizadora.


A principal novidade é o número total de inscrições, dividido pelos estados, municípios, blocos temáticos e cargos.


De acordo com o MGI, o CNU fechou com 2.144.435 inscritos confirmados, sendo:

  • 1.543.560 pagantes; e
  • 600.875 isentos.

O quantitativo de isenções já havia sido revelado pelo governo.


Além disso, o MGI confirmou que 512.605 candidatos não realizaram o pagamento das taxas.

Inscritos por bloco temático

Uma das principais dúvidas dos candidatos era sobre a quantidade de inscritos por bloco temático. Essa informação também foi revelada pela pasta.


Veja a seguir a relação de candidato por vaga, de acordo com o bloco temático:


Bloco 1 - Infraestrutura, Exatas e Engenharias

Vagas: 727

Inscritos: 121.838

Concorrência: 167,59 candidatos


Bloco 2 - Tecnologia, Dados, e Informação

Vagas: 597

Inscritos: 77.943

Concorrência: 130,55 candidatos


Bloco 3 - Ambiental, Agrário e Biológicas

Vagas: 530

Inscritos: 102.922

Concorrência: 194,19 candidatos


Bloco 4 - Trabalho e Saúde do Servidor

Vagas: 971

Inscritos: 336.284

Concorrência: 346,32 candidatos


Bloco 5- Educação, Saúde, Desenvolvimento Social e Direitos Humanos

Vagas: 1.016

Inscritos: 300.766

Concorrência: 296,02 candidatos


Bloco 6 - Setores Econômicos e Regulação

Vagas: 359

Inscritos: 74.283

Concorrência: 206,91 candidatos


Bloco 7 - Gestão Governamental e Administração Pública

Vagas: 1.748

Inscritos: 429.370

Concorrência: 245,63 candidatos


Bloco 8 - Nível Intermediário

Vagas: 692

Inscritos: 701.029

Concorrência: 1.013,04 candidatos


Em resposta à Folha Dirigida por Qconcursos, que esteve presente na coletiva, a ministra Esther Dweck falou sobre a procura pelo bloco temático de nível médio, que conta com o maior número de inscritos.

"É de fato a realidade brasileira, há mais pessoas com nível médio completo que pessoas com nível superior. Como era o único bloco de nível médio, concentrou muitas pessoas. Na nossa visão sempre que um órgão precisar de nível médio, a gente vai continuar abrindo vagas sim, embora nossa prioridade sejam cursos de nível superior", disse a ministra.

A ministra também respondeu sobre futuras autorizações para carreiras de nível médio que, por ora, não estão no radar do governo.


"Vamos continuar abrindo vagas, sim, mas a nossa prioridade continua sendo os cursos de nível superior", disse Esther Dweck.


> Prepare-se para o Concurso Nacional Unificado. Confira aqui material exclusivo e as últimas informações do CNU!

Mais dados de inscritos no CNU

Também foram trazidos os números de inscrições solicitadas e as confirmadas, divididos por gênero e raça, a quantidade de candidatos com deficiência e indígenas, além dos pedidos de atendimento especial e também o quantitativo solicitado e confirmado de isenções de taxa. 


Gênero

1.205.575 candidatos do sexo feminino (56%) 

938.858 candidatos do sexo masculino (44%)


Candidatos que solicitaram atendimento especial

55.219 concorrentes


Por nível de escolaridade / Por taxa

Nível médio - taxa de R$60

430.466 inscritos


Nível superior - taxa de R$90

1.113.400 inscritos


Por isentos

Inscritos no CadÚnico - 388.820 isentos

Alunos e ex-alunos do Prouni - 118.010 isentos

Alunos e ex-alunos do Fies - 81.103 isentos

Doadores medula óssea - 55.514 isentos


Inscritos por faixa de renda

Até R$1.412 (16,5%)

Entre R$1.413 e R$2.824 (20,3%)

Entre R$2.825 e R$4.236 (20,5%)

Entre R$4.237 e R$7.060 (20,3%)

Entre R$7.061 e R$14.120 (16,0%)

Acima de R$14.120 (6,3%)


Inscritos por cota

O CNU conta com a reserva de cotas para três perfis: candidatos negros (20%); pessoas com deficiência (5%); e pessoas de origem indígena (30%).


Para esses perfis, foram registradas a seguinte quantidade de inscritos:

  • Pessoas negras (pretos e pardos): 420,7 mil
  • Pessoas com deficiência: 45,5 mil
  • Pessoas indígenas: 10,4 mil

Vale destacar que a cota para indígenas é aplicada apenas para os cargos da Fundação dos Povos Indígenas, a Funai.


Inscritos por estado

De acordo com o MGI, a 1ª edição do Concurso Unificado recebeu inscritos de 5.555 diferentes municípios.


Veja a relação por estado:

  • São Paulo - 228.452 inscritos
  • Rio de Janeiro - 223.248 inscritos
  • Distrito Federal - 220.442 inscritos
  • Minas Gerais - 172.835 inscritos
  • Bahia - 162.701 inscritos
  • Pará - 118.876 inscritos
  • Pernambuco - 103.140 inscritos
  • Rio Grande do Sul - 80.348 inscritos
  • Maranhão - 77.653 inscritos
  • Paraná - 75.736 inscritos
  • Ceará - 72.455 inscritos
  • Goiás - 64.751 inscritos
  • Amazonas - 59.276 inscritos
  • Mato Grosso - 51.845 inscritos
  • Piauí - 50.857 inscritos
  • Paraíba - 43.847 inscritos
  • Rio Grande do Norte - 42.967 inscritos
  • Santa Catarina - 39.176 inscritos
  • Rondônia - 37.428 inscritos
  • Sergipe - 35.291 inscritos
  • Mato Grosso do Sul - 34.449 inscritos
  • Espírito Santo - 32.887 inscritos
  • Alagoas - 30.911 inscritos
  • Amapá - 25.109 inscritos
  • Tocantins - 24.117 inscritos
  • Roraima - 17.882 inscritos
  • Acre - 17.756 inscritos

Top 20 municípios com mais inscritos

Também foi divulgado pelo MGI a relação de municípios que mais receberam inscrições, totalizando pagantes e isentos. A capital federal, Brasília, foi a que registrou mais concorrentes confirmados no Concurso Nacional Unificado.


Veja os 20 municípios com mais concorrentes no CNU:

  1. Brasília DF - 220.442 inscritos
  2. Rio de Janeiro RJ - 127.248 inscritos
  3. São Paulo SP - 88.050 inscritos
  4. Salvador BA - 68.005 inscritos
  5. Belo Horizonte MG - 62.658 inscritos
  6. Belém PA - 57.315 inscritos
  7. Recife PE - 53.169 inscritos
  8. Goiânia GO - 46.836 inscritos
  9. São Luís MA - 45.723 inscritos
  10. Manaus AM - 45.667 inscritos
  11. Fortaleza CE - 39.727 inscritos
  12. Porto Alegre RS - 38.292 inscritos
  13. Teresina PI - 34.144 inscritos
  14. Curitiba PR - 32.685 inscritos
  15. Aracaju SE - 31.627 inscritos
  16. Natal RN - 28.447 inscritos
  17. João Pessoa PB - 25.397 inscritos
  18. Cuiabá MT - 25.066 inscritos
  19. Maceió AL - 23.397 inscritos
  20. Feira de Santana BA - 23.217 inscritos

O município de Santana de Araguaia, no Estado do Pará, foi a que recebeu o menor volume de inscrições: apenas 547 candidatos.

Inscritos por cargo

Conforme destacado acima, são mais de 430 mil inscritos que concorrem aos cargos de nível médio e 1.113.400 que estão na disputa pelas carreiras de nível superior.


O Ministério da Gestão e Inovação fez um balanço dos cargos com mais volume de candidatos.


A carreira de técnico em indigenismo, da Funai, foi a que recebeu o maior número de inscrições, enquanto a função de engenheiro, da AGU, foi a que teve a menor quantidade, totalizando apenas 834 inscritos


Veja os cargos com mais inscritos no CNU

  1. Técnico em Indigenismo (Funai): 323.250 inscritos
  2. Técnico em Informações Geográficas e Estatísticas (região Nordeste) (IBGE): 316.543 inscritos
  3. Auditor-Fiscal do Trabalho (MTE): 315.899 inscritos
  4. Analista Técnico-Administrativo (AGU): 297.114 inscritos
  5. Analista Técnico-Administrativo (MGI): 288.859 inscritos
  6. Analista Administrativo (Incra): 286.236 inscritos
  7. Analista em Reforma e Desenvolvimento Agrário (Incra): 272.201 inscritos
  8. Técnico em Informações Geográficas e Estatísticas (região Sudeste) (IBGE): 268.669 inscritos
  9. Especialista em Políticas Públicas e Gestão Governamental (MGI): 246.241 inscritos
  10. Analista em Ciência e Tecnologia (MCTI): 243.138 inscritos
  11. Analista Administrativo (Previc): 230.545 inscritos
  12. Analista Técnico-Administrativo (MJSP): 227.750 inscritos
  13. Analista Técnico-Administrativo (MPO): 219.974 inscritos
  14. Analista Técnico-Administrativo (MDIC): 218.879 inscritos
  15. Analista Técnico de Politicas Sociais (MGI): 217.057 inscritos
  16. Analista Técnico-Administrativo (MINC): 215.360 inscritos
  17. Técnico em Informações Geográficas e Estatísticas (região Norte) (IBGE): 208.287 inscritos
  18. Técnico em Informações Geográficas e Estatísticas (região Centro-Oeste) (IBGE): 202.896 inscritos
  19. Pesquisador-Tecnologista em Informações e Avaliações Educacionais (INEP): 196.006 inscritos
  20. Analista em Ciência e Tecnologia (Mapa): 192.295 inscritos


A entrevista coletiva foi realizada no Salão Nobre do edifício-sede do MGI, em Brasília, na Esplanada dos Ministérios, com transmissão ao vivo pela Folha Dirigida por Qconcursos.


Veja todos os detalhes, na íntegra:


Com a confirmação de 2,1 milhões de candidaturas, o CNU já se tornou o concurso com o maior número de inscritos da história, superando os editais do Banco do Brasil de 2021 e 2022, que registraram, respectivamente, 1,6 e 1,5 milhão de inscritos.


A ministra Esther Dweck comemorou a alta procura pelo Concurso Unificado.

"Estamos felizes pelo sucesso dessa inovação no serviço público que é o Concurso Nacional Unificado. Boa sorte e bons estudos a todas as pessoas inscritas. Vamos agora construir um serviço público com a cara do Brasil". 

Datas e próximas etapas do Concurso Unificado

Os candidatos devem ficar atentos às próximas etapas do concurso. As provas, por exemplo, estão marcadas para o dia 5 de maio.


Na coletiva realizada, o MGI também ratificou as próximas fases.


Confira as etapas e datas a seguir:

  • Obtenção impressa do Cartão de Confirmação de Inscrição no endereço eletrônico do Concurso Público Nacional Unificado: 25 de abril;
  • Atendimento aos candidatos com dúvidas sobre os locais de provas, vagas reservadas ou tratamento diferenciado para realização das provas: 25 de abril a 4 de maio;
  • Aplicação das provas objetivas e discursiva: 5 de maio;
  • Divulgação preliminar dos gabaritos das provas objetivas: 7 de maio;
  • Prazo para interposição de eventuais recursos quanto às questões formuladas e/ou aos gabaritos divulgados: 7 a 8 de maio;
  • Disponibilização da imagem do Cartão-Resposta: 3 de junho;
  • Divulgação das notas finais das provas objetivas e da nota preliminar da discursiva: 21 de junho;
  • Interposição de eventuais pedidos de revisão das notas da discursiva: 21 e 22 de junho;
  • Divulgação do resultado dos pedidos de revisão das notas da prova discursiva: 29 de junho;
  • Convocação para o envio de Títulos (via upload): 29 de junho;
  • Envio dos Títulos: 29 de junho a 1º de julho;
  • Resultado preliminar da Avaliação de Títulos: 16 de julho;
  • Previsão de divulgação dos resultados finais: 30 de julho.
  • Convocação dos aprovados para posse ou curso de formação: 5 de agosto

Concurso Unificado oferta 6,6 mil vagas

O Concurso Unificado traz a oferta total de 6.640 vagas para diferentes cargos de 21 órgãos do Poder Executivo Federal.


Essas chances estão agrupadas por 8 blocos temáticos, que representam as áreas de políticas públicas brasileiras.


Veja a divisão das vagas por bloco:

  • Bloco 1 - Infraestrutura, Exatas e Engenharias - 727 vagas;
  • Bloco 2 - Tecnologia, Dados, e Informação - 597 vagas;
  • Bloco 3 - Ambiental, Agrário e Biológicas - 530 vagas;
  • Bloco 4 - Trabalho e Saúde do Servidor - 971 vagas;
  • Bloco 5- Educação, Saúde, Desenvolvimento Social e Direitos Humanos - 1.016 vagas;
  • Bloco 6 - Setores Econômicos e Regulação - 359 vagas;
  • Bloco 7 - Gestão Governamental e Administração Pública - 1.748 vagas; e
  • Bloco 8 - Nível Intermediário - 692 vagas.

Só foi possível se inscrever para um dos blocos temáticos. Veja a relação completa de cargos por bloco aqui!


Dentro do mesmo bloco, foi permitido se candidatar a mais de um cargo, desde que tenha os requisitos necessários. As inscrições foram encerradas no dia 9 de fevereiro.


Está inscrito para o Bloco 8? Cadastre-se aqui e tenha acesso a aulas gratuitas!

Candidatos fizeram ranking de preferência entre cargos

Com a oportunidade de concorrer a vários cargos no mesmo bloco temático, no momento da inscrição o candidato precisou elencar os cargos por prioridade, no chamado ranking de preferência.


A pontuação do participante nas provas será considerada para todos os cargos incluídos no ranking de preferência. Assim, concorre-se simultaneamente a todas as oportunidades listadas. 


Em entrevista à Folha Dirigida por Qconcursos, a secretária adjunta de Gestão de Pessoas do Ministério da Gestão e Inovação em Serviços Públicos, Regina Camargos, falou sobre o processo.


Ela sinalizou que a dinâmica será bem próxima a do Sistema de Seleção Unificado (SISU), em que o candidato usa nota no Enem para concorrer a vagas em diferentes universidades.

“Vamos pegar a nota final do candidato e dizer que está apto para ocupar o cargo X, Y e Z. E aí ele vai escolher. De acordo com a pontuação, o cargo vai ser apontado para o candidato. Quanto maior a nota que a pessoa tiver, mais chances ela terá de ocupar o cargo de sua preferência”, detalhou. 

Caso o candidato não tenha pontuação, de imediato, para assumir o cargo que colocou na primeira posição, ele seguirá na lista de espera. 


Quem for convocado para a segunda ou terceira opção também continuará na lista de espera dos cargos que listar com maior prioridade.

Concurso Unificado atrai mais de 2 milhões de inscritos

(Foto: Ana Volpi/Agência Senado)


Resumo do Concurso Público Nacional Unificado

  • Instituto: mais de 20 órgãos do Executivo Federal
  • Situação atual: inscrições encerradas
  • Banca: Fundação Cesgranrio
  • Cargos: diversos
  • Escolaridade: níveis médio e superior
  • Vagas: 6.640
  • Remuneração: até R$23.579,71
  • Inscrições: 19 de janeiro a 9 de fevereiro de 2024
  • Data da prova objetiva: 5 de maio

Saiba mais e comece a estudar para o concurso.

Concurso Unificado terá provas em maio

O Concurso Público Nacional Unificado, também chamado de Enem dos Concursos, será composto pelas seguintes fases:

  • 1ª fase: provas objetivas e discursivas;
  • 2ª fase: perícia médica (avaliação biopsicossocial);
  • 3ª fase: procedimento de verificação da condição declarada: reserva de vagas para pessoas negras; e
  • 4ª fase: procedimento de verificação documental complementar: reserva de vagas a indígenas. 

Haverá ainda avaliação de títulos para alguns cargos.


As provas objetivas e discursivas serão no dia 5 de maio, em 220 cidades do país. A aplicação será dividida em dois turnos. Confira:


Turno da manhã (2h30 de prova)

  • Para cargos de nível médio: provas objetivas (20 questões) + redação; e
  • para cargos de nível superior: provas objetivas de Conhecimentos Gerais (20 questões) + prova discursiva Específica do bloco.

Turno da tarde (3h30 de prova)

  • Para cargos de nível médio: provas objetivas (40 questões); e
  • para cargos de nível superior: provas objetivas de Conhecimentos Específicos (50 questões).

Para os cargos de nível médio, do Bloco 8, as provas objetivas terão questões de Língua Portuguesa, Noções de Direito, Matemática e Realidade Brasileira. A discursiva será uma redação. 


Já para os cargos de nível superior, na parte objetiva, os concorrentes deverão responder a questões sobre Políticas Públicas e Conhecimentos Específicos, a depender do bloco temático escolhido. Na discursiva, será cobrada uma questão Específica.


>Participe agora do nosso Grupo do Telegram e fique por dentro das principais notícias do mundo dos concursos!

Logo Qconcursos
Conteúdo Qconcursos

Salário

Até R$ 22.921,71

Cargos

9

Vagas

13280
AO VIVOVer todas
Imagem do vídeo principal

Concurso PRF - Aula de Direitos Humanos: Status dos tratados internacionais de direitos humanos

Equipe Qconcursos