Concurso PF: pedido com 1.810 vagas na área Policial é enviado

O diretor de Gestão de Pessoas da Polícia Federal confirma que foram solicitadas 1.810 vagas em um novo concurso PF. O pedido foi enviado ao MGI.

Concursos Previstos
Autor:Mateus Carvalho
Publicado em:10/06/2024 às 12:32
Atualizado em:10/06/2024 às 14:27

O pedido de novo concurso PF, com 1.810 vagas na área Policial, foi encaminhado ao Ministério da Gestão e Inovação (MGI). A corporação solicita aval para todos os cinco cargos.


A demanda foi encaminhada pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP), que chegou a informar à Folha Dirigida por Qconcursos que faria o envio ao MGI, que pode conceder o aval a qualquer momento.


A solicitação da PF pede autorização para realização de concurso nos seguintes cargos:


Em documento acessado pela reportagem, o diretor de Gestão de Pessoas da PF, delegado Guilherme Monseff De Biagi, é questionado se existe algum cronograma prévio para a realização das etapas.

"Considerando que as propostas aguardam análise das esferas ministeriais, não há previsão para divulgação dos editais. A elaboração do cronograma depende da data da autorização do concurso", disse o diretor da PF.

Segundo ele, toda a organização do concurso e elaboração de um cronograma dependem da autorização, que ainda não foi concedida.


Diferentemente da PRF, a Polícia Federal não tem mais concurso público vigente. Portanto, para admitir novos servidores, a corporação precisa de autorização para divulgar um novo edital e ter aprovados para tomar posse.


Conforme dados apurados pela Folha Dirigida por Qconcursos, a vacância total da PF é de 1.764 cargos, somando todos os cinco cargos.


>Comece AGORA a estudar para o concurso PF! Clique AQUI!

Veja os salários dos cargos da PF

Todos os cinco cargos que existem no quadro da Polícia Federal são de nível superior e proporcionam ganho atrativos.


Veja os salários atualizados da carreiras previstas no atual pedido:

  • agente - 1.115 vagas (nível superior em qualquer área e remuneração de R$14.900,54);
  • escrivão - 364 vagas (nível superior em qualquer área e remuneração de R$14.900,54);
  • papiloscopista - 13 vagas (nível superior em qualquer área e remuneração de R$14.900,54);
  • perito - 57 vagas (nível superior em áreas específicas e remuneração de R$27.300); e
  • delegado - 261 vagas (nível superior em Direito e remuneração de R$27.300).

Os valores das remunerações já têm reajustes confirmados. No caso do agente, escrivão e papiloscopista, os ganhos chegarão a R$15.164,81, em 2025, e a R$15.710,10, em 2026.


Já para perito e delegado, as remunerações chegarão a R$27.800, em 2025, e a R$28.831,70, em 2026.


Leia também:

+ Concursos PF e PRF: lei que altera remunerações é publicada

Requisitos dos cargos do concurso PF

Para concorrer asos cargos da área Policial, é preciso ter o nível superior completo.


Os cargos de agente, escrivão e papiloscopista exigem o nível superior em qualquer área. Já o delegado, requer graduação em Direito. As oportunidades de perito serão, também, para áreas específicas.


No caso do perito, a graduação vai depender da especialidade ofertada em edital, já que a carreira conta com várias áreas.


Leia também:

Concurso PF: confira todos os requisitos completos das carreiras


Vale destacar, ainda, que os contratados para ingressar na PF são admitidos pelo regime estatutário, que assegura a estabilidade empregatícia ao servidor. Além disso, eles recebem diversos benefícios, como o auxílio-alimentação de R$1 mil.


>Quer começar os estudos GRATUITAMENTE para a Polícia Federal. Cadastre-se e saiba como!

Polícia Federal encaminha novo pedido de concurso PF para cinco cargos

(Foto: Governo Federal)

Entenda o processo de autorização do concurso PF

Como todos os anos, os pedidos de novos editais são encaminhados ao MGI até o dia 31 de maio. A pasta recebe as demandas e avalia se há possibilidade de autorização.


No pedido, o órgão informa, além das vagas solicitadas, todas as devidas justificativas, que costumam incluir a quantidade de cargos vagos. Além disso, apresenta a projeção de aposentadorias e o impacto orçamentário.


Na PF, a busca por mais servidores está relacionada aos Caçadores, Atiradores e Colecionadores (CAC's), pois a responsabilidade pelos registros passará a ser da Polícia Federal a partir de 2025.


Inclusive, a necessidade de um novo edital para a Polícia Federal já vem sendo discutida dentro do próprio órgão e com as entidades de classe, conforme informou o presidente da Fenapef, Marcus Firme, em entrevista à Folha Dirigida por Qconcursos.


Segundo o presidente da Fenapef, os esforços são para que o concurso seja realizado ainda este ano.

"A necessidade existe em face de todas as atribuições que acabaram vindo para a Polícia Federal. Então há um esforço grande por parte da Administração da Polícia Federal para que haja o concurso ainda esse ano. Eu acredito que provavelmente possa ocorrer ainda esse ano, os esforços estão sendo feitos para isso, para que haja esse concurso o mais rápido possível, para esse ano", comentou o presidente da Fenapef.

Sobre a nova atribuição (responsabilidade pelos registros de CACs), Marcus Firme comentou que mais uma atividade no escopo de responsabilidade da Polícia Federal não será um problema, mas que o quadro funcional não é suficiente para suprir a demanda.


Em abril, a PF informou à Folha Dirigida por Qconcursos que trabalhava em estudos internos para definir o quantitativo de vagas do próximo concurso.



Diretor-feral da PF projeta 2 mil vagas

O quantitativo de 1.810 vagas solicitado vai ao encontro do que vinha sendo projetado pelo diretor-geral da corporação Andrei Passos.


O chefe da Polícia Federal disse que o objetivo da Gestão era fazer novos concursos públicos para contratar e treinar mais policiais. Ele chegou a projetar um quantitativo de 2 mil novos policiais.


De acordo com Andrei, a intenção é fortalecer na sua gestão a diretoria administrativa que trata da questão do controle de armas, assim como as superintendencias regionais nos estados.


Em entrevista à Globo News, o diretor-geral da Polícia Federal também revelou que já havia tratativas junto ao Ministério da Gestão e Inovação para aumentar o efetivo.

"O trabalho não nos preocupa. Agora, é claro, que nós precisamos de meios, de recursos, para poder prestar um serviço à sociedade à altura do que é necessário. Portanto, sim, já há tratativas com o Ministério da Justiça, e com a própria ministra Esther do MGI, para que a gente tenha uma estrutura fortalecida", disse

Para o diretor da PF, o objetivo, sobretudo, é aumentar o efetivo no Órgão Central, em Brasília DF, mas também nas 27 unidades do país.

Concurso PF pode ter editais periódicos

O diretor-geral Andrei Passos também falou sobre a necessidade de novos concursos públicos, principalmente de forma periódica.

"Um pleito nosso é que a Polícia tenha concursos anuais, concursos periódicos, com menor quantidade de vagas, mas concursos periódicos de maneira que a gente consiga sempre - não só repor aqueles quadros que vão se aposentando -, mas também, incrementar o nosso efetivo que, hoje, é de apenas 15 mil servidores", disse Andrei à época.

Mas, até o momento, o MGI não sinalizou sobre autorização para um concurso PF.


A pasta mantém a previsão de autorizar novos Concursos Federais para este ano. O anúncio atrasou em função das chuvas no Rio Grande do Sul, que adiou as provas do Concurso Nacional Unificado e mudou o cronograma da pasta.


Veja como se preparar para a PF com dicas dos professores do Qconcursos:

Como foi o último concurso PF 2021?

O último concurso da Polícia Federal para a área Policial ocorreu em 2021, sob a organização do Cebraspe. A seleção ofertou um total de 1.500 vagas em diversos cargos de nível superior.


Apesar da oferta de vagas imediatas previstas em edital, o concurso PF convocou um número muito maior de aprovados.


Cargos concurso PF 2021

As 1.500 vagas ofertadas no concurso PF 2021 foram divididas entre as diferentes carreiras de nível superior:

  • delegado de Polícia Federal: 123 vagas, sendo 91 para ampla concorrência, 25 para candidatos negros e 7 para deficientes;
  • agente de Polícia Federal: 893 vagas, sendo 669 para ampla concorrência, 179 para candidatos negros e 45 para deficientes;
  • escrivão de Polícia Federal: 400 vagas, sendo 300 para ampla concorrência, 80 para candidatos negros e 20 para deficientes;
  • papiloscopista: 84 vagas, sendo 62 para ampla concorrência, 17 para candidatos negros e 5 para deficientes.

Ao todo, o concurso da Polícia Federal registrou 321.014 inscritos. 

Veja como foram as provas do concurso PF

No último concurso, os candidatos foram avaliados por meio de diversas etapas, como provas objetiva, discursiva, exame de aptidão física, avaliação médica, prova oral, prática de digitação (escrivão), entre outros.


A prova objetiva exigiu conhecimentos nas seguintes áreas:


Delegado (120 questões)

  • Direito Administrativo
  • Direito Constitucional
  • Direito Civil
  • Direito Processual Civil
  • Direito Empresarial
  • Direito Internacional Público e Cooperação Internacional
  • Direito Penal
  • Direito Processual Penal
  • Criminologia
  • Direito Previdenciário
  • Direito Financeiro e Tributário

Agente

Bloco 1 (60 questões)

  • Português
  • Noções de Direito Administrativo
  • Noções de Direito Constitucional
  • Noções de Direito Penal e Direito Processual Penal
  • Legislação Especial
  • Estatística
  • Raciocínio Lógico

Bloco 2 (36 questões)

  • Informática

Bloco 3 (24 questões)

  • Contabilidade Geral

Escrivão

Bloco 1 (60)

  • Português
  • Noções de Direito Administrativo
  • Noções de Direito Constitucional
  • Noções de Direito Penal e Direito Processual Penal
  • Legislação Especial
  • Estatística
  • Raciocínio Lógico

Bloco 2 (36 questões)

  • Informática

Bloco 3 (24 questões)

  • Contabilidade Geral
  • Arquivologia

Papiloscopista

Bloco 1 (60)

  • Português
  • Noções de Direito Administrativo
  • Noções de Direito Constitucional
  • Noções de Direito Penal e Direito Processual Penal
  • Legislação Especial
  • Estatística
  • Raciocínio Lógico

Bloco 2 (36 questões)

  • Informática

Bloco 3 (24 questões)

  • Biologia
  • Física
  • Química

As oportunidades oferecidas foram em formato nacional, ou seja, sem distribuição por regiões.

Logo Qconcursos
Conteúdo Qconcursos
InstitutoDepartamento de Polícia Federal

Salário

Até R$ 23.692,74

Cargos

5

Vagas

1810
PRÓXIMA LIVEVer todas
Imagem do vídeo principal

Concurso TJ SP Escrevente: Aulão das Disciplinas de Direito | Bloco II do edital #aovivo

Equipe Qconcursos