Concurso PMERJ: candidato pede indenização de R$2 milhões

Candidato do concurso PMERJ entra na Justiça e pede indenização de R$2 milhões, após as provas terem sido anuladas por tentativas de fraude.

Autor:Mateus Carvalho
Publicado em:14/09/2023 às 11:54
Atualizado em:14/09/2023 às 12:00

Um candidato do concurso PMERJ entrou com ação na Justiça após a decisão pela anulação das provas. Ele pede uma indenização de R$2 milhões por danos morais.


O candidato alega irregularidades na condução do processo seletivo, como as denúncias de consultas durante a prova e ausência de questões acerca dos conteúdos presentes no edital.

"Nosso cliente investiu tempo e recursos para se preparar para esse concurso. Ele acreditava que o processo seria conduzido de maneira ética e justa”, disse Anselmo Ferreira Costa Melo, advogado do candidato.

As informações foram divulgadas pelo portal R7. A decisão de anular as provas foi anunciada pelo governador do Rio de Janeiro, Cláudio Castro, no dia 31 de agosto.


A corporação e o governo confirmam que será aplicada uma nova avaliação, em data ainda não confirmada. Ainda não se sabe, no entanto, se o Ibade será mantido ou uma nova banca será escolhida.


O governo trabalha com a estimativa de realizar a nova prova ainda este ano.


Leia também:

Concurso PMERJ: banca e corporação falam sobre provas anuladas


Segundo a banca, desde que tomou conhecimento dos fatos vem atuando na tentativa de apurar as ocorrência e identificar os supostos candidatos. Já a PMERJ instaurou um processo contra a organizadora.


A Polícia Militar do Rio de Janeiro abriu um processo administrativo contra o Ibade, por conta das irregularidades na aplicação da prova. O diretor-geral de Pessoal, Cláudio Halicki, concedeu um prazo de 20 dias para a conclusão dos trabalhos, podendo haver prorrogação.


Na última segunda, 11, uma audiência realizada na Alerj contou com a presença de deputados e candidatos para discutir a anulação das provas.


O Ibade se mostrou favorável à continuação da seleção. A banca não compareceu ou enviou representantes, porém encaminhou uma nota à comissão afirmando que os casos foram isolados e não impactaram no resultado do exame.


Quer garantir a sua vaga em um concurso público? Conheça a Vitalícia Qconcursos, com descontos especiais em diversos planos, que vão te encaminhar para a conquista de uma das mais de 100 mil vagas em 2023! Acesse aqui!

Concurso público da PMERJ para soldados está sob investigação e teve as provas anuladas por fraudes

(Foto: Agência Brasil)


Quer se preparar para concursos? Então confira as próximas seleções previstas na região Sudeste.

Entenda o que aconteceu nas provas da PMERJ

As provas do concurso PMERJ foram marcadas por denúncias de candidatos. Eles relataram atraso na abertura e fechamento dos portões, uso de celulares, fiscais despreparados e mais. Além disso, uma operação da corporação prendeu 20 criminosos.


No domingo, 27, Folha Dirigida por Qconcursos esteve no campus de Nova Iguaçu da Estácio de Sá, realizando a cobertura dos exames.


Por lá, os portões fecharam com quase 30 minutos de atraso. As provas começaram somente às 11h, com duas horas de atraso, e não haviam fiscais suficientes.


Em grupos de mensagens, candidatos trocaram detalhes da prova e passaram respostas. Veja todos os detalhes aqui!


Relembre como foram as provas da PMERJ

Nesta primeira etapa, foram cobradas 50 questões, com a seguinte distribuição:

  • Língua Portuguesa (dez questões);
  • Matemática Básica (dez);
  • Noções de Direitos Humanos (dez);
  • Noções de Direito Administrativo e Legislação Aplicada à PMERJ (dez); e
  • Noções de Direito Penal e Processo Penal (dez).

Cada questão terá o valor de dois pontos. Será classificado na prova objetiva quem obtiver concomitantemente 60% dos pontos e não zerar nenhuma disciplina.


Concurso PMERJ oferece 2 mil vagas de soldados

A Polícia Militar do Rio de Janeiro oferece 2 mil vagas para soldados. Desse quantitativo, 200 são para sexo feminino e 1.800 para o sexo masculino.


Há cotas para negros, indígenas e pessoas com hipossuficiência econômica.


A seleção, no entanto, não reserva vagas para pessoas com deficiência, tendo em vista as peculiaridades do exercício do cargo de soldado.O cargo de soldado da PM do Rio de Janeiro apresenta os seguintes requisitos:

  • nível médio completo;
  • idade entre 18 e 32 anos, até o primeiro dia de inscrição do concurso (14 de junho), considerando a idade compreendida até a véspera do trigésimo terceiro aniversário;
  • altura de 1,65m para o sexo masculino e 1,60m para o sexo feminino; e
  • Carteira Nacional de Habilitação (CNH), exceto somente categoria A.

Os aprovados terão ganhos conforme o momento de carreira. No Curso de Formação de Soldado da Policial Militar (CFSD), que tem duração de 12 meses, os alunos receberão R$2.956,41 (valor bruto).


Após a formatura, os soldados passarão para o salário inicial de R$5.233,88. A contratação será feita pelo regime estatutário, que garante a estabilidade do militar.


Quer ficar por dentro das notícias que rolam no mundo dos concursos? Acompanhe o nosso canal no Telegram e fique por dentro de tudo!

Logo Qconcursos
Conteúdo Qconcursos
InstitutoPolícia Militar do Estado do Rio de Janeiro

Salário

Até R$ 5.233,88

Cargos

1

Vagas

2000
AO VIVOVer todas
Imagem do vídeo principal

Concurso Caixa - Aula de Conhecimentos Bancários: Estrutura do Sistema Financeiro Nacional

Equipe Qconcursos