CNU: 12 órgãos aderem ao processo para lotação de aprovados

Segundo o Ministério da Gestão (MGI), 12 órgãos aderiram à estratégia de dimensionamento, cujo impacto incidirá na alocação dos aprovados no CNU.

Autor:Mateus Melis
Publicado em:01/04/2024 às 11:49
Atualizado em:01/04/2024 às 12:14


Entre as diversas etapas previstas, ocorrerá a aplicação do levantamento dos perfis desejados, em que serão identificadas as competências necessárias para realizar as entregas nas unidades dos órgãos.


As atividades possibilitarão uma melhor decisão relacionada à alocação dos aprovados no Concurso Nacional Unificado dentro do quadro de pessoal dos participantes do CNU.


Ao portal do próprio MGI, o secretário de Gestão de Pessoas do órgão, José Celso Cardoso, destacou a importância do dimensionamento.

"O serviço público mudou. Hoje temos o trabalho híbrido, o teletrabalho, a inteligência artificial, então é importante dimensionar a nossa força de trabalho e oferecer-lhe todas as condições de atuar diante desse novo cenário".

Entre os participantes do DFT estão:

  • Ministério da Saúde;
  • Ministério do Trabalho;
  • Superintendência de Previdência Complementar (Previc);
  • Ministério do Desenvolvimento Humano e Cidadania (MDH);
  • Ministério do Planejamento e Orçamento (MPO);
  • Fundação Nacional do Índio (Funai);
  • Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP);
  • Advocacia Geral da União (AGU);
  • Agência Nacional de Transportes Aquaviários (Antaq);
  • Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS); e
  • Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Vale lembrar que o Ibama não conta com vagas no CNU, mas aguarda aval para uma nova seleção.


A poucos dias das provas do Concurso Unificado, o Qconcursos irá guiar a sua jornada nesta reta final. A Maratona CNU já começou. Cadastre-se e participe gratuitamente!

Provas do concurso Unificado serão aplicadas em maio

(Foto: Ramiro Lucena/Folha Dirigida por Qconcursos)


Como serão as provas do Concurso Unificado?

Conforme destacado anteriormente, as provas objetivas e discursivas serão realizadas no dia 5 de maio, em dois turnos.


A prova será dividida em dois turnos, sendo:

Turno da manhã (2h30 de prova)

  • nível médio: provas objetivas (20 questões) + redação; e
  • nível superior: provas objetivas de Conhecimentos Gerais (20 questões) + prova discursiva de Conhecimento Específico do bloco.

Turno da tarde (3h30 de prova)

  • nível médio: provas objetivas (40 questões); e
  • nível superior: provas objetivas de Conhecimentos Específicos (50 questões).

Será eliminado o candidato que obtiver aproveitamento inferior a 40% da pontuação nas provas objetivas de Conhecimentos Gerais e Específicos ou nota zero na prova discursiva.


Veja como será a redação do CNU:


CNU conta com mais de 6 mil oportunidades

Sob organização da Fundação Cesgranrio, o Concurso Unificado oferece mais de 6 mil oportunidades em diversos órgãos federais, tais como Previc, AGU, Ministério da Justiça, IBGE, entre outros.


As vagas estão distribuídas por oito blocos temáticos, sendo eles:

  • Bloco 1 - Infraestrutura, Exatas e Engenharias - 727 vagas;
  • Bloco 2 - Tecnologia, Dados, e Informação - 597 vagas;
  • Bloco 3 - Ambiental, Agrário e Biológicas - 530 vagas;
  • Bloco 4 - Trabalho e Saúde do Servidor - 971 vagas;
  • Bloco 5- Educação, Saúde, Desenvolvimento Social e Direitos Humanos - 1.016 vagas;
  • Bloco 6 - Setores Econômicos e Regulação - 359 vagas;
  • Bloco 7 - Gestão Governamental e Administração Pública - 1.748 vagas; e
  • Bloco 8 - Nível Intermediário - 692 vagas.

Veja a relação completa de cargos por bloco aqui!


Está inscrito para o Bloco 8? Cadastre-se aqui e tenha acesso a aulas gratuitas!

Como funcionará o cadastro reserva do CNU?

Além das mais de 6 mil oportunidades em diversos órgãos federais, o Concurso Unificado ainda contará com oportunidades para cadastro reserva.


Conforme destacado nos editais, a previsão é de que o cadastro reserva conte com, pelo menos, o dobro das vagas imediatas.


No total, o CNU oferece 6.640 vagas, entre diversos cargos e órgãos. As chances são para quem tem níveis médio e superior.


A partir deste cenário, entende-se que o CNU poderá ter 13.280 aprovados no cadastro de reserva. Esses poderão ser aproveitados durante todo o prazo de validade, que será de 12 meses (um ano), cabendo prorrogação uma vez e por igual período.


Dessa forma, se somadas as 6.640 vagas imediatas e todas as possíveis chamadas do banco de reserva, o Concurso Unificado pode chegar a ter quase 20 mil aprovados sendo nomeados.


Apesar dessa possibilidade de um alto número de convocações de aprovados, é importante destacar que apenas as vagas imediatas asseguram a convocação dos aprovados.


As vagas de cadastro reserva criam uma expectativa de convocação, estando condicionadas à necessidade dos órgãos, além da disponibilidade orçamentária.


Quer ficar por dentro da banca do Concurso Público Nacional Unificado? Então baixe agora, gratuitamente, o E-BOOK do perfil da CESGRANRIOcom todas as informações sobre o chamado Enem dos Concursos. Clique aqui!

Logo Qconcursos
Conteúdo Qconcursos

Salário

Até R$ 22.921,71

Cargos

9

Vagas

13280
PRÓXIMA LIVEVer todas
Imagem do vídeo principal

Concurso BNB - Aula de Língua Portuuesa: Morfossintaxe do pronome

Equipe Qconcursos