Concurso Unificado: MGI estuda orçamento para 2ª edição em 2025

De acordo com coletiva do MGI, o órgão já estuda a disponibilidade de orçamento para um novo Concurso Unificado em 2025. Veja!

Autor:Mateus Melis
Publicado em:23/02/2024 às 17:59
Atualizado em:26/02/2024 às 08:53

Após reunir mais de 6 mil vagas em diversos órgãos, o Ministério da Gestão e da Inovação em Serviços Públicos (MGI) já projeta uma 2ª edição do Concurso Unificado que, possivelmente, poderá ocorrer em 2025.


Em coletiva realizada nesta sexta-feira, 23, em Brasília DF, acerca dos dados referentes às inscrições do CNU, a secretária executiva do MGI, Cristina Mori, informou que o órgão estuda a possibilidade de uma nova seleção para o ano que vem.


Apesar disso, a secretária ponderou que um novo edital depende das vagas que serão autorizadas pelo MGI, além do orçamento disponível para a execução de outro processo seletivo nacional.

"Estamos começando os estudos agora para entender se vamos ter um número de vagas que justifique a realização de um concurso em escala nacional, como estamos fazendo agora. As vagas que são autorizadas dependem dos órgãos que nos mandaram, então certamente requer uma nova articulação com um novo conjunto de órgãos que tenham vagas supostamente aprovadas", reforçou.

Cristina Mori também destacou que o processo para a autorização de novos editais tem seguido uma metodologia de dimensionamento da força de trabalho dos órgãos, em que o MGI busca entender a real necessidade de um órgão para a recomposição do quadro funcional.


Em caso de uma nova edição do Concurso Unificado, a ministra do MGI, Esther Dweck, reforçou na coletiva que o modelo de distribuição por blocos deverá ser mantido.


A estruturação do bloco, por sua vez, dependerá dos novos cargos e órgãos que serão contemplados na 2ª edição do CNU.

"A lógica ali (divisão por blocos) é mais pelo tema do que pela vaga e pelo órgão em si. Essa lógica, até esse momento, foi uma boa decisão e, por enquanto, vamos manter", destacou a ministra.

Autorizações para novos editais podem ocorrer em breve

Com o início dos estudos orçamentários para viabilizar a 2ª edição do Concurso Unificado, a expectativa se volta para as novas autorizações.


O Ministério da Gestão e da Inovação em Serviços Públicos é o órgão responsável por conceder as autorizações para os editais no Executivo Federal.


Na coletiva, a ministra confirmou que novos concursos serão autorizados em breve, sendo que os primeiros órgãos contemplados poderão ser divulgados já no mês de março.

"Este ano iremos autorizar sim novos concursos, mas em uma quantidade inferior do que em 2023. Vamos esperar um pouco esse período das inscrições do concurso (unificado) para anunciar as novas vagas, possivelmente, ao longo do mês de março", afirmou a ministra Esther Dweck.

Entre os editais que poderão receber novas autorizações em 2024 está o concurso do Ibama, visto que a área Ambiental é considerada uma das prioridades do Governo Federal para este ano.


Vale destacar que, em entrevista à Folha Dirigida por Qconcursos, a secretária adjunta de Gestão de Pessoas do MGI, Regina Camargos, ponderou que o Ibama e o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) estavam entre os órgãos com maior déficit de pessoal.


>>>Prepare-se para o Concurso Nacional Unificado. Confira aqui material exclusivo e as últimas informações do CNU!

MGI estuda orçamento para 2ª edição do Concurso Unificado em 2025

(Foto: Agência Brasil/EBC)


Resumo do Concurso Público Nacional Unificado

  • Instituto: mais de 20 órgãos do Executivo Federal
  • Situação atual: inscrições encerradas
  • Banca: Fundação Cesgranrio
  • Cargos: diversos
  • Escolaridade: níveis médio e superior
  • Vagas: 6.640
  • Remuneração: até R$23.579,71
  • Inscrições: 19 de janeiro a 9 de fevereiro de 2024
  • Data da prova objetiva: 5 de maio

Saiba mais e comece a estudar para o concurso.


Quer ficar por dentro da banca do Concurso Público Nacional Unificado? Então baixe agora, gratuitamente, o E-BOOK do perfil da CESGRANRIO, com todas as informações sobre o chamado Enem dos Concursos. Clique aqui!

Veja inscritos por bloco temático do Concurso Unificado

O quantitativo de inscritos por bloco temático do CNU foi um dos dados que foram divulgados pelo MGI nesta sexta, 23.


Confira abaixo a relação candidato por vaga, de acordo com o bloco temático do CNU:


Bloco 1 - Infraestrutura, Exatas e Engenharias

Vagas: 727

Inscritos: 121.838

Concorrência: 167,59 candidatos


Bloco 2 - Tecnologia, Dados, e Informação

Vagas: 597

Inscritos: 77.943

Concorrência: 130,55 candidatos


Bloco 3 - Ambiental, Agrário e Biológicas

Vagas: 530

Inscritos: 102.922

Concorrência: 194,19 candidatos


Bloco 4 - Trabalho e Saúde do Servidor

Vagas: 971

Inscritos: 336.284

Concorrência: 346,32 candidatos


Bloco 5- Educação, Saúde, Desenvolvimento Social e Direitos Humanos

Vagas: 1.016

Inscritos: 300.766

Concorrência: 296,02 candidatos


Bloco 6 - Setores Econômicos e Regulação

Vagas: 359

Inscritos: 74.283

Concorrência: 206,91 candidatos


Bloco 7 - Gestão Governamental e Administração Pública

Vagas: 1.748

Inscritos: 429.370

Concorrência: 245,63 candidatos


Bloco 8 - Nível Intermediário

Vagas: 692

Inscritos: 701.029

Concorrência: 1.013,04 candidatos.


Ao todo, o Concurso Unificado reuniu 2.144.435 inscritos confirmados, sendo:

  • 1.543.560 pagantes; e
  • 600.875 isentos.

Além disso, o MGI confirmou que 512.605 candidatos não realizaram o pagamento das taxas.


De acordo com o Ministério da Gestão, a 1ª edição do CNU recebeu inscritos de 5.555 diferentes municípios.

Quais cargos receberam o maior número de inscritos?

Conforme já esperado, o Bloco 8 reuniu o maior número de inscritos do Concurso Nacional Unificado.


A carreira de técnico em indigenismo (Funai) contou com 323.250 candidaturas homologadas. Em seguida, vem a especialidade de técnico em informações geográficas do IBGE (região Nordeste), com 316.543 inscritos.


Veja os cargos com mais inscritos no CNU:

  1. Técnico em Indigenismo (Funai): 323.250 inscritos
  2. Técnico em Informações Geográficas e Estatísticas (região Nordeste) (IBGE): 316.543 inscritos
  3. Auditor-Fiscal do Trabalho (MTE): 315.899 inscritos
  4. Analista Técnico-Administrativo (AGU): 297.114 inscritos
  5. Analista Técnico-Administrativo (MGI): 288.859 inscritos
  6. Analista Administrativo (Incra): 286.236 inscritos
  7. Analista em Reforma e Desenvolvimento Agrário (Incra): 272.201 inscritos
  8. Técnico em Informações Geográficas e Estatísticas (região Sudeste) (IBGE): 268.669 inscritos
  9. Especialista em Políticas Públicas e Gestão Governamental (MGI): 246.241 inscritos
  10. Analista em Ciência e Tecnologia (MCTI): 243.138 inscritos
  11. Analista Administrativo (Previc): 230.545 inscritos
  12. Analista Técnico-Administrativo (MJSP): 227.750 inscritos
  13. Analista Técnico-Administrativo (MPO): 219.974 inscritos
  14. Analista Técnico-Administrativo (MDIC): 218.879 inscritos
  15. Analista Técnico de Politicas Sociais (MGI): 217.057 inscritos
  16. Analista Técnico-Administrativo (MINC): 215.360 inscritos
  17. Técnico em Informações Geográficas e Estatísticas (região Norte) (IBGE): 208.287 inscritos
  18. Técnico em Informações Geográficas e Estatísticas (região Centro-Oeste) (IBGE): 202.896 inscritos
  19. Pesquisador-Tecnologista em Informações e Avaliações Educacionais (INEP): 196.006 inscritos
  20. Analista em Ciência e Tecnologia (Mapa): 192.295 inscritos


Está inscrito para o Bloco 8? Cadastre-se aqui e tenha acesso a aulas gratuitas!

Concurso Unificado oferece mais de 6 mil oportunidades

Sob organização da Fundação Cesgranrio, o Concurso Unificado oferece mais de 6 mil oportunidades em diversos órgãos federais. As vagas foram distribuídas em oito blocos temáticos.

  • Bloco 1 - Infraestrutura, Exatas e Engenharias - 727 vagas;
  • Bloco 2 - Tecnologia, Dados, e Informação - 597 vagas;
  • Bloco 3 - Ambiental, Agrário e Biológicas - 530 vagas;
  • Bloco 4 - Trabalho e Saúde do Servidor - 971 vagas;
  • Bloco 5- Educação, Saúde, Desenvolvimento Social e Direitos Humanos - 1.016 vagas;
  • Bloco 6 - Setores Econômicos e Regulação - 359 vagas;
  • Bloco 7 - Gestão Governamental e Administração Pública - 1.748 vagas; e
  • Bloco 8 - Nível Intermediário - 692 vagas.

Veja a relação completa de cargos por bloco aqui!

Cronograma do Concurso Unificado

Após o período de inscrição, o candidato deve ter atenção às principais datas do CNU. Veja o cronograma da seleção:

  • 29 de fevereiro de 2024 – divulgação dos dados finais de inscrições;
  • 29 de abril de 2024 – divulgação dos cartões de confirmação;
  • 5 de maio de 2024 – aplicação das provas;
  • 3 de junho de 2024 – divulgação dos resultados; das provas objetivas e preliminares das provas discursivas e de redação;
  • 30 de julho de 2024 – divulgação final dos resultados; e
  • 5 de agosto de 2024 – início da convocação para posse e cursos de formação.

Prepare-se para o CNU! Comece a estudar agora.


Logo Qconcursos
Conteúdo Qconcursos

Salário

Até R$ 22.921,71

Cargos

9

Vagas

13280
PRÓXIMA LIVEVer todas
Imagem do vídeo principal

Escrevente TJ-SP - Aula de Atualidades: Resolução de questões - Mudança Climática Global

Equipe Qconcursos