Vazamento da prova do Enem impacta o Concurso Unificado? Entenda!

Após a página de redação da prova do Enem vazar nas redes sociais, o Inep abriu investigação com a PF. Isso impactará o Concurso Unificado? Confira!

Concursos Previstos
Autor:Mateus Carvalho
Publicado em:06/11/2023 às 09:55
Atualizado em:06/11/2023 às 10:18

O primeiro dia de aplicação do Enem 2023 foi marcado pelo vazamento de uma imagem da prova e investigação da Polícia Federa (PF). Com isso, os futuros candidatos do Concurso Nacional Unificado (CNU) ficam com a seguinte dúvida: como isso poderá impactar o Enem dos Concursos?


Em resposta imediata, não há impactos diretos e negativos ao Concurso Nacional Unificado, principalmente pelo fato da banca organizadora do CNU ainda não ter sido escolhida - embora o processo já tenha sido iniciado.


O destaque do momento, porém, é positivo e vai para o Inep, que atuou rapidamente com a Polícia Federal, para iniciar as investigações a respeito do vazamento, não prejudicando assim a execução do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).


De acordo com o Inep, sempre que acontece algum evento ou intercorrência deste tipo e o instituto toma conhecimento, a PF é acionada para investigar as suspeitas.

Entenda o vazamento das provas do Enem

O evento principal foi a divulgação precoce da imagem da página da prova de redação, que começou a circular nas redes sociais durante a tarde de domingo, 6. No entanto, o Inep revelou que a divulgação das imagens ocorreu após o início da prova.


Além disso, o instituto descartou o envolvimento de seus servidores públicos na divulgação das fotos.

“A PF já está investigando os fatos, inclusive fizeram duas diligências, uma em Pernambuco, onde um proprietário de um conteúdo digital divulgou a imagem, e outra no Distrito Federal. A polícia está engajada para fazer a investigação e poderá fazer outras diligências nas próximas horas para a gente identificar essa divulgação”, disse o ministro da Educação, Camilo Santana.

É importante salientar que, nesses casos, abrir uma investigação é o processo mais eficaz e rápida para conduzir a lisura da situação e não prejudicar os candidatos. Embora seja alarmante e cause impacto, é o método mais seguro.

“Não há a menor dúvida de que essas imagens passaram a circular depois do fechamento das provas, então não há nenhuma possibilidade de envolvimento de qualquer servidor do Inep, até porque eles não tiveram acesso a essas provas no momento de sua aplicação”, disse o atual presidente do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), Manuel Palacios.

A imagem foi publicada durante a execução da prova. Vale destacar que, pelas regras do Enem, é proibido o uso de smartphones ou outros eletrônicos durante o exame pelos concorrentes. A PF investiga se os registros foram feitos por algum candidato.


Vale destacar que, embora o Inep seja o responsável pela organização do Enem, o Cebraspe é a instituição responsável pela aplicação das provas. A banca de Brasília ainda não se manifestou.


De acordo com dados oficiais do Governo Federal, cerca de 28% de candidatos não compareceram ao primeiro dia do Enem 2023. Dos inscritos, 4.293 participantes foram eliminados por desrespeitar alguma regra do edital.


Os dados foram revelados pelo ministro Camilo Santana, em coletiva de imprensa.

Concurso Unificado terá banca definida este mês

Muita gente tem dúvida e acredita que o Inep será o organizador do Concurso Nacional Unificado, mas não, o órgão apenas faz parte da comissão de governança, criada para definir a estrutura do CNU.


A publicação do edital, aplicação das provas e organização do chamado "Enem dos Concursos" ficará sob responsabilidade de uma banca organizadora, que será anunciada neste mês de novembro.


As propostas já foram enviadas e algumas instituições estão na disputa pela organização, são elas:

  • Cebraspe;
  • Fundação Getulio Vargas (FGV);
  • Fundação Cesgranrio;
  • Instituto Americano de Desenvolvimento (Iades); e
  • Instituto Brasileiro de Formação e Capacitação (IBFC).

Segundo o regulamento do Concurso Unificado, publicado no início de outubro, a previsão é de que a contratação da banca organizadora ocorra até o dia 22 de novembro


Vale lembrar que o Concurso Unificado será realizado nos moldes do Enem, em uma prova única de conhecimento para todos os cargos. Em seguida, os candidatos poderão concorrer dentro dos blocos temáticos, elencando as carreiras de preferência.


A oferta total será de 6.640 vagas para carreiras dos níveis médio e superior. Mais de 20 órgãos aderiram ao CNU e estarão presentes nesta 1ª edição.


A BlackNovember do Qconcursos começou! Escolha estudar do jeito certo e seja aprovado com a ajuda de especialistas. ACESSE AQUI!

Ministro Camilo Santana conduz coletiva e fala sobre intercorrência e casos de alunos prejudicados

(Foto: José Cruz/Agência Brasil)

Concurso Unificado terá edital em dezembro

Com o Concurso Nacional Unificado, o objetivo do governo é centralizar os concursos autorizados neste ano e democratizar o acesso ao serviço público. As provas serão em várias cidades, como ocorre no Enem, e não apenas nas capitais dos estados.


Será possível concorrer a vagas em mais de um cargo, pagando apenas uma taxa de inscrição. O edital já tem previsão de data para ser publicado, veja a seguir:

  • edital: 20 de dezembro de 2023;
  • provas: até março de 2024;
  • resultado final da etapa unificada: até maio de 2024;
  • cursos de formação, quando cabível: até julho de 2024;
  • posse dos novos servidores: até agosto de 2024.

O secretário de Gestão de Pessoas do MGI, José Celso Pereira Cardoso Júnior, também já adiantou que será publicado um edital por bloco temático


Quer ficar por dentro do Concurso Nacional Unificado? Então baixe agora, gratuitamente, o E-BOOK do CNU, com todas as informações sobre o chamado "Enem dos Concursos". Clique aqui!

Órgãos confirmados no CNU

No total, 22 órgãos e entidades do Executivo Federal assinaram o termo de adesão ao Concurso Nacional Unificado. Veja a lista a seguir:

  • IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística): 895 vagas;
  • Funai (Fundação Nacional dos Povos Indígenas): 502 vagas;
  • Incra (Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária): 742 vagas;
  • Mapa (Ministério da Agricultura e Pecuária): 440 vagas;
  • Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia): 80 vagas;
  • MTE (Ministério do Trabalho e Emprego): 900 vagas;
  • Ministério da Saúde: 220 vagas;
  • AGU (Advocacia Geral da União): 400 vagas;
  • Previc (Superintendência Nacional de Previdência Complementar): 40 vagas;
  • Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica): 40 vagas;
  • Antaq (Agência Nacional de Transportes Aquaviários): 30 vagas;
  • ANS (Agência Nacional de Saúde Suplementar): 35 vagas;
  • MDIC (Ministério do Desenvolvimento, Indústria, Comércio e Serviços): 110 vagas;
  • MCTI em partes (Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação): 296 vagas;
  • MJSP (Ministério da Justiça e Segurança Pública): 130 vagas;
  • MinC (Ministério da Cultura): 50 vagas;
  • MEC (Ministério da Educação): 70 vagas para ATPS;
  • MDHC (Ministério dos Direitos Humanos e da Cidadania): 40 vagas;
  • MPI (Ministério dos Povos Indígenas): 30 vagas;
  • MPO (Ministério do Planejamento e Orçamento): 60 vagas;
  • MGI (Ministério da Gestão e Inovação em Serviços Públicos) e as carreiras transversais: 1.480 vagas;
  • Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira): 50 vagas.

Veja como serão as inscrições do Enem do Concursos

As inscrições do Concurso Nacional Unificado, também chamado de Enem dos Concursos, serão realizadas após a publicação do edital, no site da banca organizadora contratada.


Primeiro, o candidato terá que escolher um bloco temático. Só será possível se inscrever para um dos blocos temáticos.


Em seguida, o concorrente irá listar, por ordem de prioridade, quais carreiras dentro do bloco quer concorrer. Desde que tenha todos os requisitos necessários.


Desta forma, uma mesma pessoa poderá concorrer a mais de um cargo dentro do bloco temático e pagando apenas uma taxa de inscrição.


Está estudando para o CNU? Participe do grupo VIP do WhatsApp: clique aqui!

Logo Qconcursos
Conteúdo Qconcursos

Salário

Até R$ 22.921,71

Cargos

9

Vagas

13280
PRÓXIMA LIVEVer todas
Imagem do vídeo principal

Concurso PRF - Aula de Direitos Humanos

Equipe Qconcursos