Concurso AFT: MTE negocia adesão ao edital nacional unificado

Ministério do Trabalho e Emprego avança nas negociações para participar do Concurso Nacional Unificado e oferecer as 900 vagas de AFT. Veja!

Concursos Previstos
Autor:Bruna Somma
Publicado em:12/09/2023 às 11:34
Atualizado em:12/09/2023 às 11:53

As 900 vagas de auditor-fiscal do trabalho (AFT) devem estar no Concurso Nacional Unificado (CNU). O Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) está em negociações avançadas para aderir ao novo modelo de seleção. 


A informação foi passada, com exclusividade à Folha Dirigida por Qconcursos, nesta terça-feira, 12, por fonte ligada à organização do CNU. 


De acordo com a fonte, o MTE deverá anunciar a participação no concurso unificado nos próximos dias, após assinar o termo de adesão. 


Com o Concurso Nacional Unificado, o Governo Federal quer centralizar as seleções autorizadas este ano para diferentes órgãos e entidades. A ideia é ter um único dia de provas, no primeiro trimestre de 2024, com aplicação em cerca de 180 cidades pelo país. 


A partir disso, a proposta é democratizar o acesso ao serviço público. A adesão ao CNU, também chamado de “Enem dos Concursos”, é voluntária. Isto é, cada órgão ou ministério pode escolher se vai participar ou não da seleção nesse formato. 


A proposta do Concurso Nacional Unificado é que as vagas sejam agrupadas em oito blocos temáticos:

  • Administração e Finanças Públicas;
  • Setores Econômico, Infraestrutura e Regulação;
  • Agricultura, Meio Ambiente e Desenvolvimento Agrário;
  • Educação Ciência, Tecnologia e Inovação;
  • Políticas Sociais; Justiça e Saúde;
  • Trabalho e Previdência;
  • Dados, Tecnologia e Informação Pública; e
  • Nível intermediário.

Se confirmada a adesão, as 900 vagas de auditor-fiscal do trabalho (AFT) serão incluídas no bloco de Trabalho e Previdência. Os candidatos poderão se candidatar somente a um dos blocos temáticos. 


Comece a se preparar para o Concurso Nacional Unificado com o 1º Preparatório do Mercado. Inscreva-se agora e garanta sua vaga!

Autorização é para preenchimento de 900 vagas de auditor-fiscal do trabalho

(Foto: GOV BR)


O Concurso Nacional Unificado terá apenas um dia de provas. Os candidatos deverão responder a:

  • questões objetivas com matriz comum a todos os candidatos;
  • questões objetivas sobre Conhecimentos Específicos de cada bloco temático;
  • prova discursiva sobre Conhecimentos Específicos de cada bloco temático.

A aplicação das provas objetivas e discursivas será em um único turno (com 4h30 de duração). Em seguida, será realizada a avaliação de titulação acadêmica e/ou experiência profissional pregressa, se necessário.

Preparativos do concurso dependem de adesão ao CNU

Outro fator que colabora com a adesão do AFT ao Concurso Nacional Unificado é que o MTE informou à Folha Dirigida por Qconcursos, no dia 3 de agosto, que a organização da seleção para auditores poderá ficar sob a responsabilidade do Ministério da Gestão e Inovação em Serviços Públicos (MGI)

"Está sendo discutida a possibilidade da organização do concurso ficar a cargo do MGI, não obstante isso, ainda que a organização fique no MTE, nós preferimos dar informações após a publicação do edital", disse o MTE.

Como o MGI é a pasta que está à frente da organização do concurso unificado, crescem as evidências de que as 900 vagas de auditor-fiscal do trabalho sejam incluídas na seleção. 


A comissão do concurso AFT, por sua vez, já concluiu os trabalhos iniciais. Porém, agora aguarda a posição sobre o Concurso Nacional Unificado.


O Ministério do Trabalho e Emprego informou que o grupo técnico entregou o relatório final das atividades.

“As sugestões e a implementação das sugestões estão embargadas até que o Ministério do Trabalho e Emprego decida se anuiará ou não ao Concurso Nacional Unificado, proposto pelo Ministério da Gestão e Inovação", disse o MTE.

Está estudando para o concurso AFT (auditor fiscal do trabalho)? Então confira aqui materiais exclusivos que vão ajudar a sua preparação.

Concurso AFT oferece salários iniciais de R$23 mil

O concurso AFT tem 900 vagas autorizadas para auditor-fiscal do trabalho. A carreira é destinada a candidatos com nível superior em qualquer área.


A remuneração inicial é de R$23.579,71, já com o ajuste realizado pelo Governo Federal este ano e o auxílio alimentação de R$658.


Pela portaria que autoriza o concurso AFT, o edital deve ser divulgado até o dia 13 de dezembro. Já as provas deverão ocorrer dois meses após a divulgação do documento.


Conforme o Ministério do Trabalho e Emprego, os aprovados no concurso "deverão ingressar na carreira em 2024".


Um pregão já está sendo conduzido pela Central de Compras para adquirir equipamentos eletrônicos para a ocupação desses futuros concursados.


O MTE listou todas as necessidades, após a realização de um estudo técnico preliminar. Segundo a pasta, a movimentação interna é importante para conseguir receber a nova força de trabalho com mais auditores.


"Esses novos servidores deverão ingressar na carreira em 2024 e a Secretaria de Inspeção do Trabalho – SIT não dispõe desses equipamentos para utilização", informa.


Está se preparando para o Concurso Nacional Unificado? Então entre para o grupo exclusivo no Telegram e receba notícias, atualizações e dicas de estudos!

Logo Qconcursos
Conteúdo Qconcursos

Salário

Até R$ 2.700,00

Cargos

11

Vagas

49
PRÓXIMA LIVEVer todas
Imagem do vídeo principal

Concurso PRF - Aula de Direitos Humanos

Equipe Qconcursos