Concurso Funai: proposta pede inclusão de nova etapa em edital

Os servidores da Fundação Nacional dos Povos Indígenas enviaram uma proposta, que pode trazer nova etapa de seleção no concurso Funai. Veja!

Concursos Previstos
Autor:Mateus Carvalho
Publicado em:25/08/2023 às 15:53
Atualizado em:25/08/2023 às 16:30

Servidores da Fundação Nacional dos Povos Indígenas apresentaram uma nova proposta de plano de carreira para os cargos de indigenista. A medida pode incluir mais uma etapa no concurso Funai, já autorizado.


Em ofício enviado à presidente da Funai, Joenia Wapichana, à ministra dos Povos Indígenas, Sonia Guajajara, e ao secretário de Relações de Trabalho, José Lopes Feijóo, os servidores apresentam alguns pontos debatidos em reunião realizada no dia 14 de junho.

"(...) a realização de concurso público para a Funai será ineficaz para recomposição do quadro sem uma estruturação da carreira que seja justa, equitativa e atrativa em comparação a outros órgãos no Executivo Federal".

O documento cita a equiparação dos níveis, já que servidores de níveis fundamental, médio e superior exercem atividades similares.


Destaca-se, ainda, que o exercício da atividade indigenista é visto como algo completo e envolve o desempenho de funções diversas. Segundo os servidores, são necessárias habilidades múltiplas.


Veja também:

+ Concurso Funai terá provas em todas as capitais e mais cidades


Portanto, a proposta pede que o próximo concurso autorizado tenha, como uma das etapas, a experiência profissional.


Além disso, sugere que seja atribuída uma pontuação específica por ano comprovado na experiência profissional, vínculo público ou privado, com a promoção e defesa das populações indígenas.


A proposta foi enviada por servidores com a Confederação dos Trabalhadores no Serviço Público Federal (Condsef); a Federação Nacional dos Trabalhadores no Serviço Público Federal (Fenadsef); Indigenistas Associados (INA); e a Associação Nacional de Servidores da Funai (Ansef)

Cargos e vagas do concurso Funai 2023

O concurso público da Funai foi um dos primeiros a ser autorizado pelo Governo Federal. O aval é destinado a preencher 502 vagas efetivas e imediatas em carreiras dos níveis médio e superior, sendo elas:

  • nível médio: agente em indigenismo (152 vagas e remuneração prevista de R$5.349,07); e
  • nível superior: administrador (26), antropólogo (19), arquiteto (uma), arquivista (uma), assistente social (21), bibliotecário (seis), contador (12), economista (24), engenheiro (20), engenheiro agrônomo (31), engenheiro florestal (duas), estatístico (uma), geógrafo (quatro), indigenista especializado (152), psicólogo (seis), sociólogo (12), técnico em assuntos educacionais (duas) e técnico em comunicação social (dez).

No caso dos cargos de nível superior, a remuneração prevista é de R$6.420,87.


De acordo com o projeto básico, será formado um cadastro de reserva para a Fundação Nacional dos Povos Indígenas. Essas convocações poderão acontecer ao longo do prazo de validade do concurso.


Para cargos de nível superior, serão 524 vagas no cadastro de reserva, com a seguinte distribuição:

  • administrador (34), antropólogo (35), arquiteto (quatro), arquivista (quatro), assistente social (36), bibliotecário (19), contador (30), economista (34), engenheiro (36), engenheiro agrônomo (31), engenheiro florestal (sete), estatístico (quatro), geógrafo (14), indigenista especializado (152), psicólogo (19), sociólogo (30), técnico em assuntos educacionais (sete) e técnico em comunicação social (28).


Não foi informado o quantitativo de aprovados no cadastro de reserva para cargos de nível médio.


Quer garantir a sua vaga em um concurso público? O QConcursos te apresenta o MAIOR COMBO de aprovação já visto! Garanta sua participação na LIVE GRATUITA de setembro e conquiste uma das mais de 100 mil vagas ainda em 2023!

Concurso da Funai está autorizado

(Foto: Divulgação)


Quer se preparar para concursos? Então confira as próximas seleções previstas nas regiões:

Funai trabalha para definir banca

A Funai já tem esforços avançados para definir a banca organizadora do próximo concurso. Segundo apurou Folha Dirigida por Qconcursos, 17 bancas receberam o projeto básico do edital e puderam enviar propostas, sendo elas:

  • Instituto Avalia;
  • Cebraspe;
  • Fundação Cesgranrio;
  • Fundação Carlos Chagas (FCC);
  • Fundação Getulio Vargas (FGV);
  • Instituto Americano de Desenvolvimento (Iades);
  • Instituto Brasileiro de Formação e Capacitação (IBFC);
  • Instituto de Desenvolvimento e Capacitação (IDCAP);
  • Consulplan;
  • Fepese;
  • Quadrix;
  • Legalle;
  • Fundação Vunesp;
  • Fundação La Salle;
  • Instituto de Desenvolvimento Educacional, Cultural e Assistencial Nacional (Idecan);
  • Fundatec; e
  • Instituto AOCP.

Somente uma banca será contratada para o concurso Funai. A organizadora será responsável por receber as inscrições e aplicar as provas da seleção.


O edital tem prazo limite para ser publicado até o dia 29 de outubro. Já as provas deverão ser aplicadas dois meses após a publicação, ou seja, até dezembro deste ano.


Quer ficar por dentro das notícias que rolam no mundo dos concursos? Acompanhe o nosso canal no Telegram e fique por dentro de tudo!

Logo Qconcursos
Conteúdo Qconcursos
InstitutoFundação Nacional dos Povos Indígenas

Salário

Até R$ 8.263,16

Cargos

19

Vagas

502
PRÓXIMA LIVEVer todas
Imagem do vídeo principal

Curso de Redação Oficial para Concursos - Correio Eletrônico

Equipe Qconcursos