Concurso Unificado terá "curso de formação para todos", diz Dweck

De acordo com a ministra Esther Dweck, todos os aprovados no Concurso Unificado passarão por um curso de formação. Entenda!

Autor:Mateus Melis
Publicado em:11/04/2024 às 10:04
Atualizado em:11/04/2024 às 11:18

O Concurso Nacional Unificado oferece mais de 6 mil oportunidades em diversos órgãos federais. Apesar de algumas carreiras não contarem com o curso de formação como etapa, todos os aprovados terão que passar por um.


A informação sobre a formação para todos os aprovados foi repassada pela ministra da Gestão e da Inovação em Serviços Públicos (MGI), Esther Dweck, em entrevista realizada nesta quinta, 11, ao programa "Bom dia, Ministra" da TV Brasil.

"A gente vai fazer um curso de formação para todo mundo que está entrando agora", disse.

Ainda segundo a ministra, os aprovados em carreiras que não terão o curso como etapa tomarão posse a partir de agosto e passarão por uma formação que será ministrada pela Escola Nacional de Administração Pública (Enap).


O curso do governo contará com cinco blocos, que abordarão conteúdos relacionados à atuação do servidor no serviço público.


Além disso, a ministra informou que o MGI também estimulou os ministérios para que preparem atividades mais objetivas relacionadas à carreira, com o objetivo de incrementar a formação do novo servidor.

"Não vamos selecionar alguém que já sabe o que fazer no serviço público. Estamos selecionando pessoas que têm capacidade de aprender e que vão entrar e se dedicar ao trabalho. É importante que tenham essa informação inicial para que entendam que estão entrando para servir à população, para realizar um trabalho dedicado aos outros. É muito importante que entendam isso desde o início e já entrem no serviço público com essa visão, se dedicando a pensar e implementar as políticas públicas", pontuou.

Na entrevista, a ministra Dweck também comentou sobre a logística de segurança do Concurso Unificado.


O esquema de segurança foi elaborado pela Agência Brasileira de Inteligência (Abin) e também conta com o acompanhamento da Força Nacional, Polícias Federal (PF), Rodoviária Federal (PRF) e Militar, além dos ministérios da Casa Civil e da Justiça.


Em entrevista recente, o coordenador-geral de logística do Concurso Unificado, Alexandre Retamal, disse que o trabalho de segurança desenhado para a manutenção da lisura do CNU veio após experiências com o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).

"Tudo isso veio da experiência do Enem e a gente acrescentou camadas a mais de segurança para ficar mais seguro. A gente está fazendo tudo o que a gente pode para que, no dia da prova, os candidatos cheguem lá e façam o seu melhor, sem ficar preocupados com essas coisas", informou.

As provas do Concurso Unificado serão aplicadas no dia 5 de maio, nos turnos da manhã e tarde, de forma simultânea em 228 cidades.


Turno da manhã

  • Abertura dos portões: 7h30
  • Fechamento dos portões: 8h30
  • Início da aplicação: 9h
  • Duração da prova: 2h30

Ao longo da manhã, serão aplicadas as questões objetivas de Conhecimentos Gerais dos cargos, além das provas de redação e discursiva.


Turno da tarde

  • Abertura dos portões: 13h
  • Fechamento dos portões: 14h
  • Início da aplicação: 14h30
  • Duração da prova: 3h30

No turno da tarde, serão aplicadas as provas de Conhecimentos Específicos dos cargos, com 40 questões, para o nível médio, e 50, para o superior.


Será eliminado o candidato que obtiver aproveitamento inferior a 40% da pontuação nas provas objetivas de Conhecimentos Gerais e Específicos ou nota zero na prova discursiva.


A poucos dias do Concurso Unificado, o Qconcursos guia a sua jornada nesta reta final na Maratona CNU, com simulados gratuitos. Cadastre-se e participe!

De acordo com a ministra, todos os aprovados no CNU passarão por formação

(Foto: Ramiro Lucena/Folha Dirigida por Qconcursos)


Resumo do Concurso Público Nacional Unificado

  • Instituto: mais de 20 órgãos do Executivo Federal
  • Situação atual: inscrições encerradas
  • Banca: Fundação Cesgranrio
  • Cargos: diversos
  • Escolaridade: níveis médio e superior
  • Vagas: 6.640
  • Remuneração: até R$23.579,71
  • Inscrições: 19 de janeiro a 9 de fevereiro
  • Data da prova objetiva: 5 de maio

Saiba mais e comece a estudar para o concurso.

Novas autorizações de concursos federais ainda este ano

Na entrevista ao programa "Bom dia, Ministra" , Dweck também confirmou que novas autorizações de editais ocorrerão neste ano.


Apesar da informação sobre as autorizações para os novos provimentos, ainda não há detalhes sobre quais órgãos da administração pública serão contemplados.


A ministra também reforçou que, além das autorizações, o governo tem estudado se as novas vagas poderão ser ofertadas por meio de um novo Concurso Nacional Unificado ou de forma individualizada.


Isso porque a realização de um novo Concurso Unificado depende da disponibilidade orçamentária para o número de vagas a ser autorizado.

Órgãos aderem ao processo de lotação de aprovados no CNU

Entre as entidades participantes do Concurso Nacional Unificado, 12 órgãos aderiram à primeira rodada da estratégia de Dimensionamento da Força de Trabalho (DFT).


Proposta pelo MGI, a iniciativa busca otimizar a gestão de pessoal de cada órgão para os desafios do serviço público contemporâneo.


Entre as diversas etapas previstas, ocorrerá a aplicação do levantamento dos perfis desejados, em que serão identificadas as competências necessárias para realizar as entregas nas unidades dos órgãos.


As atividades possibilitarão uma melhor decisão relacionada à alocação dos aprovados no Concurso Nacional Unificado dentro do quadro de pessoal dos participantes do CNU.


Entre os participantes do DFT estão:

  • Ministério da Saúde;
  • Ministério do Trabalho;
  • Superintendência de Previdência Complementar (Previc);
  • Ministério do Desenvolvimento Humano e Cidadania (MDH);
  • Ministério do Planejamento e Orçamento (MPO);
  • Fundação Nacional do Índio (Funai);
  • Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP);
  • Advocacia Geral da União (AGU);
  • Agência Nacional de Transportes Aquaviários (Antaq);
  • Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS); e
  • Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).


Está estudando para concursos? Use o cupom Folha5 e garanta 5% de desconto na Ilimitada do Qconcursos!

Concurso Nacional Unificado conta com mais de 6 mil oportunidades

Sob organização da Fundação Cesgranrio, o Concurso Unificado oferece mais de 6 mil oportunidades em diversos órgãos federais, tais como Previc, AGU, Ministério da Justiça, IBGE, entre outros.


As vagas estão distribuídas por oito blocos temáticos, sendo eles:

  • Bloco 1 - Infraestrutura, Exatas e Engenharias - 727 vagas;
  • Bloco 2 - Tecnologia, Dados, e Informação - 597 vagas;
  • Bloco 3 - Ambiental, Agrário e Biológicas - 530 vagas;
  • Bloco 4 - Trabalho e Saúde do Servidor - 971 vagas;
  • Bloco 5- Educação, Saúde, Desenvolvimento Social e Direitos Humanos - 1.016 vagas;
  • Bloco 6 - Setores Econômicos e Regulação - 359 vagas;
  • Bloco 7 - Gestão Governamental e Administração Pública - 1.748 vagas; e
  • Bloco 8 - Nível Intermediário - 692 vagas.

Veja a relação completa de cargos por bloco aqui!


Está inscrito para o Bloco 8? Cadastre-se aqui e tenha acesso a aulas gratuitas!


Logo Qconcursos
Conteúdo Qconcursos

Salário

Até R$ 22.921,71

Cargos

9

Vagas

13280
PRÓXIMA LIVEVer todas
Imagem do vídeo principal

CNU - Bloco 8 - Aula de Língua Portuguesa: Acentuação Gráfica | #maratonaqc

Equipe Qconcursos