Concurso Unificado: governo detalha logística de segurança

Com provas previstas para o dia 5 de maio, o Governo Federal detalhou a logística de segurança do Concurso Unificado. Veja os detalhes!

Autor:Mateus Melis
Publicado em:09/04/2024 às 10:04
Atualizado em:09/04/2024 às 10:27

As provas do Concurso Nacional Unificado (CNU) estão marcadas para o dia 5 de maio, em 228 cidades. Diante disso, o governo detalhou como será feito o esquema de segurança para a manutenção da integridade da seleção.


Por meio do Ministério da Gestão e da Inovação em Serviços Públicos (MGI), o governo detalhou a logística de segurança do Concurso Unificado ao jornal Folha de São Paulo.


O esquema de segurança foi elaborado pela Agência Brasileira de Inteligência (Abin) e também conta com o acompanhamento da Força Nacional, Polícias Federal (PF), Rodoviária Federal (PRF) e Militar, além dos ministérios da Casa Civil e da Justiça.


A previsão é de que a distribuição dos cadernos inicie com 48 horas de antecedência às provas.


O processo de distribuição das provas do Concurso Unificado também contará com o apoio dos Correios, e toda a logística de entrega e guarda dos cadernos terá um esquema de vigilância.


De acordo com o coordenador-geral de logística do Concurso Unificado, Alexandre Retamal, todo o trabalho de segurança desenhado para a manutenção da lisura do CNU veio após experiências com o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).


A vigilância seguirá até a entrega do material para a correção da Cesgranrio.

"Tudo isso veio da experiência do Enem e a gente acrescentou camadas a mais de segurança para ficar mais seguro. A gente está fazendo tudo o que a gente pode para que, no dia da prova, os candidatos cheguem lá e façam o seu melhor, sem ficar preocupados com essas coisas", informou.

Além da vigilância sobre os cadernos, o Concurso Unificado ainda terá a coleta de digital e o exame grafológico, para auxiliar na identificação do candidato e na segurança.


A poucos dias do Concurso Unificado, o Qconcursos guia a sua jornada nesta reta final na Maratona CNU, com simulados gratuitos. Cadastre-se e participe!

MGI reforça horários de aplicação das provas do CNU

Por meio de suas mídias sociais, o MGI reforçou, na última sexta-feira, 5 de abril, os horários de aplicação das provas do CNU.


As provas serão aplicadas nos turnos da manhã e tarde, de forma simultânea em 228 cidades. Veja:


Turno da manhã

  • Abertura dos portões: 7h30
  • Fechamento dos portões: 8h30
  • Início da aplicação: 9h
  • Duração da prova: 2h30

Ao longo da manhã, serão aplicadas as questões objetivas de Conhecimentos Gerais dos cargos, além das provas de redação e discursiva.


Turno da tarde

  • Abertura dos portões: 13h
  • Fechamento dos portões: 14h
  • Início da aplicação: 14h30
  • Duração da prova: 3h30

No turno da tarde, serão aplicadas as provas de Conhecimentos Específicos dos cargos, com 40 questões para o nível médio e 50 para o superior.


Será eliminado o candidato que obtiver aproveitamento inferior a 40% da pontuação nas provas objetivas de Conhecimentos Gerais e Específicos ou nota zero na prova discursiva.


Participe agora do nosso Grupo do Telegram e fique por dentro das principais notícias do mundo dos concursos!

Provas do Concurso Unificado serão aplicadas no dia 5 de maio

(Foto: Ramiro Lucena/Folha Dirigida por Qconcursos)


Resumo do Concurso Público Nacional Unificado

  • Instituto: mais de 20 órgãos do Executivo Federal
  • Situação atual: inscrições encerradas
  • Banca: Fundação Cesgranrio
  • Cargos: diversos
  • Escolaridade: níveis médio e superior
  • Vagas: 6.640
  • Remuneração: até R$23.579,71
  • Inscrições: 19 de janeiro a 9 de fevereiro
  • Data da prova objetiva: 5 de maio

Saiba mais e comece a estudar para o concurso.

CNU conta com mais de 6 mil oportunidades

Sob organização da Fundação Cesgranrio, o Concurso Unificado oferece mais de 6 mil oportunidades em diversos órgãos federais, tais como Previc, AGU, Ministério da Justiça, IBGE, entre outros.


As vagas estão distribuídas por oito blocos temáticos, sendo eles:

  • Bloco 1 - Infraestrutura, Exatas e Engenharias - 727 vagas;
  • Bloco 2 - Tecnologia, Dados, e Informação - 597 vagas;
  • Bloco 3 - Ambiental, Agrário e Biológicas - 530 vagas;
  • Bloco 4 - Trabalho e Saúde do Servidor - 971 vagas;
  • Bloco 5- Educação, Saúde, Desenvolvimento Social e Direitos Humanos - 1.016 vagas;
  • Bloco 6 - Setores Econômicos e Regulação - 359 vagas;
  • Bloco 7 - Gestão Governamental e Administração Pública - 1.748 vagas; e
  • Bloco 8 - Nível Intermediário - 692 vagas.

Veja a relação completa de cargos por bloco aqui!


Está inscrito para o Bloco 8? Cadastre-se aqui e tenha acesso a aulas gratuitas!

Novo Concurso Unificado em breve?

O Ministério da Gestão e da Inovação já começou a se movimentar para uma possível segunda edição do Concurso Unificado.


Isso se deve ao fato de que o órgão designou uma servidora, em caráter temporário, para realizar diversas atribuições. Entre elas o planejamento de "novas edições" do Concurso Unificado.


Na coletiva de imprensa sobre os dados de inscritos do CNU, a secretária executiva do MGI, Cristina Mori, comentou sobre a possibilidade de uma 2ª edição do Concurso Unificado.


Na ocasião, a secretária destacou que um novo edital depende das vagas que serão autorizadas pelo MGI, além do orçamento disponível para a execução de outro processo seletivo nacional.


A Folha Dirigida por Qconcursos preparou um levantamento com os órgãos que poderão estar no novo CNU. Veja os detalhes aqui!


Logo Qconcursos
Conteúdo Qconcursos

Salário

Até R$ 22.921,71

Cargos

9

Vagas

13280
PRÓXIMA LIVEVer todas
Imagem do vídeo principal

CNU - Bloco 8 - Aula de Língua Portuguesa: Acentuação Gráfica | #maratonaqc

Equipe Qconcursos