Concurso Unificado: servidores podem atuar em cidades mais pobres

Ministra Esther Dweck informa que aprovados no Concurso Unificado poderão ser lotados, por um período, em municípios mais pobres. Veja!

Autor:Bruna Somma
Publicado em:03/04/2024 às 15:35
Atualizado em:03/04/2024 às 16:04

A ministra da Gestão e Inovação em Serviços Públicos, Esther Dweck, falou sobre a entrada dos novos servidores federais por meio do Concurso Nacional Unificado (CNU).


A proposta é que eles passem um período lotado em um 'município pobre' para conhecer a realidade brasileira.

"Uma ideia é que (os aprovados no concurso) passem um tempinho nesse período de estágio probatório em um município bem pobre no Brasil para conhecer um pouco a realidade brasileira", disse a ministra, em entrevista ao Valor Econômico publicada nesta quarta-feira, 3.

Esther também pontuou que os servidores passarão por curso de formação ao ingressarem no serviço público.


Para as áreas transversais, o projeto do governo é que o servidor tenha contado com diferentes setores, durante o estágio probatório, para que entendam qual área terão mais afinidade.

"Curso de formação quando entrarem, e nessas áreas que são mais transversais que a pessoa rode em um período de estágio probatório para também entender qual é a área que ela tem mais afinidade e possa ser selecionada pelo chefe", frisou a ministra. 

A poucos dias do Concurso Unificado, o Qconcursos irá guiar a sua jornada nesta reta final na Maratona CNU. Cadastre-se e participe gratuitamente!

Lotação dos aprovados no CNU está em discussão pelo governo

(Foto: José Cruz/Agência Brasil)


O Governo Federal já iniciou um dimensionamento da força de trabalho (DFT). Entre as diversas etapas previstas, ocorrerá a aplicação do levantamento dos perfis desejados, em que serão identificadas as competências necessárias para realizar as entregas nas unidades dos órgãos.



As atividades permitirão uma melhor tomada de decisão relacionada à alocação dos aprovados no Concurso Unificado nos órgãos que aderiram ao novo formato de seleção.

"O serviço público mudou. Hoje temos o trabalho híbrido, o teletrabalho, a inteligência artificial, então é importante dimensionar a nossa força de trabalho e oferecer-lhe todas as condições de atuar diante desse novo cenário", disse o secretário de Gestão de Pessoas do MGI, José Celso Cardoso.

Ao todo, 12 órgãos já aderiram ao dimensionamento da força de trabalho. Confira a lista completa aqui!

Ministra se surpreende com show de Madonna às vésperas do CNU

Um show gratuito da cantora Madonna foi anunciado para o dia 4 de maio, na praia de Copacabana, no Rio de Janeiro.


O evento ocorrerá na véspera das provas do Concurso Unificado, marcadas para 5 de maio, em 220 cidades brasileiras.


Em entrevista ao Valor Econômico, a ministra Esther Dweck revelou que ficou surpresa e receosa com a notícia sobre o show no primeiro final de semana de maio. "Eu falei: 'Meu Deus do Céu'".

"Nada contra a rainha do pop. Mas um espetáculo desse porte poderia criar transtornos para os milhares de inscritos no Rio de Janeiro para o Concurso Unificado", disse.

Depois, o Ministério da Gestão percebeu que o evento seria no dia anterior às provas e que não atrapalharia a operação.


A ministra, inclusive, já fez um pedido às prefeituras dos 220 municípios que serão locais de prova para que não promovam grandes eventos no dia do concurso.

Resumo do Concurso Público Nacional Unificado

  • Instituto: mais de 20 órgãos do Executivo Federal
  • Situação atual: inscrições encerradas
  • Banca: Fundação Cesgranrio
  • Cargos: diversos
  • Escolaridade: níveis médio e superior
  • Vagas: 6.640
  • Remuneração: até R$23.579,71
  • Inscrições: 19 de janeiro a 9 de fevereiro
  • Data da prova objetiva: 5 de maio

Saiba mais e comece a estudar para o concurso.

Veja como serão as provas do Concurso Unificado

Os candidatos do Concurso Unificado realizarão provas objetivas e discursivas no dia 5 de maio. A prova será dividida em dois turnos, sendo:


Turno da manhã (2h30 de prova)

  • nível médio: provas objetivas (20 questões) + redação; e
  • nível superior: provas objetivas de Conhecimentos Gerais (20 questões) + prova discursiva de Conhecimento Específico do bloco.

Turno da tarde (3h30 de prova)

  • nível médio: provas objetivas (40 questões); e
  • nível superior: provas objetivas de Conhecimentos Específicos (50 questões).

Para os cargos de nível médio, as provas objetivas terão questões de Língua Portuguesa, Noções de Direito, Matemática e Realidade Brasileira. A discursiva será uma redação. 


Já para os cargos de nível superior, na parte objetiva, os concorrentes deverão responder a questões sobre Políticas Públicas e Conhecimentos Específicos, a depender do bloco temático escolhido. Na discursiva, será cobrada uma questão Específica.


Será eliminado o candidato que obtiver aproveitamento inferior a 40% da pontuação nas provas objetivas de Conhecimentos Gerais e Específicos ou nota zero na prova discursiva.


No vídeo abaixo, saiba como será a redação do CNU:

CNU bate recorde com mais de 2 milhões de inscritos

O Concurso Unificado atingiu um recorde com a marca de 2.144.435 inscritos confirmados.


A oferta é de 6.640 vagas imediatas para diferentes cargos dos níveis médio e superior de 21 órgãos do Poder Executivo Federal.


Essas oportunidades estão agrupadas por oito blocos temáticos, que representam as áreas de Políticas Públicas Brasileiras. Só foi possível se inscrever para um dos blocos temáticos.


Abaixo, veja a relação candidato por vaga, de acordo com o bloco temático do CNU:


Bloco 1 - Infraestrutura, Exatas e Engenharias

  • Vagas: 727
  • Inscritos: 121.838
  • Concorrência: 167,59 candidatos

Bloco 2 - Tecnologia, Dados, e Informação

  • Vagas: 597
  • Inscritos: 77.943
  • Concorrência: 130,55 candidatos

Bloco 3 - Ambiental, Agrário e Biológicas

  • Vagas: 530
  • Inscritos: 102.922
  • Concorrência: 194,19 candidatos

Bloco 4 - Trabalho e Saúde do Servidor

  • Vagas: 971
  • Inscritos: 336.284
  • Concorrência: 346,32 candidatos

Bloco 5- Educação, Saúde, Desenvolvimento Social e Direitos Humanos

  • Vagas: 1.016
  • Inscritos: 300.766
  • Concorrência: 296,02 candidatos

Bloco 6 - Setores Econômicos e Regulação

  • Vagas: 359
  • Inscritos: 74.283
  • Concorrência: 206,91 candidatos

Bloco 7 - Gestão Governamental e Administração Pública

  • Vagas: 1.748
  • Inscritos: 429.370
  • Concorrência: 245,63 candidatos

Bloco 8 - Nível Intermediário

  • Vagas: 692
  • Inscritos: 701.029
  • Concorrência: 1.013,04 candidatos
Logo Qconcursos
Conteúdo Qconcursos

Salário

Até R$ 22.921,71

Cargos

9

Vagas

13280
PRÓXIMA LIVEVer todas
Imagem do vídeo principal

Concurso TRE Unificado - Aula de Direito Penal: Usurpação de função pública

Equipe Qconcursos