Concursos Ambientais: plano prevê contratação de 2 mil analistas

Plano de Ação para prevenção de desmatamento e das queimadas prevê a contratação de 2 mil analistas aprovados em concursos Ambientais, até 2027. Veja

Concursos Previstos
Autor:Bruna Somma
Publicado em:24/06/2024 às 15:58
Atualizado em:24/06/2024 às 16:10

O Governo Federal estima que um total de 2 mil analistas, a serem aprovados em concursos Ambientais, sejam contratados até o ano de 2027.


Essa previsão consta nos Planos de Ação para Prevenção e Controle do desmatamento e das queimadas no bioma Cerrado (PPCerrado) e na Amazônia Legal (PPCDAm).


Tais documentos foram publicados em 2023 e passam por revisão este ano.


No caso do Cerrado, entre as metas está a contratação de 400 analistas para atuação nas regiões com maior risco de ocorrência de desmatamento e incêndios florestais.


Já na Amazônia Legal, o plano é contratar 1.600 analistas ambientais, por meio de concurso, para atuação no combate ao desmatamento até 2027.

"Uma das ações mais importantes de todo o PPCDAm é a realização de concursos públicos a fim de contratar servidores para monitoramento e atuação em regiões críticas para combate ao desmatamento ilegal na Amazônia", consta no documento acessado pela reportagem.

Ibama e ICMBio têm novos concursos públicos previstos

(Foto: Divulgação/MMA)


As contratações, tanto para atuação no Cerrado como na Amazônia Legal, serão para o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais (Ibama), Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) e para o próprio Ministério do Meio Ambiente e Mudança do Clima (MMA).


Os planos indicam que os novos concursos Ambientais sejam focados nos cargos de analista, de nível superior. Vagas para cargos de nível médio não devem ser abertas no primeiro momento.


Prepare-se para o ano olímpico dos concursos. São mais de 100 mil vagas esperando por você. Clique aqui e saia na frente nessa disputa!

Marina Silva sinaliza autorização para concursos Ambientais

A ministra do Meio Ambiente e Mudança do Clima, Marina Silva, adiantou que novos concursos Ambientais serão autorizados em 2024.


De acordo com ela, o aval será para provimento de 460 vagas nas seguintes autarquias federais:

  • Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama): 260 vagas;
  • Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio): 180 vagas; e 
  • Jardim Botânico do Rio de Janeiro: 20 vagas.

O aval, no entanto, ainda não foi publicado no Diário Oficial da União.


Em resposta ao Qconcursos Folha Dirigida, fonte do Governo Federal informou que aguarda apenas a liberação da Secretaria de Orçamento Federal (SOF) para oficializar as novas vagas.


No caso do Ibama e do ICMBio, os pedidos são para vagas de analista ambiental e analista administrativos. Por esse motivo, a oferta deverá ser direcionada somente para essas funções.


As remunerações iniciais dos analistas são de R$10.735,72, incluindo gratificações e o novo auxílio-alimentação de R$1 mil.


O Instituto de Pesquisas Jardim Botânico do Rio de Janeiro, por sua vez, confirmou os cargos e a distribuição das vagas que serão autorizadas. Confira:

  • 11 vagas para o cargo de analista em Ciência e Tecnologia;
  • cinco vagas para o cargo de pesquisador; e
  • quatro vagas para o cargo de tecnologista.

As carreiras exigem o nível superior completo. Para o analista e tecnologista, os ganhos serão de R$7.025,48, enquanto o pesquisador receberá R$12.634,13.


Tem dúvidas sobre o concurso público ideal? Com o "Guia Carreiras no Serviço Público" você poderá conhecer os cargos e carreiras disponíveis no serviço público e entender qual tem mais a ver com você. Baixe gratuitamente aqui!

Lula reforça a necessidade de concursos Ambientais

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva reforçou, no dia 19 de junho, a necessidade de novas contratações por meio de concursos Ambientais.


Em entrevista ao Jornal da CBN, ele falou que o Ibama, por exemplo, conta com 700 servidores a menos que o ideal para a execução de suas funções.

"O governo estava desmontando. Então nós passamos um tempo montando o governo, abrindo concurso, fazendo concurso, tentando construir. Agora as coisas estão mais ou menos alinhadas. Ainda faltam algumas coisas. A companheira Marina (Silva, ministra do Meio Ambiente), por exemplo, tem 700 funcionários a menos no Ibama para poder controlar as coisas. Então eu encontrei o governo dessa vez muito pior e vou deixá-lo muito melhor".

Em 2010, o Ibama e o ICMBio contavam com 4.420 e 2.832 servidores efetivos, respectivamente, e os fiscais do Ibama somavam 1.311.


Com a paralisação de quase todos os concursos, o número de servidores das duas autarquias chegou a 3.585 e 1.792 servidores efetivos, respectivamente, em 2016. Isso representou uma redução de 25% no quadro dos dois órgãos.


Em 2021, foram divulgados editais de concurso para o Ibama e ICMBio. No ano passado, o Ministério do Meio Ambiente também recebeu a autorização para preencher novas vagas.


Porém, o número ainda é insuficiente e a realização de novos concursos Ambientais segue necessária.


Logo Qconcursos
Conteúdo Qconcursos
InstitutoInstituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis

Salário

Até R$ 8.817,70

Cargos

5

Vagas

260
PRÓXIMA LIVEVer todas
Imagem do vídeo principal

CNU - Bloco 7 - Aula de Redação: Resolução de Questões

Equipe Qconcursos