Concurso Anac tem edital previsto para novembro, diz agência

Com comissão formada e fora do CNU, a Agência Nacional de Aviação Civil revelou que o edital do seu concurso Anac está previsto para sair em novembro.

Concursos Previstos
Autor:Mateus Carvalho
Publicado em:10/10/2023 às 14:16
Atualizado em:10/10/2023 às 14:35

A Agência Nacional de Aviação Civil revelou que o edital do seu concurso Anac está previso para ser publicado no próximo mês, em novembro. A seleção está autorizada e ofertará 70 vagas efetivas.


A informação foi confirmada pela Assessoria de Imprensa da Anac à Folha Dirigida por QConcursos.


A autarquia, no entanto, ainda não revelou uma data exata, tampouco mais detalhes do cronograma, como previsão de provas e início das inscrições. O próximo passo da Anac será definir a banca organizadora.


A instituição que ficará responsável pela execução do concurso será escolhida pela comissão organizadora, já formada.


Caso o prazo previsto pela autarquia se concretize, o edital será publicado bem antes do que prevê a portaria de autorização. A Anac tem, no máximo, seis meses para diovulgar o edital com todas as regras.


Portanto, o limite para o edital ser divulgado é até 15 de janeiro de 2024.

Vagas do concurso Anac

Todas as 70 vagas autorizadas para a Anac serão para a carreira de especialista em regulação de aviação civil. Poderão concorrer candidatos com nível superior completo em áreas a serem definidas no edital.


A remuneração atual do especialista é de R$17.071,35, incluindo o vencimento básico recém-reajustado e o auxílio-alimentação de R$658. 


O cronograma ainda não foi definido, mas a previsão é que as provas sejam realizadas dois meses após a publicação do edital.


Toda aprovação começa com um plano! Invista na melhor preparação, com as assinaturas do Qconcursos e garanta uma das mais de 100 mil vagas em concursos em 2023!

Anac tem concurso autorizado com vagas efetivas e estima edital em novembro

(Foto: Sinagências)


Quer se preparar para concursos? Então confira as próximas seleções previstas nas regiões:

Anac decide não aderir ao Concurso Unificado

Em resposta ao Ministério da Gestão e Inovação (MGI), a Anac informou a sua não adesão ao Concurso Nacional Unificado.


A autarquia até chegou a informar que avaliaria a proposta, já que todos os órgãos receberam o convite, mas declinou e decidiu não participar.


O Concurso Nacional Unificado é uma proposta do Governo Federal para centralizar os concursos autorizados este ano. A ideia é ter um único dia de aplicação de prova, no primeiro trimestre de 2024, em cerca de 180 municípios espalhados pelo país. 


De acordo com o governo, o objetivo é democratizar o acesso às vagas do serviço público federal e dar mais oportunidades para locais que não costumam receber aplicação de provas.


+ Veja aqui os órgãos confirmados na 1ª edição do Concurso Nacional Unificado

Como e quando foi o último concurso da Anac?

A Agência Nacional de Aviação Civil não realiza concurso para efetivos desde 2015. Na época, foram oferecidas 150 vagas em cargos de níveis médio e superior.


As oportunidades foram distribuídas pelos cargos de técnico administrativo (15) e técnico em regulação (45), de nível médio, com remunerações de R$6.062,52 e R$6.330,52, respectivamente.


Além do analista administrativo (25) e especialista em regulação de aviação civil (65), ambos de nível superior. Os ganhos foram de R$11.444,29 e R$12.347,49, nesta ordem. 


A organização ficou por conta da extinta Escola de Administração Fazendária (Esaf).

Áreas do último concurso

A Anac ofertou as seguintes áreas do cargo de especialista no último concurso:

  • Especialista em Regulação de Aviação Civil/Área 1: nível superior em qualquer área de formação.
  • Especialista em Regulação de Aviação Civil/Área 2: nível superior em Engenharia Mecânica ou Engenharia Aeronáutica ou Engenharia de Produção, e registro no respectivo órgão de classe.
  • Especialista em Regulação de Aviação Civil/Área 3: nível superior em Economia ou Ciências Contábeis, e registro no respectivo órgão de classe.
  • Especialista em Regulação de Aviação Civil/Área 4: nível superior em Engenharia Civil ou Engenharia de Produção ou Arquitetura, e registro no respectivo órgão de classe.
  • Especialista em Regulação de Aviação Civil/Área 5: nível superior em qualquer área de formação, acrescido de licença de piloto de linha aérea ou de piloto de linha de helicóptero, com Certificado Médico Aeronáutico (CMA) válido ou Certificado de Capacitação Física (CCF) válido e Certificado de Habilitação Técnica (CHT).

Etapas do concurso Anac

Os candidatos do concurso anterior da Anac foram avaliado por meio de provas objetivas, discursivas e de títulos, além do curso de formação profissional.


Na objetiva do cargo de especialista, os candidatos precisaram resolver questões de múltipla escolha sobre as disciplinas de:

  • Língua Portuguesa;
  • Língua Inglesa;
  • Direito Administrativo;
  • Direito Constitucional;
  • Legislação do Sistema de Aviação Civil;
  • Administração Pública; e
  • Conhecimentos Específicos de cada área.

Já a avaliação discursiva consistiu na elaboração de um texto dissertativo, em que os concorrentes tiveram que elaborar uma redação com o mínimo de 45 e máximo de 60 linhas.


Os aprovados para as vagas de especialista ainda tiveram que realizar o Curso de Formação, ministrado de forma presencial e em tempo integral pela Esaf.


Quer ficar por dentro das notícias que rolam no mundo dos concursos? Acompanhe o nosso canal no Telegram e fique por dentro de tudo!

Logo Qconcursos
Conteúdo Qconcursos
InstitutoAgência Nacional de Aviação Civil

Salário

Até R$ 16.413,34

Cargos

3

Vagas

70
AO VIVOVer todas
Imagem do vídeo principal

Concurso PRF - Aula de Atualidades (redação): Conjuntura internacional

Equipe Qconcursos