Concurso CVM: com 60 vagas, órgão decide não aderir ao CNU

A Comissão de Valores Mobiliários escolheu não aderir ao edital unificado e realizará o seu concurso CVM separadamente. Saiba mais detalhes!

Concursos Previstos
Autor:Mateus Carvalho
Publicado em:27/09/2023 às 21:00
Atualizado em:28/09/2023 às 08:46

A Comissão de Valores Mobiliários não estará no Concurso Nacional Unificado. A CVM escolheu realizar o seu processo separadamente e já comunicou a decisão oficialmente. O edital sairá até janeiro.


Em ofício encaminhado à ministra da Gestão e Inovação (MGI), Esther Dweck, o presidente da CVM, João Pedro Barroso, informou que a CVM avaliou todos os aspectos disponíveis a respeito do CNU e esclareceu as dúvidas.


Entretanto, reiterou que os preparativos para o concurso estão sendo feitos desde o segundo semestre de 2022, mediante o mapeamento dos perfis, mencionando ainda que a atividade de regulação da CVM exige elevada especialização em diferentes temas.


Dessa forma, o presindete da CVM informou que:

"Considerando o trabalho já realizado e as necessidades específicas mapeadas, optaremos, neste momento, por realizar um certame específico para o quadro da CVM".

A CVM informou, ainda, que a decisão será reconsiderada para concursos unificados futuros.


O concurso público para ingresso na CVM foi autorizado em julho pelo MGI, com oferta de 60 vagas efetivas.


portaria autorizativa foi publicada e confirmou que os cargos serão:

  • analista da CVM; e
  • inspetor da CVM.

A distribuição de vagas também foi informada, sendo 40 para analistas e 20 para inspetores.


O primeiro cargo exige o nível superior em qualquer área, enquanto o segundo requer a graduação em curso específico, a ser informado na publicação do edital.


As carreiras da CVM possuem remuneração inicial de R$21.582,80, já somado com o novo auxílio-alimentação de R$658 reajustado este ano.


Conheça a Vitalícia Qconcursos, com descontos especiais em diversos planos, que vão te encaminhar para a conquista de uma das mais de 100 mil vagas em 2023! Acesse aqui!

Comissão de Valores Mobiliários tem concurso autorizado e ofertará 60 vagas efetivas

(Foto: Divulgação)


Quer se preparar para concursos? Então confira as próximas seleções previstas nas regiões:

Novo concurso CVM já tem comissão formada

Na primeira quinzena do mês de setembro, a CVM formou uma comissão organizadora composta por servidores.


O grupo ficará responsável por planejar, organizar e supervisionar os processos necessários para a realização do concurso CVM. Os membros que compõe a equipe são:

  • Andréa Araujo Alves de Souza, Superintendente de Gestão de Pessoas;
  • Marcelo Gomes Garcia Lopes, Gerente de Inovação, Projetos e Processos;
  • Patrícia Tesch de Abreu, Analista da CVM; e
  • Ricardo Coelho Pedro, Analista da CVM.

Embora autorizado, o concurso da CVM não suprirá todo o déficit e apenas amenizará o cenário. A demanda de 60 vagas não será capaz de completar, inicialmente, todo quadro de servidores da autarquia. 


A CVM tem cerca de 400 pessoas, incluindo movimentados e aqueles que estão no abono aposentadoria.


Para que o trabalho adequado consiga ser feito, segundo ele, seria preciso ter de duas a três vezes mais o número atual servidores, ou seja, aproximadamente 1.200 novos funcionários.


Dados publicados no painel de Acesso à Informação do Governo Federal revelam que são 181 cargos vagos (dados de março/2023), sendo eles nos seguintes cargos:

  • agente executivo (101 vacâncias);
  • analistas (53); e
  • inspetores (27).

Segundo a Comissão de Valores, para os próximos quatro anos, mais 67 desligamentos estão previstos, sendo 21 analistas, 12 inspetores, 16 agentes e 18 auxiliares.

Último concurso CVM ocorreu em 2010

O último concurso da CVM já não tem mais validade e, portanto, o órgão não pode mais utilizar o cadastro de reserva para chamar aprovados. A vigência expirou em 2014.


Aberta em 2010, a seleção contou com 150 vagas para os cargos de inspetor, analista e agente executivo.


No caso de analista, as oportunidades foram distribuídas pelas seguintes especialidades: Contabilidade, Recursos Humanos, Arquivologia e Biblioteconomia.


A Esaf foi a banca organizadora e os candidatos foram avaliados por meio de provas objetiva e de redação.


Quer ficar por dentro das notícias que rolam no mundo dos concursos? Acompanhe o nosso canal no Telegram e fique por dentro de tudo!