Concurso INSS já nomeou 1.262 candidatos para o cargo de técnico

O Instituto Nacional do Seguro Social já nomeou mais de 1,2 mil aprovados no último concurso INSS para técnico de nível médio. Confira!

Autor:Mateus Carvalho
Publicado em:11/06/2024 às 12:11
Atualizado em:11/06/2024 às 14:25

O último concurso INSS, para técnico de nível médio, já nomeou mais de 1,2 mil aprovados. O Instituto Nacional do Seguro Social ainda luta por mais convocações para suprir a carência de servidores em seu quadro.


Em resposta acessada pela Folha Dirigida por Qconcursos, a Diretoria de Gestão de Pessoas do INSS confirma os números atualizados. A autarquia revela que foram nomeados o total de 1.262 candidatos.


Desse total, segundo o INSS, 55 não tomaram posse. Portanto, apenas 1.207 servidores foram efetivamente nomeados e tomaram posse como técnico do INSS pelo último concurso.


O número é superior ao previsto em edital, que trouxe mil vagas imediatas para a carreira de técnico.


O INSS detalhou os núneros e informou que, após o resultado final, das mil vagas previstas, apenas 986 foram nomeados tendo em vista que ocorreram desistências ao longo do curso de formação.


Em seguida, o INSS recebeu aval do governo para a chamada de mais 250 aprovados, em que ocorreu a realização de uma 2ª turma do curso de formação


Após a conclusão desse segundo curso, o INSS teve mais 284 aprovados aptos para posse, somando aqueles que foram convocados para repor as vagas não preenchidas na 1ª turma.


Dos 284 candidatos aprovados no 2º curso de formação, apenas 276 foram nomeados, restando oito candidatos não nomeados, em razão de cumprimento de decisão judicial e aprovação fora das vagas autorizadas.


Com os 986 nomeados na primeira turma, somados aos 276 candidatos do segundo turma, o INSS chegou ao total de 1,2 mil nomeados no último concurso.

INSS quer aval para chamar 500 excedentes

Apesar de já ter nomeado 26% do que o previsto no edital de abertura, o INSS ainda tem o desejo de aproveitar mais aprovados do último concurso de técnico do segundo social e busca autorização junto ao MGI.


A pasta ainda analisa o pedido do INSS para o provimento adicional de 500 excedentes.


O Instituto Nacional do Seguro Social encaminhou um ofício ao ministro da Previdência, Carlos Lupi, e o chefe da pasta já protocolou o pedido junto ao MGI.


solicitação foi encaminhada pelo presidente do INSS, Alessandro Antonio Stefanutto. Lupi confirmou a demanda e deu um prazo para essas convocações.


Em entrevista ao Estadão, Lupi disse que a expectativa é receber os novos servidores no segundo semestre deste ano.

Agora, eu tenho um compromisso de o Ministério da Gestão, no segundo semestre, me mandar mais 500 funcionários concursados. Porque a minha combinação com o Haddad é o seguinte: o que eu economizar, ele me dá uma parte em investimentos para a Previdência Social", disse Lupi.

Entretanto, para que isso aconteça, primeiro o INSS precisa de um decreto presidencial e, posteriormente, um aval do MGI.


Afinal, a autarquia já chamou o que era permitido em lei, ou seja, 25% além do quantitativo de vagas iniciais.


Leia também:

+ Concurso INSS: deputada pede à ministra informações sobre editais

+ INSS não solicitará novo concurso e reforça pedido por excedentes


>>>Participe agora do nosso Grupo do Telegram e fique por dentro das principais notícias do mundo dos concursos!

Após prorrogar concurso, INSS tenta a chamada de mais aprovados para suprir carência

(Foto: Agência Brasil)


Na luta por mais aprovados, o INSS confirma que não solicitou ao MGI um novo concurso público.


A prioridade da autarquia será a chamada dos aprovados do último concurso, cuja validade foi prorrogada por mais um ano, até maio de 2025.

"Quanto a realização de um novo concurso público informamos que tendo em vista a existência de um concurso vigente até 2025, com possibilidade de autorização de provimento de vagas, não há movimentação para realização de novo concurso no âmbito do INSS, portanto o INSS não enviou pedido de solicitação de concurso ao MGI em 2024", disse o INSS.

O objetivo do INSS, após o aval de 500 excedentes, é conseguir chamar todos os aprovados até maio do ano que vem, quando encerrará a validade do seu edital.

Após concurso INSS, Perícia Médica pode ter aval

Além de mais aprovados para técnico do seguro social, o Ministério da Previdência também tem um novo concurso no radar para peritos.


O ministro da Previdência, Carlos Lupi, confirmou a realização de um novo concurso para a Perícia Médica e disse que a expectativa era de edital até junho deste ano.


Apesar disso, a seleção ainda não recebeu autorização. Segundo Lupi, a previsão é de que o concurso possa preencher entre 650 e 660 vagas para a carreira.


A seleção será destinada ao provimento de vagas para cidades distantes das capitais. Tal medida será adotada para superar o déficit encontrado pelo país.


A carreira de perito médico federal é vinculada à Subsecretaria de Perícia Médica Federal e tem como requisito o nível superior em Medicina mais o registro regular no Conselho Regional de Medicina.


O vencimento inicial atual da carreira é de R$16.875,99, considerando o salário inicial da jornada de 40 horas, com o reajuste do governo mais o auxílio-alimentação de R$1 mil e a Gratificação de Desempenho de Atividade de Perícia Médica Previdenciária, no valor de 100 pontos.


Estude para o concurso INSS: veja dicas de Direito Previdenciário!


Logo Qconcursos
Conteúdo Qconcursos
InstitutoInstituto Nacional do Seguro Social

Salário

Até R$ 5.905,79

Cargos

1

Vagas

1000
PRÓXIMA LIVEVer todas
Imagem do vídeo principal

Concurso TJ SP Escrevente: Aulão das Disciplinas de Direito | Bloco II do edital #aovivo

Equipe Qconcursos