Com adiamento, Concurso Unificado pode reabrir inscrições?

Com o adiamento das provas do Concurso Unificado, saiba se há possibilidade de reabertura das inscrições para as 6.640 vagas.

Autor:Bruna Somma
Publicado em:09/05/2024 às 15:44
Atualizado em:09/05/2024 às 16:37

Marcadas para 5 de maio, as provas do Concurso Nacional Unificado (CNU) foram adiadas. A decisão ocorreu em decorrência das chuvas intensas e do estado de calamidade pública no Rio Grande do Sul.


As provas serão aplicadas em uma nova data, ainda não divulgada. Diante da situação, existe a dúvida se as inscrições do CNU serão reabertas.


A princípio, o Ministério da Gestão e Inovação em Serviços Públicos (MGI), organizador do concurso, não sinaliza nenhuma possibilidade de reabertura das inscrições. Os editais do CNU também não trazem essa prerrogativa.


O Concurso Nacional Unificado tem 2.144.435 inscritos confirmados para cargos de níveis médio e superior.


Com base em concursos recentes, quando a aplicação da prova é adiada, os órgãos não abrem um novo período para inscrição. Apenas aqueles que já se candidataram permanecem na seleção e podem realizar os exames na nova data.


Situação semelhante aconteceu no concurso para soldado da Polícia Militar do Rio de Janeiro, por exemplo. As provas, marcadas para agosto de 2023, foram suspensas em razão de irregularidades e remarcadas para abril deste ano.


Não foi aberto um novo prazo para inscrição. Somente as 100 mil pessoas que já tinham efetuado a inscrição puderam realizar as provas.

Inscrições do CNU não devem ser reabertas em função do adiamento das provas

(Foto: Agência Senado)


Em paralelo, muitos concursos abrem a possibilidade de devolução da taxa de inscrição para quem não deseja permanecer na seleção com a nova data da prova.


Questionado, o Ministério da Gestão e Inovação em Serviços Públicos informou à reportagem que os casos passíveis de reembolso são para problemas ocorridos durante a aplicação das provas.


A pasta ainda afirmou que "por enquanto ninguém pode solicitar, pois ninguém foi prejudicado".


>> QC on Fire! Tenha acesso a Ilimitada Vitalícia + Mentoria por tempo limitado. Acesse!

70% concordam com adiamento das provas do concurso

Em enquete realizada nas redes sociais da Folha Dirigida por Qconcursos, das mais de 500 pessoas que opinaram, 70% concordaram com o adiamento das provas, 15% não gostaram e outras 15% colocaram que "tanto faz".


De acordo com o Governo Federal, a decisão do adiamento foi tomada para que todos os inscritos pudessem realizar as provas nas mesmas condições em todo o país. 

"Os 15% que não gostaram, estudaram, não aprenderam nada com um edital que fala sobre ética, cidadania, democracia, inclusão, políticas públicas e por aí vai", manifestou uma candidata após a divulgação do resultado da enquete.

Uma outra participante também concordou que o mais importante é dar a atenção necessária à população do Rio Grande do Sul.

"Neste momento, mais importante que fazer um concurso, é cuidar de um povo que não tem o básico para sobreviver como água potável, comida, teto e roupas. Foi mais do que certo adiar".

Segundo apuração da Folha Dirigida por Qconcursos, o Governo Federal analisa a remarcação das provas para o dia 18 de agosto.


Veja mais detalhes sobre a nova data do CNU no vídeo abaixo:

Concurso Unificado terá provas aplicadas em dois turnos

Quando remarcadas, as provas objetivas e discursivas do Concurso Unificado serão aplicadas nos turnos da manhã e da tarde. Confira os horários:


Turno da manhã

  • Abertura dos portões: 7h30
  • Fechamento dos portões: 8h30
  • Início da aplicação: 9h
  • Término da aplicação: 11h30
  • Término da aplicação para candidatos que necessitem de tempo adicional para realização das provas e tenham solicitado no ato da inscrição: 12h30
  • Duração da prova: 2h30

Turno da tarde

  • Abertura dos portões: 13h
  • Fechamento dos portões: 14h
  • Início da aplicação: 14h30
  • Término da aplicação: 18h
  • Término da aplicação para candidatos que necessitem de tempo adicional para realização das provas e tenham solicitado no ato da inscrição: 19h.
  • Duração da prova: 3h30

No turno da manhã, os inscritos nos blocos de nível superior (1 a 7) terão que responder a 20 questões objetivas de Conhecimentos Gerais e a uma questão dissertativa de Conhecimento Específico.


Para o bloco de nível médio (8), os participantes farão 20 questões de múltipla escolha e uma redação.  


No período da tarde, para os blocos de nível superior (1 a 7), serão cobradas 50 questões objetivas de Conhecimentos Específicos.


Já os candidatos no bloco de nível médio (8) farão mais 40 questões objetivas.


Será eliminado quem obtiver aproveitamento inferior a 40% da pontuação nas provas objetivas de Conhecimentos Gerais e Específicos ou nota zero na prova discursiva.


A oferta será de 6.640 vagas em cargos dos níveis médio e superior, com salários que podem ultrapassar os R$20 mil. As oportunidades estão distribuídas por 21 órgãos e entidades do Poder Executivo Federal.


Com o "Manual das Provas CNU", você tem acesso a informações compiladas e a um checklist para as provas. BAIXE GRATUITAMENTE AQUI!

Logo Qconcursos
Conteúdo Qconcursos

Salário

Até R$ 22.921,71

Cargos

9

Vagas

13280
PRÓXIMA LIVEVer todas
Imagem do vídeo principal

Concurso Correios - Aula de Língua Portuguesa: PREPOSIÇÕES

Equipe Qconcursos