Concurso Nacional Unificado terá banca definida em outubro

O Governo Federal trabalha para ter banca definida em outubro. Este foi o prazo apresentado pela gestão para finalizar os trâmites de contratação.

Concursos Previstos
Autor:Mateus Carvalho
Publicado em:23/09/2023 às 10:25
Atualizado em:25/09/2023 às 08:46

Boa notícia para quem vai participar do Concurso Nacional Unificado! A banca organizadora deve ser contratada na segunda quinzena do mês de outubro, de acordo com o Governo Federal.


A reportagem da Folha Dirigida por Qconcursos teve acesso a um documento interno em que o coordenador-geral de desenvolvimento e movimentação de pessoal, Daniel Pires de Castro, convoca servidores para uma ida à Brasília entre os dias 16 a 20 de outubro.


De acordo com a gestão, o objetivo é dar "andamento aos trâmites finais da contratação da banca examinadora para realização do Concurso Nacional Unificado".

O coordenador-geral aponta que, neste período, a gestão realizará:

  • Reuniões com a Equipe de Planejamento da Contratação;
  • Reunião com representante da Consultoria Jurídica deste Ministério;
  • Reunião com a provável equipe de fiscalização do contrato que será celebrado;
  • Treinamento de parte da equipe sobre orientações gerais de contratações; e
  • Demais alinhamentos necessários para melhorar as atividades que envolvam contratação de serviços desta Coordenação-Geral.

Em resposta exclusiva à reportagem da Folha Dirigida por Qconcursos, o Ministério da Gestão já havia confirmado que o CNU contaria com uma banca organizadora externa e seriam divulgados 11 editais.


Desses 11 editais, sete serão para blocos temáticos e quatro para os cargos de nível médio. A divulgação dos documentos deverá ocorrer até dezembro, de acordo com o calendário já divulgado pelo Governo Federal.


Ainda não há uma banca cotada e o MGI pode receber proposta de qualquer instituição.

Concurso Unificado já tem 5 mil vagas confirmadas

Em lista divulgada à Folha Dirigida por Qconcursos, o MGI confirma que, até o momento, mais de 5 mil vagas já estão confirmadas no Concurso Unificado. Alguns órgãos já confirmaram sua adesão e outros ainda poderão aderir.


Vale destacar que a participação é voluntária e pode ser sinalizada até o dia 29 de setembro.


Mas, alguns órgãos que constam na lista do MGI não irão aderir, sendo eles: o CNPq, que já publicou o seu edital; a Fiocruz, que planeja aderir em partes; e o MCTI, que informou que planeja realizar o concurso conforme a sua portaria.


Além disso, alguns órgãos não constam na lista do MGI e já confirmaram adesão, que é o caso do Mapa e da Aneel.


Quer se preparar para o Concurso Nacional unificado? Então acesse o material exclusivo do Qconcursos. Clique aqui e confira!

Governo Federal indica contratação da banca em outubro para o Concurso Nacional Unificado

(Foto: Semob/DF)


Quer se preparar para concursos? Então confira as próximas seleções previstas nas regiões:

Veja como serão distribuídas as vagas do CNU

O MGI divulgou que a proposta do Concurso Nacional Unificado, também chamado de “Enem dos Concursos”, é que as vagas sejam distribuídas em oito blocos temáticos, são eles:

  • Administração e Finanças Públicas;
  • Setores Econômico, Infraestrutura e Regulação;
  • Agricultura, Meio Ambiente e Desenvolvimento Agrário;
  • Educação Ciência, Tecnologia e Inovação;
  • Políticas Sociais; Justiça e Saúde;
  • Trabalho e Previdência;
  • Dados, Tecnologia e Informação Pública; e
  • Nível intermediário.

As inscrições do CNU serão feitas no site da banca organizadora a ser contratada. A instituição também ficará responsável pela aplicação das provas. 


O MGI informou que ao realizar a inscrição, primeiro, o candidato deverá escolher entre um dos blocos temáticos. Em seguida, deverá indicar seu cargo/carreira por ordem de preferência entre as vagas disponíveis no bloco de sua escolha.


Entenda como serão as provas do Concurso Unificado

O Concurso Nacional Unificado será realizado em duas etapas.


Na primeira, os candidatos realizarão provas objetivas de matriz curricular comum a todos os candidatos; provas objetivas específicas; e provas dissertativas por bloco temático.


A aplicação das provas objetivas e discursivas será em um único turno (com 4h30 de duração). Em seguida, será realizada a avaliação de titulação acadêmica e/ou experiência profissional pregressa.

Disciplinas do concurso unificado

Membros do MGI afirmaram que o conteúdo programático e as disciplinas das provas só serão divulgados após o ministério ter clareza de quais órgãos participarão do concurso unificado.


Entretanto, existem assuntos com maior probabilidade de serem cobrados, como Diversidades e Inclusão, concernentes aos servidores atuais, de acordo com o MGI.


Os órgãos que, em seus planos de carreira, tiverem a exigência de provas específicas e cursos de formação, por exemplo, deverão realizar essas etapas adicionais. 

“Nesses casos, o órgão vai ter que realizar essa fase adicional. Os cursos de formação seguirão a mesma lógica”, frisou o secretário de Gestão de Pessoas do MGI, José Celso. 

A proposta do Governo Federal é que as provas sejam aplicadas em cerca de 180 cidades, simultaneamente, em todo o país, sendo a maior parte concentrada nas regiões Sudeste, Nordeste e Norte.


Quer ficar por dentro das notícias que rolam no mundo dos concursos? Acompanhe o nosso canal no Telegram e fique por dentro de tudo!

Logo Qconcursos
Conteúdo Qconcursos

Salário

Até R$ 22.921,71

Cargos

9

Vagas

13280
PRÓXIMA LIVEVer todas
Imagem do vídeo principal

CNU - Aula de Português [Aula 20] | #MaratonaQC

Equipe Qconcursos